Espiritismo e Espiritualismo

Serniom (espírito)

Espiritualismo se refere ao lado espiritual que todo o ser vivo possui. Significa a vida transcendental fora da matéria. Mas isso é uma visão muito simplista e singela da vida. Transcendência não quer dizer coisas que não podemos ver. é muito mais do que a simples visão óptica permite enxergar. Pode, por tudo o que queremos ter, significar matéria fora da estrutura visível. E isso existe. Matéria que não poderemos nunca enxergar quando encarnados mas que um simples olhar espiritual é capaz de observar como a que flui constantemente sobre esta pedra simples e fria. Estes sentimentos também não são os mesmos perceptíveis no plano terreno. As modificações que todos esperam acontecer com a "morte" não ocorrem como imaginamos. Estando presos a matéria grotesca e indiferente ao toque das mãos poderíamos imaginar que uma vida espiritual representaria uma forma de energia sutil e poderosa sobre a matéria mais desarrumada. A poderosa forca que me refiro é igual a constância de energia que numa nuvem é descarregada na tempestade. Poderia ser capaz de produzi-la mas ser incapaz de fazer mover um pequeno ser como uma formiga ou mesmo um ser microscópico como uma bactéria. Se isso fosse possível estaria desarrumando as faixas energéticas vibratórias que movem a vida. São forcas completamente diferentes e divergentes. Umas podem ser manipuladas e outras são mesmo intocáveis porque a regressão não existe e sim a progressão. Desta feita, nada se pode mover quando se esta' em fase superior a nossa. Desde que tudo isso ocorre na natureza maior, ou seja, natureza material, espiritual e intermediaria, temos que ter em consciência que espiritualismo nada mais é do que uma forma grosseira de definir algo que não se pode perceber no momento.

Espiritismo trata-se de uma expressão sintética e proposital para se esclarecer que a vida se move mais do que nossa inteligência. Refere-se, portanto, a nos mesmos independentes do lugar material em que habitamos ou convivemos no momento. As palavras que na realidade são as mesmas coisas quando analisadas de um lado, ou seja, espiritualismo e espiritismo se referem a existência da vida fora da visão óptica comum do ser humana, são também por outro lado, informações diferentes quando se refere a imagem que poderemos ver através de nossa mente. Como seres divinamente encarnados e em constante evolução tudo o que queremos ver será transformado em material não perceptível e transportado para qualquer ser em mesma sintonia vibratória. Grosseiramente falando, é como um radio ligado transmitindo uma informação descrita em detalhes que ao ser captada por diferentes indivíduos aparece na visualização mental de cada um com características diferentes daquela transmitida originalmente. A medida que as forcas evolutivas vão se aperfeiçoando é possível que as pessoas ouvintes da transmissão do radio consigam se aproximar da mensagem original mais real possível e tudo passa a ser transformada na mesma realidade pura e verdadeira. Mas em níveis de evolução muito inferior ninguém pode ter a visão da realidade porque ou ela foi transmitida erroneamente ou ela não foi possível de ser transformada na visão verdadeira.

O meu espírito não é diferente de nenhum ser humano. Mas minha posição certamente não é a mesma durante toda a minha existência e não é nunca igual exatamente a uma outra pessoa. Espiritualismo não deve ser confundido com Espiritismo no que se diz da realidade da existência do Espírito. Ao Espiritismo cabe dizer que somos seres individuais, eternos, em constante evolução que significa o progresso, a melhoria de todos os tipos e formas de vida que estamos imbuídos. Seria a definição de uma individualidade real e simples pela essência de sua criação e complexa no âmbito de sua forma de ação. Considera-se dessa individualidade a razão de tudo que podemos ver, entender e imaginar, isto é, a vida existe e não causa nenhuma inter-relação com a morte. é eterna e, portanto, não existe um começo e um fim. O inicio é algo não definido, pois tudo foi criado. A transformação evolutiva e infinita é a causa da inteligência e sempre esteve subordinada a Inteligência Suprema. O ser individual não pode nunca ser definido como algo que caminha para um todo. Assim, Espiritismo se refere ao ser individual pura e simplesmente e dai suas relações com tudo o que existe no universo.

Espiritualismo deve ser tema de importantes avanços no final deste milênio. Tudo é transcendental e belo. Caminha-se para uma busca constante de algo não visível. Isso é parte inerente gerado pela própria razão individual do Espírito. Todas as informações grupais com base no espiritualismo se referem no fundo ao Espiritismo, pois é da consciência individual que gera a visão material que se propaga pelo espaço. Essa matéria não é perceptível pela visão humana, como já citada.

O espiritualismo assim, se confundira' em breve espaço de tempo com o Espiritismo, pois as inter-relações com os indivíduos dos vários planos existentes serão cada vez maior no nosso planeta Terra, como as que ocorrem com os outros. De tudo isso, resta-nos uma coisa a saber, o que nunca foi realizado será' um dia...

Um amigo.

Serniom

Mensagem psicografada por Raul Franzolin Neto em 13/09/97


Nota sobre a mensagem:

A espiritualidade nos releva constantemente coisas surpreendentes e assim será' eternamente de acordo com as nossas possibilidades, dentro da harmonia necessária ao processo evolutivo.

A mensagem acima transmitida pelo amigo Serniom por meu intermédio me causou uma certa surpresa pela forma como foi escrita.

Li e a reli algumas vezes e acredito que algumas frases poderão não ser perfeitamente compreendidas. Enfim, julguei de interesse a sua divulgação aos nossos(as) amigos(as) leitores e vamos aguardar que o tempo nos ensine cada vez mais sobre a nossa vida.

Raul Franzolin Neto

rfranzol@usp.br

(Retirado do Boletim GEAE Número 256 de 02 de setembro de 1997)