Tamanho
do Texto

A CIÊNCIA DA FÉ

cincia-e-f-300x300

 

Desde o surgimento da Ciência, ou mais precisamente das ciências, a começar por Aristóteles, e posteriormente com René Descartes, a religiosidade esteve apartada do desenvolvimento das pesquisas científicas. A filosofia de Aristóteles dominou o pensamento europeu a partir do século XII, porém a revolução científica dos séculos XVI e XVII muda este quadro, inserindo mudanças nos métodos científicos. Sem dúvida que a Ciência é uma das vozes da cultura humana, contudo, em não admitindo a força da fé, principalmente no campo da medicina, mais precisamente nos
tratamentos para o restabelecimento da saúde humana, deixa de compartilhar de uma das mais belas formas de integração do homem com a vida.

Nos EUA, pesquisadores em Neurobiologia dizem ter localizado, no sistema límbico cerebral, o deflagrador das experiências religiosas. Essa região do cérebro vincula experiências vividas em nosso universo emocional e os testes realizados em monges budistas e freiras católicas demonstraram as atividades cerebrais intensas quando em estado de meditação e prece.

No Brasil, o neurocientista dr. Ricardo Leme, ligado à Associação Médico-Espírita do Brasil, preconiza o desenvolvimento de sentimentos de gratidão à vida, o que ele denomina de dom supremo (de Deus), o amor, exemplificado por Jesus, para o bemestar físico, emocional e espiritual, pois esses estados de alma agem nos neurotransmissores e nas endorfinas, facilitando a manutenção do estado de saúde e até a cura de enfermidades.

Segundo ele, o estudo da neurobiologia da fé talvez possa ser a ferramenta a mais na busca pelo algo que falta à humanidade para o seu funcionamento mais harmônico como um todo.

Jesus de Nazaré, em sua jornada de paz sobre a Terra, dizia aos enfermos curados por seu amor: “a tua fé te curou”. Porém acrescentava: “mas não tornes a pecar”, como um alerta à grande responsabilidade que temos perante o dom da Vida e a oportunidade da reencarnação, a nós concedidos pelo imenso amor de Deus. Façamos por merecê-los – hoje e sempre.

Sonia Theodoro da Silva
www.filosofiespirita.org

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior