Especialmente aos Jovens - III

Jornal Mundo Espírita de Março de 2001

Joanna de Ângelis Responde

Proliferam, atualmente, muitos livros falando sobre a capacidade ou o poder do "pensamento positivo". Como cultivar esses pensamentos em nossos hábitos diários?

R. Muito se tem escrito sobre as fórmulas proveitosas dos "pensamentos positivos" elaborando resultados eficientes, imediatos.

A Psicologia ao estudar mais profundamente a psique humana, através da Psicanálise, constata que todas as impressões conscientes ou não se arquivam na inconsciência, de cujos depósitos transitam, retornando à consciência, a seu tempo.

Ora, enviando-se mensagens constantes e positivas aos arquivos da mente, oportunamente estas aflorarão realizando o mister a que se destinam.

Pouco importa que as impressões remetidas sejam acreditadas ou não. O essencial é que sejam enviadas ininterruptamente, de tal modo que consigam expulsar aquelas que criaram o clima de pessimismo em que habitas.


Naturalmente que aqueles que consideram as coisas possíveis, possíveis estas se fazem.

Todavia, a fixação da possibilidade obedece ao mesmo mecanismo de registro, que o tempo consegue dominar com ou sem aceitação consciente disso.

Dize diariamente e muitas vezes "sou feliz, lutarei, pois, contra as minhas imperfeições, consoante os ditames cristãos."

Criarás um hábito, empolgar-te-ás com ele, conseguirás a prática das virtudes evangélicas, a princípio por automatismo psicológico, depois por entusiasmo racional.

Começa a considerar todas as pessoas como sendo bondosas e amigas; refere-te às suas qualidades superiores, mínimas que sejam, sem azedume, e descobrirás, surpreso, em breve, que todos são realmente bons nos seus valores afirmativos...

Também te impregnarás de bondade e cantarás, sem que o percebas, a mesma alegria do Senhor e dos Seus discípulos, começando novos tempos para a própria vida na Terra, sereno e realmente ditoso." (Espírito e vida)

O pensamento pode agir sobre o nosso organismo e a nossa saúde?

R. A ação do pensamento sobre a saúde é incontestável.

Vejamos alguns exemplos:

a ansiedade estimula a secreção da adrenalina, que sobrecarrega o sistema nervoso e o descontrola;

o pessimismo perturba o aparelho digestivo e produz distúrbios gerais;

o medo, a revolta são agentes de úlceras gástricas e duodenais de curso largo.

Da mesma forma, a tranqüilidade, o otimismo, a coragem são estimulantes que trabalham pela harmonia emocional e orgânica, produzindo salutares efeitos na vida.

O homem se torna o que pensa, portanto, o que quer. (Episódios diários)

De modo geral, as pessoas lutam para conquistar êxito e aplauso. O que representam essas conquistas para o Espírito?

R. Nem sempre o êxito e o aplauso, o apoio como a glória terrestres significam conquistas valiosas para o Espírito. Cada uma representa, invariavelmente, um empréstimo divino, de forma que o aprendiz humano invista esses estímulos no próprio crescimento.


Júbilos, facilidades, conforto, beleza e saúde são concessões espirituais de que os seus possuidores terão que prestar contas, conforme o uso que deles façam.

(Desperte e seja feliz)

Da obra: Joanna de Ângelis responde
psicografia de Divaldo P. Franco

(Jornal Mundo Espírita de Março de 2001)