Reencarnação de Allan Kardec

Raul Franzolin Neto

Recentemente, tem surgido muitos boatos sobre a possível reencarnação de Allan Kardec na Terra. O fato em si parece despertar interesse em muita gente, tendo em vista o avanço da doutrina espírita no mundo e o que ela representa para a vida em sociedade do planeta. A liderança de Kardec nos trabalhos da codificação feita em meados do século passado, permitiu grande credibilidade e segurança necessárias para o início de um novo tempo evolutivo ao nosso planeta. A seriedade e a dedicação, fundadas numa fé inabalável gerada pela razão e caridade, levaram o Codificador a estabelecer as bases para a compreensão da vida na Terra associada a vida espiritual além-túmulo.

A doutrina espírita ampara nossos corações numa das mais importantes etapas da evolução humana, o conhecimento da vida. Consola os aflitos sobre a existência. Ensina o homem a construir mais eficientemente e rapidamente a ponte que o leva a vida mais feliz, deixando para o passado, as lágrimas do sofrimento. E a cada vez que iniciamos em uma nova etapa, verificamos o quão foi útil a base sólida gerada pelo espiritismo. O mérito pessoal desse trabalho do professor Rivail para o sucesso do espiritismo é indiscutível. Entretanto, ele nunca esteve sozinho. Um grupo muito grande de pessoas trabalharam juntos, nos planos terreno e espiritual, sob a proteção Divina e certamente continuam crescendo sempre, conforme as novas fases vão surgindo. Muitos apareceram como baluartes espíritas, outros tantos mais, permaneceram ou permanecem no anonimato.

Esse trabalho árduo gerou embaraços e dificuldades ao codificador, mas muito mais, trouxe felicidade, paz e harmonia ao seu espírito causado pelos benefícios que a doutrina fornece ao homem. Poder observar diretamente da crosta terrestre como homem reencarnado o crescimento do seu trabalho como colaborador do estabelecimento de um planeta mais feliz, conforme os designo de Deus, seria realmente um presente agradável. Provavelmente algum outro interesse também importante deveria existir.

Analisando a evolução do espiritismo mundial, desde a sua codificação na França, muito provavelmente, o Brasil seria o mais adequado país para um possível retorno de Kardec, pois o proporcionaria um ambiente espírita ao seu redor e também,como um país de economia emergente, algumas condições básicas para uma possível atuação no movimento espírita. Mas se isso já ocorreu ou não ou se vai ocorrer, creio que dificilmente iríamos ficar definitivamente sabendo, tanto pela dificuldade natural do processo,quanto a um possível desejo próprio do codificador em permanecer sem ser identificado como tal, a menos que a sua identificação seja realmente necessária.

Assim muitos candidatos a Kardec reencarnado ainda aparecerão, resta-nos, entretanto, aguardar o momento oportuno para que o verdadeiro Allan Kardec possa manifestar-se como tal, caso isso venha acontecer um dia. De qualquer forma, a doutrina espírita continuará sempre viva em nossos corações transmitindo ao Codificador as alegrias pela felicidade que ela nos proporciona e a sua contribuição para uma vida melhor na Terra.

Raul Franzolin Neto
rfranzol@geae.inf.br

(Publicado no Boletim GEAE Número 313 de 6 de outubro de 1998)