Manoel Fernandes Figueira

Anuário Espírita - 1979

Nasceu no Rio de Janeiro, a 18 de dezembro de 1829 e retornou ao Plano Maior, na mesma capital aos 26 de novembro de 1918, um mês antes de completar 89 anos de idade.

A 3 de outubro de 1884, assinou a ata de fundação da Federação Espírita Brasileira, juntamente com Elias da Silva, Antonio Pinheiro Guedes, Ewerton Quadros e um pugilo de seareiros de primeira grandeza, entre os pioneiros do Espiritismo no Brasil.

Mais tarde o Prof. Fernandes Figueira fundou o Centro de Estudos Espiríticos, a 12 de dezembro de 1888, funcionando na própria FEB. Hoje esse Grupo tem o seu nome e funciona na Trav. José Bonifácio, 12, no bairro de Todos os Santos (RJ).

Tornou-se espírita quando o Major Ewerton Quadros lhe emprestou “O Livro dos Espíritos”, que de início não quis ler por preconceito. Por insistência do amigo leu e empolgou-se com a lógica e clareza dos ensinamentos ali contidos. A partir daí, Prof. Fernandes Figueira tornou-se um dos baluartes do movimento espírita no Rio de Janeiro, até os últimos instantes de sua vida terrena. O “Reformador”, revistas e jornais de sua época, falam de seus feitos em prol da propaganda espírita, encabeçando movimentos que ficaram nos anais da Doutrina.