Transcomunição Instrumental

Pedro Vieira

Por ocasião do 2o. Congresso Internacional de TCI, ocorrido em São Paulo, em meados do ano passado, pude acompanhar a psicografia do confrade Carlos Bacelli a que você se refere, e algumas coisas que percebi podem ser úteis `a nossa analise.

1) A TCI utiliza-se, ainda, de espíritos de pouco esclarecimento para a manipulação direta dos fenômenos (lembra-se das mesas girantes?). Tanto assim que o companheiro Raudive, em sua mensagem psicográfica, disse ser a própria psicografia 'uma experiência nova'. Embora não tenha a mensagem, me recordo que ele se refere `a 'dificuldade de escrever em inglês' e que teve que ser explicado que não seria uma boa idéia pelos mentores espirituais brasileiros. Portanto, tenhamos sempre um cunho critico nas colocações que esses espíritos fazem, não por mal, mas por *desconhecimento do processo mediúnico*.

2) No caso de Raudive, trata-se, aparentemente, de um Espírito de Bem, interessado no progresso para seu aprendizado e o cumprimento de uma missão de desbravamento, mas pude perceber muitos grupos no Congresso sendo altamente mistificados por Espíritos pseudo-sábios que dizem verdadeiras barbaridades ilógicas, aceitas sem problemas pelo transcomunicador menos esclarecido - e de teor vibratório compatível. Portanto, principalmente para a TCI (será que esqueceram que existe O LIVRO DOS MÉDIUNS?), *tenha bastante cuidado ao entender as mensagens transmitidas*, julgue, com rigor, porque até dizer que 'os Golfinhos são mais desenvolvidos que os homens e já deram presença na reunião mediúnica' já disseram.

3) O que acontece com a Transcomunição é um processo físico sim (não estamos falando em mediunidade ainda). Eles 'sintetizam' a voz humana, modulando-a por ondas que moldam o 'ruído branco'. Aquele sinal de radio sem sintonia ou, no caso do telefone, o 'ruído branco' simplesmente elétrico (inaudível ao ser humano). Deixarei para os físicos as conjecturas de que TIPO de ação pode agir sobre cada tipo de onda, mas são efeitos eminentemente FÍSICOS (eletromagnéticos ou não, mas a nível físico). Entre você fazer uma mesa girar e moldar um ruído branco de um radio ... a diferença grosseira não eh muita não.

Portanto, acredito que os Espíritos precisem sim utilizar-se de fluidos de nossa esfera de vibração, nem que seja na estação de transmissão do Plano Espiritual, onde podem gerar a certo local ondas de interferência para modulação, mas para agir sobre os fluidos da Terra ... não há jeito (leia A GÊNESE, Parte: OS FLUIDOS). Dessa forma, podem captar esses fluidos de médiuns de efeitos físicos muito distantes, não necessitando que estejam no local, já que a onda não eh gerada ali. São hipóteses plausíveis apenas.

4) Agora uma advertência: mesmo os brasileiros ESPÍRITAS estão se deixando empolgar de uma forma em êxtase pela TCI, o que não eh recomendável, pois que estão deixando de oferecer `as pessoas que procuram uma base fundamental para julgar e discernir as mensagens dos Espíritos. Meus amigos, o LIVRO DOS MÉDIUNS está aí! Se utilizassem ele os pesquisadores de TCI, certamente poderiam ter tido chance de aprender muito mais e ensinar `as entidades ainda ignorantes que abusam da sua credulidade. Então vamos `a campanha: "TCI com Kardec!".

Espero ter contribuído de alguma forma,

O amigo de sempre, Pedro Vieira.

(Publicado no Boletim GEAE Número 282 de 3 de março de 1998)