Tamanho
do Texto

Centro de Documentação e Obras Raras

No dia 26 de maio de 2018 durante o lançamento do Livro A Gênese- Primeira Publicação Brasileira da Obra Original pela Fundação Espírita André Luiz, foi apresentado ao público na ocasião o Centro de Documentação e Obras Raras, que oferecerá um amplo acervo inédito e histórico para estudo de pesquisadores e do público em geral.

O material que está sob a responsabilidade do Instituto Canuto Abreu em parceria com a FEAL,
tem o objetivo de garantir a preservação desse verdadeiro tesouro literário que guarda a memória do Espiritismo redivivo. “Eu tenho muito respeito por tudo aquilo que o Kardec imaginou, pensou”, afirma Lian Duarte, neto e responsável pelo Instituto Canuto de Abreu.

O grande papel desse acervo é colocar a disposição do público todo esse material até então desconhecido. São mais de 700 documentos de Allan Kardec, manuscritos originais de Kardec, cartas escritas por personalidades importantes na história do espiritismo como Gabriel Dellane, Léon Denis, Camille Flamarion, Amelie Boudet.

“Chegou a hora da Doutrina divulgar também essas coisas que estavam todas guardadinhas, mas agora vamos revelar com um critério melhor”, explica José Antônio Lombardo, diretor presidente da Fundação Espírita André Luiz.

Fiel ao princípio que “A história do Espiritismo precisa ser recuperada, divulgada, profundamente conhecida pelos espíritas”, o Centro de Documentação e Obras Raras representa um projeto para a recuperação histórica do Espiritismo.

Em breve mais novidades sobre esse importante projeto de pesquisa para ampliação do conhecimento sobre o Consolador Prometido por Jesus e suas revelações transformadoras

Comentários

logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_uniespirito logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior