Verdade, Realidade e Fantasia

Orson Peter Carrara

A estória que transcrevo a seguir, ouvi-a de Divaldo Pereira Franco. Ei-la, resumidamente aos leitores:

Moral da estória: A VERDADE às vezes precisa vir disfarçada com a fantasia, para não ferir ou assustar. A REALIDADE muitas vezes cria duros embaraços. Observe que o próprio EVANGELHO vem apresentado na embalagem das parábolas que trazem grandes verdades para serem assimiladas. Porém, respeita a fragilidade humana que leva algum tempo para assimilar os grandes ensinamentos. Assim também nos relacionamentos humanos: a VERDADE precisa muitas vezes vir adoçada com alguma fantasia para que não percamos a noção da felicidade. Que usemos a reflexão para as grandes VERDADES de nossa vida.