Tamanho
do Texto

Dia das mães Uma reflexão à luz do espiritismo sobre os laços de amor entre pais e filhos

O pedagogo Allan Kardec aborda em sua obra O Evangelho Segundo o Espiritismo no capítulo XIV – Piedade filial, o compromisso entre pais e filhos, selando uma verdadeira oportunidade na vivência do lar e exercendo a prática da caridade.
O mandamento: “Honra a teu pai e a tua mãe”, é uma consequência da lei geral da caridade e do amor ao próximo, pois não se pode amar ao próximo sem amar aos pais; mas o imperativo honra encerra um dever a mais em relação a eles, que é o da piedade filial. Deus quis mostrar com isso, que é preciso acrescentar ao amor, o respeito, a estima, a submissão e a condescendência, o que implica na obrigação de cumprir para com eles, de uma maneira mais rigorosa ainda, tudo o que a caridade determina em relação ao próximo. Esse dever se estende, naturalmente, às pessoas que se encontram no lugar dos pais, e que terão maior mérito, quanto menos obrigatório for o seu devotamento. Deus sempre pune de uma maneira rigorosa toda violação a este mandamento.

Honrar pai e mãe não é simplesmente respeitá-los, é também cuidar das suas necessidades, proporcionar-lhes o repouso na velhice, rodeá-los de solicitude como fizeram por nós em nossa infância…

logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior