Tamanho
do Texto

Doutrina Precede a Ação

Antonio Cesar Perri de Carvalho

O autor reflete sobre sua recente participação em reunião
para ampliar atuação dos espíritas em tradicional instituição filantrópica.

Recentemente, participamos de reunião promovida pela USE Municipal de
Araçatuba, nas dependências do Hospital Benedita Fernandes, tendo como pauta a
discussão de formas para se ampliar a atuação dos espíritas na instituição
fundada pela dedicada pioneira.

De início, evocamos fatos históricos, sintetizando relatos feitos em nossa
obra “Dama da Caridade”. Para bem assinalar a homenagem à benfeitora,
distribuímos a página “As grandes obras da mãe Dita, de Araçatuba” (O Revelador,
nov. 1947, p. 16), com transcrições do discurso do deputado estadual Waldy
Rodrigues – registrando a então recente desencarnação de Benedita Fernandes, com
destaque para a sua atuação como “símbolo de bondade, um símbolo protetor dos
necessitados” -, devidamente publicado pelo Diário Oficial do Estado de São
Paulo (24/10/1947).

Todavia, no transcorrer da aludida reunião, meditávamos que o episódio era
extremamente significativo e ilustrativo e, externamos nossa opinião.

Em vários momentos a comunidade espírita de Araçatuba tem sido chamada para
colaborar com o equacionamento de necessidades do citado nosocômio. Diga-se de
passagem que é desdobramento da Associação das Senhoras Cristãs, entidade
assistencial pioneira na alta Noroeste, fundada por Benedita Fernandes nos idos
de 1932. Outras obras assistenciais mantidas pela mesma Associação desapareceram
na primeira década após a desencarnação da grande obreira.

Na oportunidade, fizemos o relacionamento com outro caso da mesma cidade –
nossa terra natal -, em que uma entidade assistencial dedicada a crianças,
passou por experiências difíceis por quase duas décadas. A experiência do
funcionamento de uma obra assistencial espírita sem a base de um núcleo
doutrinário não foi bem sucedida. A questão foi definitivamente encaminhada a
partir do momento em que foi criado o Centro Espírita junto à instituição
beneficente.

Nossos pioneiros trabalharam em outras situações, geralmente muito adversas,
em que as necessidades prementes da comunidade tocavam em seus espíritos,
induzindo-os a ações rápidas e muito bem intencionadas para minorar o sofrimento
material e espiritual do próximo. Aliás, temos destacado em várias publicações
nossas que, graças a este trabalho em favor da construção de uma nova sociedade,
os obreiros da primeira hora foram os grandes responsáveis pela queda dos
preconceitos e dos movimentos de perseguição contra os espíritas do passado. Os
espíritas passaram a ser reconhecidos pelo trabalho de dedicação pelo próximo e
assim respeitados. Os nobres esforços de Benedita Fernandes se inserem neste
contexto histórico do Espiritismo brasileiro.

Todavia, o trabalho de abrir “picadas” ou até de “pronto socorro” precisa
ser, concomitantemente, consolidado com bases que garantam a continuidade de
propósitos e de recursos humanos preparados dentro do mesmo ideal.

A experiência ao longo desses anos de movimentações espíritas tem demonstrado
que idealmente a atividade assistencial deve ser uma decorrência da ação de um
grupo de espíritas que se harmonizam no enlaçamento com a Doutrina nas reuniões
e na convivência propiciadas pelo Centro Espírita.

Atualmente, parece-nos muito claro que a tarefa principal dos espíritas não é
a assistência social. O Centro Espírita é a base do movimento espírita. Este tem
como finalidade divulgar a Doutrina Espírita. Entre suas ações surgem também os
trabalhos de promoção e assistência social. O Centro e a sociedade são
autênticos laboratórios para o exercício do trabalho, da solidariedade e da
tolerância, com base no conhecimento oferecido pelo Espiritismo. Idealmente a
Doutrina deve preceder a ação.

São Paulo – SP

Dirigente Espírita N.54

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior