Comunicação com os espíritos

José Reis Chaves

Respondo as considerações que fez sobre mim o Sr. Dr. Evaldo A. D’Assumpção, em O TEMPO de 24-5-2003, a respeito da comunicação dos espíritos. E, primeiramente, quero dizer que não me considero um "expert" em

Cristianismo, mas apenas, um estudioso dele, sem as costumeiras viseiras dogmáticas.

O espírito é imortal. "Deus não é Deus de mortos, mas de vivos". Daí os espíritos comunicam-se conosco, mas não, obviamente, os seus cadáveres, como muitos vêem os mortos! O "deus Moisés" (muitos ainda consideram as Leis Mosaicas como sendo divinas), padres, pastores e o Quevedo perderam e perdem tempo em combater isso. E essa sua proibição foi sempre para nós, e não para os espíritos que só obedecem a ordens do Plano de Deus, inclusive, quando entram contato com o nosso mundo. E a comunicação não ocorre, necessariamente, só através de conversas, mas de várias outras formas: ouvir vozes (a que a Teologia Católica chama de locução interior), tiptologia (ruídos em objetos de madeira), luz (Estrela de Belém, choros, vultos, músicas, aparições, Projeciologia (arrebatamento), visões, psicografia, pneumatografia, intuição (inspiração), transfiguração ou ectoplasma (materializações de espíritos comprovadas pela Física Moderna), arrastamento de correntes e barulho de pés caminhando etc. "A Bíblia é um manual de psicografia" (Pastor

Presbiteriano Neemias Marien). A mediunidade é um assunto científico comprovado pela verdadeira Parapsicologia das grandes universidades do mundo, não a comprometida com o materialismo e interesses religiosos dogmáticos. O ex-Chefe do Gabinete Institucional de FGC, general Alberto Cardoso, é médium. Ele seria um charlatão? E muitos santos canonizados pela Igreja seriam também charlatões?

Os fatos do mundo espiritual se nos apresentam como se fossem fenômenos oníricos (de sonhos), pois só, assim, os podemos perceber. Sobre a Transcomunicação, a NASA está avançada nas pesquisas dela. E o engenheiro mecânico Dr. João Bosco Assumção é um pesquisador dessa técnica em BH. Já a médium psicógrafa Zíbia Gaspareto pode fazer do dinheiro de seus cinco milhões de livros vendidos o que ela bem entender, pois o próprio Deus respeita o seu livre-arbítrio! Seu filho, psicólogo formado nos EE.UU., e médium de pinturas, Luiz Gasparetto, não tem religião nenhuma."Derramarei de meu espírito sobre toda carne". E todo espírito humano é uma espécie de sopro ou energia inteligente emanada de Deus. Daí a expressão "de meu Espírito".

Exemplos de comunicação ou interação entre nós e os espíritos: a " Comunhão dos Santos" (Maria, os espíritos santos, do Purgatório e nós), o Espírito de Verdade, Jesus e até Deus, pois todos são espíritos!

Autor de "A Face Oculta das Religiões", Ed. Martin Claret, entre outros livros. E-mail: escritorchaves@ig.com.br