O Cinema

Andrey Cechelero

Sua utilização na Evangelização Espírita

A sétima Arte consegue reunir todas as outras (Arquitetura, Escultura, Pintura, Literatura, Oratória, Música) , trazendo imagem e som para um mesmo contexto.

Não há ainda, infelizmente, nenhuma obra cinematográfica Espírita, mas as idéias principais de nossa doutrina já estão em muitas produções. Por isso, a utilização de trechos de filmes poderá engrandecer muito nossas análises e conhecimentos. Da mesma forma que uma música, um conto pode introduzir um tema, o cinema conseguirá ilustrar com perfeição muitas situações e experiências.

A seguir, apresentamos uma lista de sugestões de algumas obras que podem ser aproveitadas. Para um entendimento melhor, colocamos ao lado os temas que podem ser introduzidos com tais trechos:

Lista de Filmes

1. GHOST_ comunicação mediúnica, mistificação, identificação dos espíritos, vida depois da morte, afetos, penas e recompensas;

2. ALÉM DA ETERNIDADE _ anjos da guarda, imortalidade, vida depois da morte, perturbação espiritual, verdadeira afeição;

3. O CÉU PODE ESPERAR _ reencarnação, mecanismos reencarnatórios, paisagem no mundo espiritual;

4. IRMÃO SOL, IRMÃ LUA _ missão dos homens na Terra, servidores de Jesus, missionários, amor à natureza, renovação, renúncia, programação reencarnatória (Francisco e Clara), pureza doutrinária;

5. JESUS DE NAZARÉ(Zefirelli) _ vida de Jesus, passagens, vários outros tópicos;

6. AMADEUS _ genialidade (reencarnação), inspiração (cena da morte, por exemplo), obsessão (o mascarado e sua consciência), Salieri (Como pode Deus Ter dado tais dons a uma alma tão desregrada? _ referindo-se a Mozart);

7. MINHA AMADA IMORTAL _ genialidade (reencarnação), surdez de Beethoven, inspiração etc.

8. OLHA QUEM ESTÁ FALANDO _ questão do espírito reencarnado, psicologia infantil;

9. PLATOON _ a violência da guerra, a crueldade (cena em que os americanos matam crianças, velhos e mulheres sem piedade, na aldeia);

10. A LISTA DE SCHINDLER _ o holocausto, o preconceito racial, a bondade dos que desejavam libertar os Judeus, progresso intelectual x moral;

11. TÂO LONGE, TÃO PERTO _ comunicação com os espíritos (pensamento), anjos e demônios, plano espiritual e plano terreno (preto e branco e colorido, cena em que participa Mikail Gorbatchev), influência dos espíritos em nossos pensamentos e atos;

12. DRÁCULA _ projeções fluídicas, fotografia do pensamento (cena em que a sombra do Conde, realizando seus desejos íntimos, busca enforcar seu convidado). Revolta contra os desígnios divinos (revolta contra a Igreja após a morte de sua esposa);

13. SONHOS (Akira Kurosawa) _ aceitação da morte (O túnel), inspiração, loucura (Corvos _ Vincent Van Gogh);

14. BARAKA _ religiões e seus cultos, a pobreza (cenas de um depósito de lixo), mundo atual (comparação entre seres humanos e animais _ pintinhos), paisagens da Terra (Deus);

15. MINHA VIDA _ preparação para a morte, resolução de todos os problemas antes de desencarnar, a visão que se tem da morte, a dedicação daqueles que nos amam (esposa). Relações familiares (Bob e seus pais), crises, problemas antigos, rancores guardados, perdão, a família perante as dificuldades;

16. PATCH ADAMS _ missionários, importância do sorriso, terapia do otimismo, da alegria, doenças e doentes, amor ao próximo;

17. ENCONTRO MARCADO _ preparação para a morte, medo da morte, figura mitológica da morte (personificação), a passagem (a ponte);

18. A VIDA EM PRETO E BRANCO(Plesantville) _ preconceito, reação das pessoas em relação ao novo, ao que não conseguem entender, traçar paralelo - visão limitada (vida presente) x visão ampla (outras vidas, outros mundos). A tendência a não se acreditar naquilo que não se compreende, rejeição de idéias novas, que rompam os padrões culturais _ traçar paralelo com imortalidade da alma, reencarnação, e a dificuldade que as pessoas têm em aceitar tais realidades;

19. AMOR ALÉM DA VIDA _ vida após a morte, o desligamento do espírito, ligação aos entes queridos na Terra, obsessão (de Cris por sua esposa logo após a sua morte). O mundo espiritual, criações fluídicas, animais no mundo espiritual (ausência do período de erraticidade dos animais), ideoplastia. Explicação sobre o que é o espírito (dada pelo espírito de um Dr. que o acompanha, quando atravessam um lago. O "inferno" e o "céu" como estados d´alma. As regiões umbralinas, o suicídio, a reencarnação, almas gêmeas, reencontro com os entes queridos no mundo espiritual etc...

20. O SEXTO SENTIDO _ mediunidade, despertar das faculdades mediúnicas nas crianças. Prisão das pessoas a seus problemas, sofrimentos, mesmo após a morte. Mortes violentas. Utilização da mediunidade, missão dos médiuns. Vida após a morte.

Arte e Espiritismo

Dois instrumentos de evolução, de busca de uma "beleza eterna"...

Sim, a Arte busca o Belo, e também o Espiritismo, pois trabalha pela reforma íntima do ser, isto é, pela conquista de uma Beleza interior maior.

É nossa função, como evangelizadores, unir estes dois instrumentos, colocando um a serviço do outro, fazendo com que a beleza se revista de bondade, e alcance, nos corações, os horizontes divinos da paz.

(Jornal Mundo Espírita de Outubro de 2000)