Ressurreição e Reencarnação

José Reis Chaves

Para algumas pessoas, a reencarnação não está na Bíblia. E para outras, a Bíblia até a condena. Mas a própria ressurreição do corpo é uma reencarnação, pois é o espírito apossando-se novamente da carne. Mas para que essa valorização toda da carne? E como fica Deus e os anjos que não têm carne? Jesus advertiu-nos: "A carne para nada aproveita". "Anjo Gabriel" quer dizer "homem de luz", o "homem Gabriel" (Daniel 9, 21). Um anjo pode, pois, ser também um espírito humano, obviamente desencarnado, ressuscitado, definitivamente.

O povo judeu, equivocadamente, admitia que Jesus pudesse ser a ressurreição de Jeremias ou de outro profeta.. Mas aqui se percebe que ressurreição para aquele povo significava também reencarnação, pois sabia que o corpo de Jeremias era pó no cemitério. E por que Jesus não condenou essa crença judaica.? Teria Ele pecado por omissão ou também a aceitava?

Malaquias (4, 5) profetizou que Elias voltaria como sendo o Precursor (João Batista) de Jesus. E de certa feita, Jesus fala de Elias, e os discípulos entendem que se trata de João Batista mesmo (Mateus: 17, 11, 12 e 13). E de outro modo mais contundente, ainda, confirma-o o Mestre: "Porque todos os profetas e a lei profetizaram até João. E, se o quereis reconhecer, ele mesmo é Elias que estava para vir" (Mateus: 11, 12, 13 e 14). Também o Papa São Gregório Magno (século VI) ensinava que João Batista era a reencarnação de Elias (Gregório Magno, Homilia 7, in Evang., Patrol. Lat., vol. 76, col. 1100). E Elias degolou 450 soldados de Baal. Assim, pela Lei de causa e Efeito, João Batista, por ser o mesmo Elias, teve também a cabeça cortada! Segundo um dos dogmas, a ressurreição é do corpo, mas para a Bíblia é do espírito: "Há dois corpos, um espiritual e outro da natureza, e ressuscita corpo espiritual" (1 Coríntios 15, 44). E o espírita crê em mais de uma ressurreição do espírito: no mundo espiritual, após a morte do corpo; no corpo que nasce (reencarnação); e no mundo espiritual, definitivamente, quando o espírito não tiver mais carma, pois "ninguém deixará de pagar até o último centavo". Assim é que para o pastor presbiteriano reencarnacionista Neemias Marien, do Rio, com vários diplomas de doutor em Bíblia em universidades européias, o maior reformador do Cristianismo não é Lutero, mas, sim, Allan Kardec.

Assistindo ao programa "Ampla Visão" da TV Gazeta, apresentado por Alamar Régis Carvalho, aos domingos, de 20,00 às 21,00 horas, podemos informar-nos desses assuntos.

Temos, pois, dois caminhos a seguir: ou o dos dogmas, com a desacreditada ressurreição da carne, ou o da Bíblia, com a ressurreição reencarnacionista e racional do espírito, já aceito por 2/3 da população mundial, segundo a pesquisa da Igreja Anglicana feita pela Universidade de Oxford, em 212 países (previsão para o ano de 2000).

Autor do livro "A Face Oculta das Religiões" (Ed.Martin Claret), entre outros. E-mail: jrchaves@redevisao.net