Doação de Órgãos

Wolmar Espindula

Doação de Órgãos - Um gesto de amor, se praticado em vida.

Sem querer assumir o pensamento mais correto, gostaria de registrar o meu pensamento, modesto, mas com a mente voltada para o nosso Criador.

Todos sabemos que o ser humano - nos encarnados - esta longe da Perfeição espiritual, dai advindo a preocupação com o nosso corpo apos a morte. Cristo deixou bem claro que a nossa verdadeira morada não e' a terra. Se tomarmos esta afirmativa como verdadeira, e eu recomendo, encontraremos respostas para todas as duvidas sobre o assunto, pois o nosso corpo físico pertence ao globo terrestre - somos matéria em transformação constante, morrendo e continuando vivo pela substituição de nossas células. Nosso espírito apenas se utiliza desse corpo. Se entendermos isso, ficara bem mais fácil aceitar a aplicação da ciência para aliviar compensar e dar condições novas ao corpo para que o espírito que o habita - provisoriamente - cumpra os desígnios de Deus. Nada haverá sem que o Pai permita.

Nada obstante, também tenho minhas preocupações. Mas estão voltadas para a parte comercial dos hospitais e seus médicos que, inclusive, promovem suas campanhas através de lobistas profissionais, visando tirar proveito de leis mal elaboradas. Mas, mesmo que tudo seja resolvido de maneira assassina, Deus estará protegendo os puros de coração.

Para encerrar, com minhas desculpas, gostaria de sugerir um movimento no sentido de que a lei pertinente seja acrescida de um artigo onde se condicione que nenhum hospital ou medico possa cobrar nada alem do que estabelece a tabela do INSS para os eventos de implantação de órgãos. Acabarão todos os riscos provindos da ganância medica. Que Deus ilumine a classe medica.

Um grande abraço, Wolmar Espindula

(Retirado do Boletim GEAE Número 275 de 13 de Janeiro de 1998)