A Feira do Livro Espírita

Naiara Taici Ferreira de Oliveira

de Ribeirão Preto, SP

Como sabemos, o Livro Espírita é semente que se plantada, garante a colheita farta no solo do Espírito.

E, em nossas praças públicas, esta semente está germinando, florescendo, frutificando e, o que nos deixa muito felizes, se multiplicando...

É uma árvore grandiosa, belíssima... A FEIRA DO LIVRO ESPÍRITA.

Sua raiz: o Evangelho de Jesus.

Seu tronco: as obras de Allan Kardec.

Sua copa: a Literatura Espírita.

Seus frutos: os livros – a Educação para sempre, o aprendizado.

O solo fértil para o plantio dessa semente são os dias de hoje, na importância que lhes representam para o Espírito imortal.

A Seara é imensa e os trabalhadores formam equipes de trabalho para dinamizar os diversos setores. Isto é servir, é espalhar, é semear a boa semente.

Assim, a Feira do Livro Espírita tem o objetivo de divulgar a Doutrina Espírita oferecendo as obras a preço de custo, para que justamente todos tenham condições de adquirir o Livro Espírita.

É realizada em praça pública, para fazer com que a divulgação alcance toda a coletividade. Nossa cidade tem um grande papel na Divulgação da Doutrina Espírita até mesmo pela quantidade de Centros e Sociedades Espíritas - quarenta e sete - filiadas a USE-RP. A partir deste papel era necessária a expansão, o que resultou a 28 anos de Feira do Livro Espírita, ou seja, a primeira foi realizada em 1974.

A Feira do Livro Espírita além da divulgação do Espiritismo; incentiva o hábito da leitura, do estudo doutrinário; cria valiosa oportunidade para união da família Espírita; proporciona a entrada de novos companheiros no trabalho; favorece a aquisição de livros Espíritas por preços reduzidos; incentiva a criação e enriquecimento de Bibliotecas nos Centros Espíritas, além do imensurável benefício daqueles que, através desses livros encontram esclarecimentos, respostas e consolação.

Tem ainda o mérito de, em plena Praça Pública, proporcionar o esclarecimento sobre o que é o Espiritismo, desfazendo preconceitos e esclarecendo o público acerca de seus postulados.

A maior preocupação entretanto deve ser em relação aos livros que são levados à Feira. Devemos selecionar o melhor da Doutrina Espírita, buscando sempre a pureza doutrinária.

Cabe-nos deixar as melhores obras acessíveis, oferecer algo verdadeiramente bom, livros realmente espíritas comprometidos com a Causa no respeito à pureza doutrinária. Seria como se, diante de um grande pomar, deixássemos os melhores frutos para os visitantes saborearem e fortalecendo-se, entender a Vida como bênção.

A nossa feira aí está... estamos nos aproximando dela... somos todos chamados ao trabalho... Aceitemos a oportunidade... venha, visite, participe, trabalhe pois já entendemos que Doutrina Espírita, o Cristianismo redivivo, é o caminho para o crescimento, renovação e libertação em Jesus.

(Jornal Verdade e Luz Nº 185 de Junho de 2001)