Tamanho
do Texto

Comunicação

Comunicação

FISIONOMIA

O jogo da fisionomia é muito importante na comunicação. As expressões faciais
acompanham com naturalidade e reforçam os momentos que variam e se alternam:
alegria, tristeza, espanto, etc.

Evitar os dois extremos: a impassibilidade ou as caretas.

B – ATITUDE PSOCOLÓGOCA

O PÚBLICO QUER OUVIR

As pessoas sempre estão curiosas e desejosas de conhecer ou aprender alguma
coisa, para viver melhor. Por isso, qualquer que seja o gênero oratório, o
orador sempre terá ouvintes para a sua mensagem.

O público que procura o Centro está desejoso de ouvir uma boa mensagem
espiritual. E nós temos a excelente Doutrina Espírita para lhe oferecer.

SEJA NATURAL

Quem se levanta para falar em público, toma-se nesse momento a figura
principal. Não é uma questão pessoal mas da função que se está exercendo nesse
instante. Portanto, aceite a atenção geral com naturalidade.

Petulância, afetação, arrogância, empáfia, ostentação farão o público mudar a
atitude receptiva inicial e tornar-se refratário e até hostil a você.

Seja natural, seja você mesmo. Não imite gestos, voz, fraseado ou estilo de
outro orador. Você acabará por descobrir ou criar o seu próprio estilo.

Ascendência sobre o público

O orador deve “conquistar” o auditório desde o primeiro instante (ganhar a
sua confiança e estabelecer comunicação com ele), para, então, poder discorrer
livremente sobre o que lhe interessa. Como fazer isso?

a) Goste do público e o demonstre .

Sinta que o público é uma alma coletiva e está pronto a lhe ouvir, em
ambiente de agradável expectativa. Seja fraterno e procure despertar simpatia,
mostrando-se simples e atencioso, vibrando simpatia e bondade.

b ) Deseje transmitir a mensagem

O orador que conhece o assunto e está bem preparado, sempre tem um
insuportável desejo de transmitir: deve fazê-lo com o mesmo entusiasmo e
interesse que o assunto lhe despertou. Entusiasmo e interesse são contagiosos.
Se você tiver interesse e entusiasmo no que está dizendo, o público se
interessará e entusiasmará também. E, nessa corrente de simpatia, o público
aceitará melhor as idéias e você terá melhores condições de expor seu tema.

c) Confie em si mesmo

Seja modesto mas não tímido. O público espera que você lidere a ação, já que
está com a palavra. Se o orador não demonstrar confiança, como pretender
conquistar o auditório? Como o lavrador olha a terra, quando semeia, o orador,
igualmente, deve olhar com confiança para a assistência, ao proferir as
primeiras palavras.

Procure, principalmente, fixar-se mais no que tem a dizer do que em você
mesmo, pois o auditório está mais interessado na sua mensagem do que em você
mesmo.

Antes de falar:

1) prece faça uma (mentalmente ). Ela lhe dará sintonia com os Amigos
do Alto. Apoiado na oração e corri seu desejo de doação íntima e confiança no
seu esforço, você conseguirá a descontração ideal (inclusive muscular).

2) ponha-se em boa disposição mental, dizendo para si mesmo:

Tenho necessidade de falar.

Para quê? Gosto de expor minha idéia e já demonstrei vontade de falar. E
tenho uma excelente doutrina para expor.

Estas pessoas estão aqui com gosto para ouvir-me.

É uma boa oportunidade que se me oferece.

Devo aproveita-la o mais possível. Quanto mais falar, mais me desenvolverei.

Por que receio? Não é difícil falar sobre o que conheço. Estou familiarizado
com o assunto.

Sei como dizê-lo para transmitir o que sinto e se passa em minha alma.

Como estou começando, sinto agora certa dificuldade, que irá desaparecendo em
seguida, como treino.

Vou falar com firmeza e naturalidade. Não vou imitar ninguém. Falarei com voz
clara, pausadamente e boa dicção. E vou falar com entusiasmo, para atrair e
interessar.

Vou dirigir-me à assistência com um ar saudável e de confiança.

Gosto de falar a amigos. Por que não falarei a muitos amigos?

BIBLIOGRAFIA

CARIDADE DO VERBO – Luiz Signates

COMO FALAR CORRETAMENTE E SEM INIBIÇÕES – Reinaldo Políto

COMO FALAR DE IMPROVISO E OUTRAS TÉCNICAS DE APRESEN-

TAÇÃO- Reinaldo Políto

COMO MELHORAR SUA COMUNICAÇÃO – Ivan René Franzolim

COMO PREPARAR BOAS PALESTRAS E APRESENTAÇÕES – Reinaldo Políto

COMO SE TORNAR UM BOM ORADOR E SE RELACIONAR BEM COM A IMPRENSA – Reinaldo
Políto

MANUAL DO EXPOSITOR ESPÍRITA – Use

O EXPOSITOR ESPÍRITA – Fergs

ORATÓRIA A SERVIÇO DO ESPÍRITISMO -CE Allan Kardec Campinas

RECURSOS AUDIOVISUAIS NAS APRESENTAÇÕES DE SUCESSO – Reinaldo Políto

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior