Aprendizado é hábito

Orson Peter Carrara

Prezado leitor: queres ter uma vida entusiasta? Queres sentir-se sempre motivado?

Observe pessoas com mais de 50 ou 60 já entregues ao desalento, desatentas, com dificuldades de concentração e apenas esperando o tempo passar... Veja a dificuldade de acompanhar a velocidade do tempo ou o alheamento com a realidade dinâmica da vida. Ou mesmo a resistência com o novo... Sabe qual a causa? Deixaram de ler...

Sim, isto mesmo!

Quem vive lendo sempre estará motivado. A mente viaja, descobre sempre mundos novos e vive atualizado. Aqueles que deixam de experimentar esse prazer, ficam mortos em vida. Ler é viver! Ler, estudar, pesquisar...

Estar atualizado, selecionar leituras, estar integrado com a realidade do mundo. Isto motiva viver.

Descobertas recentes indicam que a leitura constante tem consequência o estímulo da neurogênese, ou seja, a fabricação ou ativação natural de neurônios. Quanto maior for o estímulo do cérebro humano, maior será sua capacidade de retenção da memória. Essas informações estão na revista "Nature Neuroscience" que apresenta conclusões na área do aprendizado humano em pesquisas feitas pelo Instituto Salk, na Califórnia, Estados Unidos.

Por isso é importante exercitar o cérebro lendo muito, ouvindo boas palestras, exercitando diálogos, perseverando em pesquisas e buscando aprender sempre. Quem se entrega, quem para, está morto...A vida é muito dinâmica para ser vivida na ociosidade. Temos muito que aprender, em qualquer área.

Aprendizado, portanto, é hábito. Basta exercitar para transformar em hábito.

Quando soubermos de palestras, cursos, atividades artísticas e culturais, procuremos estar presente. Sempre há o que aprender. E deixemos de julgar préviamente. Só podemos falar daquilo que conhecemos. E para conhecer é preciso ler, estudar, pesquisar...

Ler jornal, revista (inclusive do Walt Disney), livros. Interessar-se, eis o segredo.

Baseamos nosso artigo em matéria de Ricardo Melo, consultor em aprendizado em Betim-MG.