Era uma vez...

Selma Leite

Aconteceu em meio a uma festa, em meio a uma grande comemoração.

A Pátria do Evangelho tingia o mundo de verde e amarelo, agitando corações como bandeiras ao vento, mostrando na simplicidade de uma manifestação esportiva o quanto somos capazes quando unidos.

E assim aconteceu, o Coração do Mundo, explodiu comemorando e o Chico despediu-se...

Não podia ser mais original, saiu à francesa se que ninguém notasse, os olhos de todos estavam voltados em outra direção...

E voltou para casa o nosso Chico, com a mesma simplicidade com que chegou, dando lição até na na hora da partida.

Misturando sorrisos com lágrimas, Chico vai...

Vá Chico, com Deus, com dignidade, com humildade, com serenidade, com a missão cumprida.Vá celebrar seu regresso ao lado de companheiros de tantas vidas.

Nosso coração não está de luto, estamos em festa, desfrutando do banquete de amor que você nos ofereceu. Nossas lágrimas são de emoção e de orgulho pelo privilégio de conviver com você.

Vá missionário da nossa redenção, sua mediunidade trouxe luz à nossa caminhada e nossos corações verdes e amarelos continuam como bandeiras ao vento, tremulando de amor e encaminhando a Deus uma única mensagem:

Obrigada Senhor pelo Chico.