Em torno do quinto centenário do Brasil

Camilo (espírito)

Nas dimensões do Mundo Espiritual Superior, desde há muito, egrégios Mentores da pátria brasileira, Numes tutelares do seu povo, vêm desenvolvendo incontáveis atividades evocativas desse especial natalício.

Em várias ocasiões, em paragens diversas, venerandos Prepostos de Jesus Cristo se reuniram com numerosos companheiros, vinculados ao dia-a-dia da nação brasileira, muitos dos quais ainda encarnados no planeta, a fim de avaliar e reavaliar tudo quanto se conseguiu fazer, tudo o que vem sendo feito, e o que está projetado para o porvir dessa terra, esperando as mentes abertas às captações bem-aventuradas e os braços dispostos para as realizações. Foram e têm sido formidáveis encontros de trabalho, com os olhos de todos voltados para o futuro do nosso país.

É certo que essas luminosas Entidades reuniram-se com almas relacionadas ao desenvolvimento dos diversos níveis da vida brasileira, com propósitos renovadores.

Foram enfocadas questões alusivas às reencarnações, às provações e às expiações de indivíduos destacados e do povo; foram levantadas situações graves, com necessidade de soluções urgentes, alusivas às esferas religiosa, administrativa, econômica, política, artística e social.

Cogitou-se da convocação de valorosos instigadores do progresso da brasilidade, que remanescem no Invisível, verificando-se a conveniência de suas reencarnações, com rapidez, nesses tempos definidores da vida do mundo, particularmente, da vida do Brasil, com a intenção de propulsar os movimentos de digna cultura e de espiritualização no seio das massas populares.

Dos nobres seres encarnados, vinculados a compromissos de menor exposição pública, quais deles poderiam ser remanejados para assumir a função honrosa de instrumentos de Jesus, nos destinos futuros da terra em apreço? Por outro lado, quanto aos que estão em ruidosa evidência ante os olhos da sociedade, quais necessitarão do afastamento dessas exposições atuais, a fim de serem internados em necessário isolamento para que tenham ensejo de efetuar profundas meditações? Isso seria providencial para que não se tornem mais e mais carregados de comprometimentos lamentáveis, pelo mau uso das oportunidades que a vida lhes outorgou, entendendo-se que já obtiveram na Terra o galardão que almejavam, como ensinou o Celeste Amigo.

Os rumos do Brasil vêm sendo traçados pelos seus Nobres Guias, a fim de que não se demore mais tempo a assunção brasileira dos compromissos com o bem, que estavam previstos para essa época, e que não foram ainda lobrigados.

A grande ênfase dada pelos Luminosos Imortais incide sobre a educação. É a educação, na sua mais expressiva amplitude, o interesse mais marcante do Mundo Superior para com o povo brasileiro. Todos os progressos, de quaisquer dimensões ou modalidades, somente se efetivarão por meio de bem urdidos processos educativos, que tenham começo na ternura dos lares, que se alastrem pela seriedade das escolas e que se dilatem pelos espaços profissionais, burilando, desse modo, todos os estágios da vida da sociedade.

Os brasileiros devem muito ao Brasil, nos seus quinhentos anos, considerando a generalidade. Sob justificativas de maus governos e maus doutrinadores, de problemas sócio-econômicos, em múltiplos níveis, deixam-se picar pelos venenos da indiferença, do desapreço, dos maus tratos para com seu rincão, passando a valorizar somente o que contatam em outros países, o que ouvem dizer de outros povos, esquecendo ou ignorando, muitas vezes, os episódios de guerras, de asperezas econômicas, de rígidas disciplinas sociais que tiveram que aceitar e vivenciar, para que chegassem aos patamares materiais aos quais chegaram. É lamentável.

Há sido o egoísmo, com todas as suas máscaras, o grande motivo da procrastinação desse tempo feliz para os espíritos aqui renascidos.

Sem embargo, a lei de causalidade não deve ser desconsiderada em nossas reflexões. Muitos vieram retomar novo corpo físico no Brasil, em razão das necessidades provacionais que conduziam, sendo aqui o mais adequado campo de lutas para suas realidades íntimas, segundo as decisões do Infinito.

É por demais alarmante o efeito das concepções e práticas materialistas, assumidas por largas faixas da população, nesses dias presentes, que nem sequer poupam as formações religiosas de diversas cores ou bandeiras onde vemos medrar, como erva daninha, um número assustador de indivíduos superficiais e ansiosos por converter as propostas do Reino de Deus em mônadas materiais. Por conseguinte, as Representações do Cristo, na psicosfera brasileira, decidiram tomar medidas rápidas e consistentes, de modo a não se alterar o projeto firmado pelo próprio Mestre Jesus, junto às Almas Venturosas por Ele situadas à frente dos destinos do Brasil, com vistas aos dias porvindouros dessa terra.

*

O nosso querido companheiro Sebastião Lasneau, inserido no grupo dos baluartes do bem, sentindo-se alcançado pelas emoções evocativas desse importante aniversário, foi elegido por todos nós, os desencarnados que mourejamos junto à Sociedade Espírita Fraternidade, de Niterói, para exprimir, por meio da sua sensibilidade, os nossos sentimentos, uma vez que nos unimos a essas comemorações que vêm tendo lugar nas regiões espirituais, sem os ingredientes imediatistas, tantas vezes anacrônicos, que caracterizam muitas tumultuadas solenidades terrenas.

Por aqui, pelas plagas do Invisível, o que se vê e ouve são alusões à importância desse país, ante as carências gerais que assinalam a maioria dos seus filhos; são referências à gratidão que devemos ao Criador por nos haver concedido esse recorte planetário, tão belo e tão especial, para que nele pudéssemos realizar a trajetória na busca da felicidade; são apelos a um maior acercamento do pensamento do Cristo Excelso, desenvolvendo, com dedicação, os trabalhos da Grande Luz no mundo, a fim de que as Falanges da Desarmonia não logrem vitória por causa da postura descuidada do rebanho desatento do Mestre.

Aqui sabemos que todos os problemas que afetam o Brasil, hoje, tais como a fome, a violência, a criminalidade, o corrompimento, o mau direcionamento das questões políticas, foram criados pelos brasileiros, senão nos dias de hoje, nos dias de antanho, e que por eles, renascidos agora, ou retornados no amanhã, deverão ser solucionados.

Nosso Lasneau esmerou-se. Nas suas abordagens, passa de leve pelas questões controvertidas, sobre as discussões de mil eventos que importam aos encarnados e as suas disposições de lutas. Deteve-se nosso amigo no espírito otimista, gratulatório, no pensamento de louvor e enaltecimento, deixando-nos a certeza de que, no concerto das nações, o nosso Brasil não está abandonado pela Divina Assistência.

Abraçamos o abençoado companheiro desencarnado, que prossegue na expansão do bem e do belo, através da sua poesia, nas evocações justas do primeiro centenário do seu renascimento nas terras brasileiras, e dos trinta e um anos de seu retorno à Pátria Espiritual, após 69 anos de acuradas pelejas expiatórias, vitoriosas, no chão do mundo.

Cantemos com o nosso bom Lasneau as belezas da terra e do povo brasileiros. Unamo-nos a ele nesse hino de exaltação a Deus por nos haver oferecido, como campo de trabalho atual, o solo, o céu e o psiquismo do Brasil, e roguemos ao Grande Pai por esse povo e por esse chão, abraçando, ternamente, o nosso inspirado Poeta, no seu grande centenário.

Oferecemos, assim, aos nossos irmãos sensíveis, esses granetes de ouro retirados por Lasneau dos rios caudalosos e auríferos da vida, com a batéia especial das suas emoções, nascidas das evocações desse penta centenário da descoberta do Brasil.

Mensagem psicografada pelo médium J. Raul Teixeira, em 22.5.2000, na Sociedade Espírita Fraternidade, Niterói-RJ.

Esta é a mensagem de apresentação do livro que está no prelo, Exaltação ao Brasil, ditado pelo espírito Sebastião Lasneau, psicografado por Raul Teixeira.

(Jornal Mundo Espírita de Julho de 2000)