Tamanho
do Texto

Aplicado Grupo Curador de Marmande

Há algum tempo que, junto com alguns amigos trabalhamos com as bases do Grupo Curador de Marmande, conforme consta na Revista Espírita, maio de 1867. O relato aborda a aplicação de magnetismo por parte de parentes e amigos como forma de curar enfermidades.

Neste texto narramos caso que estamos acompanhando. Abaixo a descrição:

Há alguns anos a senhora A. P. F, de 85 anos, teve um Acidente Vascular Cerebral com algumas sequelas. Diante da situação, a senhora A. P. F passou a apresentar depressão, perda do humor e insônia. Seguindo as recomendações do Grupo Curador de Marmande (naturalmente que adaptada a realidade e o contexto dos envolvidos) passes foram aplicados na senhora A. P. F pela sua filha durante 8 dias ininterruptos. A filha da senhora A. P. F dedicou 15 minutos diários para o trabalho, sendo, pois, divididos entre oração, meditação e aplicação dos passes.

Solicitou, ainda, a ajuda de sua sobrinha, portanto, neta da senhora A. P. F, e esta colaborou com preces nos momentos em que os passes eram ministrados.

Foram duas as técnicas utilizadas: imposição de mãos e passes dispersivos. Os passes foram ministrados no quarto com a senhora A. P. F deitada em sua cama.

Após o segundo dia de aplicação de passes, a senhora A. P. F obteve melhora em seu humor e uma noite tranquila de sono, sem, portanto, sinais de insônia.

Após os 8 dias da aplicação ininterrupta dos passes, a filha decidiu cessar por dois dias o tratamento, todavia, no segundo dia após a interrupção a senhora A. P. F voltou a apresentar insônia.

A filha da senhora A. P. F retornou, então, com o tratamento dos passes utilizando o mesmo método, inclusive com colaboração da mesma sobrinha.Logo no segundo dia após o reinício, a senhora A. P. F voltou a dormir normalmente.

A filha da senhora A. P. F prossegue aplicando os passes diariamente, e sua mãe vem tendo uma melhora na qualidade de vida e do sono.

Fato curioso: a neta da senhora A. P. F, solicitada a colaborar nos trabalhos com preces, e que, também, apresentava quadros de insônia, passou, desde então, a dormir tranquilamente.

Prosseguimos, junto com alguns amigos, acompanhando este e outros casos. E narraremos aqui e alhures os resultados obtidos, sem, contudo, ter a pretensão de apresentar a palavra final referente a qualquer método de tratamento, seja com imposição de mãos ou outros gestuais.

Fica, pois, o registro e coloco-me à disposição para troca de ideias e esclarecimentos a respeito.

Autor:Wellington Balbo – Salvador BA

Comentários

logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_uniespirito logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior