Aconteceu na Casa Espírita

Orson Peter Carrara

Título bem sugestivo este. É o mesmo de livro lançado pelo departamento editorial do Centro Espírita Allan Kardec, de Campinas. Ditado pelo Espírito Nora, na psicografia de Emanuel Cristiano, o livro surge em momento importante para o movimento.

Considere-se que os cuidados com o Centro Espírita devem merecer atenção permanente de dirigentes e trabalhadores. O próprio objetivo de uma Casa Espírita, suas atividades e o numeroso público sempre envolvido - entre tarefeiros, dirigentes e o próprio público - trazem desdobramentos complexos. Seja no relacionamento interpessoal, nas providências para seu bom funcionamento, e claro na fidelidade que deve manter à orientação espírita.

Mas não é só isso. Uma Casa Espírita tem programação nobre. Sua função principal, prioritária, como se sabe, é ensinar Doutrina Espírita. Isto significa esclarecimento para muita gente e por conseqüência isto também desperta atenções contrárias. Espíritos desejosos de interromper o trabalho do bem e do progresso da coletividade, infiltram-se nos grupos espíritas tentando desviar o caminho. Aí começam as lutas, através das chamadas "fofocas" ou das vaidades humanas, nas competições e lutas internas, sempre usando as imperfeições humanas.

Ora, isso provoca verdadeiras "rachaduras" espirituais em suas estruturas. Quando andamos desatentos e nos deixamos envolver pelas sugestões infelizes, abrimos as defesas e então nossos irmãos interessados na derrota das tarefas, conseguem relativo êxito.

É quando começam os problemas nos lares dos companheiros. É quando diretores e tarefeiros começam a se desentender e a surge a desconfiança, o comentário infeliz.

Lutas conhecidas essas, não é mesmo ?

Pois o livro, em linguagem muito simples e objetiva, em forma romanceada - através de diálogos bem construídos - aborda a grave questão das infiltrações infelizes em nossas Casas Espíritas. Com amplo esclarecimento doutrinário, o livro é de grande utilidade para os grupos espíritas, inclusive para estudo doutrinário, pois propicia reflexões que levam a cuidados que previnem dessas infiltrações.

Toda Casa Espírita passa por momentos de dificuldades e o livro mostra bem a atuação de espíritos equivocados, que aproveitando-se também dos equívocos dos encarnados, tentam entravar, paralisar e destruir totalmente as bençãos do trabalho espírita. Realidade que não é rara, diga-se de passagem.

Como bem destacado pelo Codificador Allan Kardec, o livro vem realçar e somar os constantes apelos para o estudo doutrinário, único caminho capaz de impedir fracassos e ridículos tão comuns.

Assim como os homens planejam o que fazem, da mesma forma procedem os espíritos. Tanto os bons e superiores como os inferiores e mal intencionados. O livro mostra bem este aspecto: a organização trevosa tentando destruir um Centro Espírita e a ação dos Benfeitores Espirituais, ao lado do esforço conjunto dos dirigentes encarnados. Recomendamos o livro com muita ênfase.

Em seu início, após o prefácio e mensagem do Dr. Wilson Ferreira de Mello, a página Aconselhando o Médium constitui vigorosa advertência a todos nós, estudiosos e trabalhadores do Centro Espírita. Confira! Basta solicitar em Distribuidoras ou Centros Espíritas.