Mediunidade Através dos Tempos

Dalisio Salati

Os povos adâmicos foram os primeiros a habitantes da terra que despertaram perante a responsabilidade de cada um, tanto moral como espiritual ou material, tanto é que Deus disse-lhes que daquele momento em diante deveriam ganhar o pão de cada dia com o trabalho de seus próprios braços. E Caim, após o fratricídio de Abel também ouviu a voz .que o maldizia pelo crime que havia praticado. Daí seguiram-se os descendentes daquele grande povo, muitos deles recebiam os espíritos, outros ouviam as vozes, outros viam os espíritos, tanto seres inferiores como também superiores. Lot também teve um diálogo muito prolongado com o Anjo de Deus quando recebeu ordem de abandonar, junto com sua mulher, a cidade de Sodoma.

Era tanta a facilidade que os homens e mulheres recebiam os espíritos que, sob aquelas aparições e manifestações aquele povo costumava negociar, fazer previsões sobre o futuro, fazendo jogatinas de todas as espécies e avultadas transações.

Noé, o grande patriarca, também viu e ouviu o anjo do Senhor, que o preveniu que construísse uma casa apropriada para que ele e seus descendentes não fossem atingidos pelo fenômeno pluvial que iria aparecer.

Moisés, o grande legislador hebreu, recebeu do Alto a incumbência de livrar o seu povo da escravidão dos Faraós e com um sinal do seu bastão fez com que as águas do Mar Vermelho se abrissem em dois lados, paralisando o seu curso pelo espaço de tempo necessário para que alguns milhares de israelitas passassem de uma margem para outra, e logo consumada a travessia, com outro sinal as águas se uniram novamente voltando ao seu estado normal como de costume.

Conta-nos a história que a travessia do deserto foi de grande sofrimento, marchando Moisés com o seu povo muitíssimo tempo sem comida e sem água. Estavam todos descontentes e percebendo que uma conspiração estava sendo tramada contra ele chamou os seus protegidos aos pés de uma coliga e com o mesmo bastão que havia ferido as águas, feriu uma rocha de pedra e com a admiração de todos jorrou água pura e cristalina em abundância para todos se refrescarem matando sua sede. Levantou Moisés suas mãos ao Alto pedindo comida e eis que de um momento para outro surgiu uma revoada de filhotes de codornas e outros pássaros, em quantidade tão grande que deu para aquele povo se alimentar e fazer provisões para muito tempo.

Mais adiante, Moisés pede novamente comida e numa bela manhã apareceram os prados circunvizinhos cobertos de espessuras de diversos centímetros de uma massa alimentícia que a recolheram para guardar e alimentarem-se até o final da viagem. Por ser tal massa de um sabor adocicado deram-lhe o nome de Maná e Mel.

Logo acomodado na Terra Prometida os seus protegidos e precisando de melhores esclarecimentos, Moisés subiu ao Monte Sinai onde novamente recebeu outra comunicação do Espírito do Senhor que lhe ditou a Taboa da Lei, que são os Mandamentos de Deus, para serem ministrados ao seu povo, mandamentos estes que perduram até hoje e perdurarão por toda a eternidade.

Profetizaram Jeremias, Isaias, Abrão, Isac, Jacob e Arão, Salomão com toda á sua glória recebeu a voz de justiça que ainda hoje é conhecida como a justiça de Salomão. De sorte que as 60 gerações do povo adâmico até Malaquias quasi todas profetizaram como medianeiras inconscientes não podendo, entretanto, conhecer ainda a lei de tal fenômeno.

Elias, o grande profeta zesbita também era inconsciente da sua responsabilidade, mesmo com acalma com que salvou uma mulher e o filho do desespero. Mais vezes atraiu o fogo queimando os soldados que queriam prendê-lo. Eliseu inconscientemente afirma ter visto Elias sendo arrebatado para o céu em carro de fogo; mas logo também afirma ter visto os corpos dos soldados que há muito tempo foram vencidos e que ali haviam sido sepultados e que ao brado de outra batalha no mesmo lugar, se levantaram, pegando suas armas e combatendo ao lado de outros soldados contra o secular inimigo.,

Mais tarde, todos aqueles que profetizaram, os chamavam de pitões, mesmo a pitoniza de Endor que, à noite, foi procurada pelo Rei Saul, para consultar a Samuel. Foram também inconscientes Confúcio; Buda, Krisma, Maomet, que foram os grandes sacerdotes e reformadores. Recebiam também instruções do Alto, Pitágoras, Platão, Diógenes, Pigmaleão, Plutarco, Aristóteles que eram tidos como sábios.

Mais tarde aparece o Anjo a Zacarias anunciando-lhe o nascimento de João em seguida o mesmo Anjo anuncia a Maria que ela seria a mãe de Jesus.

Enquanto crescia, Jesus aparece no templo de Jerusalém, discutindo com juízes e sacerdotes daquele tempo, dando muito que pensar, de onde viriam as eruditas palavras pronunciadas pelo filho do carpinteiro. Logo adulto, João, com a voz forte como um trovão, pregava no deserto e na beira do rio Jordão para que se aparelhassem o caminho do Senhor e endireitassem s veredas anunciando a vinda do Salvador, ensinando e mergulhando aquele povo as águas do Jordão.

O Rabi havia atingido os 30 anos e 3 com o nome de Jesus Cristo, quando pareceu novamente no cenário mundial e, esta vez, com mais conhecimento e coragem ministrando a todos o cumprimento da Lei de Deus e dando por terminada a era Mosaica, destruindo todas as leis que eram o homem.

Eu irei, disse Ele, restabelecer a Lei Divina e dar cumprimento às Escrituras azando-vos como boa nova a notícia fiel a imortalidade da alma e o convite aos gêmeas de boa vontade para trabalharem a grande Seara do Pai.

Chamou a si os doze homens nos quais por certo, reconheceu a grandeza de ias almas e os elevados predicados de que eram possuidores. Transformou logo água em vinho nas bodas de Canaá; fez a multiplicação dos pães e peixes, curou paralíticos, deu vista a cegos, ressuscitou Lázaro, curou a filha da viúva de Naim, expulsou uma legião de espíritos maus e dizia àqueles que o cercavam, «si vós quiserdes no futuro podereis fazer tudo o que eu faço e ainda mais». Querendo saber Jesus si os apóstolos estavam a altura . da missão que iam receber lhes perguntou: - Quem dizeis vós que eu sou ? Fez-se então um grande silêncio 1 Pedro respondeu: - És filho de Deus ,vivo; responde, então, Jesus: Pedro ! Não foi a carne que te revelou, nem tão pouco a tua inteligência, mas sim meu Pai que está no céu e sobre esta revelação que é firme como a rocha de granito edificarei a minha igreja e tudo o que com esta revelação ligardes na Terra também será ligada no Céu. Tenho muitas coisas a vos dizer mas não sois ainda aptos para compreender : mais tarde, porém, recebereis o Espírito Consolador que vos ensinará toda verdade. É preciso que eu vá para vosso bem, mas logo que eu for açoitado e morto irei primeiramente a meu Pai e voltarei entre vós para dar testemunho de mim.

Crucificado, o Mestre voltou e mostrando-se à Maria e outras mulheres disse

»Ide a Jerusalém, reuni-vos que lá estarei também e meu Pai mandará sobre vós o Espírito Consolador».

Foi justamente no Dia de Pentecoste que houve a grande explosão profética; em conjunto aqueles homens simples falaram todas as línguas em vigor naquela época.

Passaram-se quase dois milênios e a voz do Alto continua suas manifestações em todos os sentidos, os homens que tinham' poder e curavam enfermidades os apelidaram de feiticeiros, outros que falavam com os espíritos, curavam loucuras, os chamavam de bruxos. Enquanto os bruxos e feiticeiros eram perseguidos a santa madre igreja católica romana santificava seus adeptos que lhes reconhecia poderes do Alto. Os grandes escultores, pintores, mestres da Arte como Leonardo da Vinci, Rafael e tantos outros eram chamados «Gênios». Os grandes mestres da música, da poesia, da literatura, eram apelidados como «inspirados». Faltou somente o momento propício para que os homens recebessem a verdade prometida pelo Cristo de Deus.

Justamente provocado pelos Espíritos que eram encorajados para tal trabalho, foi que em 1848, em Hisdesvile, na América do Norte, na casa das irmãs Fox deu‑se o fenômeno de espíritos tão rumoroso que chamou a atenção de todos os sábios daquela época que estavam aparelhados para tal conhecimento. Para lá rumaram centenas de sábios para estudar de perto aqueles fenômenos. Logo reconhecida a verdade dos fatos e cientificaram-se de que tudo aquilo era objeto de meticuloso exame. Denizard Leon Hypolite Rivail foi designado e convidado para estudar os fenômenos Logo recebeu ordem do Espírito da Verdade para que dos quatro evangelhos escritos pelos apóstolos do Mestre ele verificasse o verdadeiro sentido espiritual, compilasse tudo aquilo e ditasse livros científicos e filosóficos a respeito. 0 segundo livro que foi o «Livro dos Médiuns» e que veio nos esclarecer como devíamos chamai, a partir daquela época, todos os profetas, todos os gênios, todos aqueles que foram santificados e todos os pitões, os feiticeiros, os bruxos do passado presente e futuro : Médiuns, que quer dizer intermediários entre dois mundos, receptadores por excelência da vontade dos Espíritos com todos os seus fenômenos com toda sua grandeza, livre de mentiras, de títulos convencionais, que a mediunidade não é privilégio de nenhum povo, de nenhuma religião e que se manifesta em todas as esferas sociais, das mais atrasadas às mais elevadas, e que quando a humanidade conhecer bem a mediunidade, terminará a loucura e o fanatismo e todos viverão debaixo da bandeira dos verdadeiros gênios.

(Revista Internacional de Espiritismo – Dezembro de 1968)