Da volta do espírito, extinta a vida corpórea, à vida espiritual

Cláudio Lourenço

O LIVRO DOS ESPÍRITOS
Capítulo III - Parte 2
Perguntas 149 à 165

DA VOLTA DO ESPÍRITO, EXTINTA A VIDA CORPÓREA, À VIDA ESPIRITUAL

  1. A alma após a morte; sua individualidade. Vida eterna.
  2. Separação da alma e do corpo.
  3. Perturbação espiritual

Enfim, mais uma fase da vida eterna, tempo de conhecer o que fizemos de nós, tempo de avaliar e de sermos avaliado. Momento de felicidade ou de sofreguidão. Ë como um final de ano, tempo em que paramos para refletir sobre nossos feitos.

Continuamos pensando, continuamos um só, integrados ao universo, mas continuamos um só. Somos uma identidade, um filho, somos um no universo, dando e recebendo ... Com o germe da perfeição ativo ou dormente caminhamos pela vida eterna, ele está em nós pois o pai lá o depositou.

A mudança, o retorno à espiritualidade após a vivência terrena é fato pelo qual todos passamos após período encarnado. É um despertar. E segundo seu apego ao corpo, à sensualidade, sua paixão por si mesmo, seu apego ao que é apenas material, este momento se fará agradável ou penoso, rápido ou lento.

O sentimento do "E agora?" ou do "Voltei !" é diretamente proporcional à elevação de nosso estado espiritual.

Nossos pensamentos, nosso conhecimento da verdadeira vida são facilitadores à nossa evolução. Os conhecimentos que adquirimos na Doutrina do Espiritismo são facilitadores ao nosso entendimento da verdadeira vida.

Não vivemos no passado, nem no futuro e nem no presente; vivemos no Eterno.

Memoremos o rico conteúdo desta frase que nos é transmitida e captemos derivações de idéias, sentimentos, pensamentos e atitudes para que nosso regresso à espiritualidade seja mais transparente, observe bem o uso da palavra transparente, e façamos desta oportunidade de estarmos encarnados algo que ditosos acrescentaremos como mais uma linha em nosso infinito curriculum vitae.

(Publicado no Boletim GEAE Número 293 de 19 de maio de 1998)