Tamanho
do Texto

Homenagem a Herculano Pires

Nosso editorial é uma homenagem a José Herculano Pires, pelo fato de ter
nascido a 25 de setembro de 1914, e durante este mês vamos homenageá-lo, através
da sua própria obra.

Allan Kardec conceituou a mediunidade como uma faculdade humana. Se é humana,
já fica bem claro que animais não tem mediunidade, e sim, o que poderíamos
chamar de percepção. Herculano Pires explica que a intenção do seu livro
Mediunidade, é analisar qual é a sua essência, como funciona em nosso corpo e em
relação com o mundo, os homens e os espíritos. Ele demonstra a importância da
mediunidade nos casos de obsessão e desobsessão, sua importância na vida diária
e suas implicações psicológicas, sociológicas e antropológicas.

O autor afirma: Este livro não é e nem pretende ser considerado como um
tratado de mediunidade. Longe disso, é uma exposição dos problemas mediúnicos
por alguém que os viveu e vive, orientando-se nos meandros pela bússola de
Kardec, a única realmente válida e aprovada pelo Espírito da Verdade, que
simboliza a sabedoria espiritual junto à sabedoria humana.

Percebemos pelas palavras do Herculano, que ele não foi um teórico da
mediunidade, mas viveu, sentiu-a, provou do seu gosto amargo quando lida com as
obsessões, próprias e dos outros, e doce, quando em relação com os espíritos
superiores.

Ele termina a apresentação com essas palavras: O Espiritismo é uma Doutrina
que abrange todo o conhecimento humano, acrescentando-lhe, as dimensões
espirituais que lhe faltam para a visualização da realidade total. O mundo é o
seu objeto, a razão é o seu método e a mediunidade é o seu laboratório.

Vejam a nossa responsabilidade: se o espiritismo abrange todo o conhecimento
humano, acrescentando-lhe as dimensões espirituais, precisamos espiritualizar as
atividades humanas, desde as mais rudimentares às mais complexas. Qualquer
trabalho, qualquer profissão, por rústica que seja, quando alcança a sua
dimensão espiritual, eleva-se a um patamar desconhecido por aqueles que
permanecem na periferia.

Herculano Pires foi escritor, jornalista, professor de filosofia, crítico
literário e POETA. Em todas essas atividades profissionais ele acrescentou a
dimensão espiritual. Poeta Maior, é na poesia que ele reflete toda a beleza da
espiritualidade, trabalhando no objetivo e no subjetivo, no simbólico, no mito.
No livro ARGILA, Herculano penetra o mito da criação e lida com o barro
simbólico, amassado pelos dedos de Deus na construção da vida.

Se você conhece a obra de Herculano Pires, vai se deliciar com o que vamos
apresentar neste mês do aniversário do seu nascimento. Se não o conhece, vai ter
uma amostra da sua gigantesca personalidade. Este homem extraordinário deixou
cair das suas sandálias, ao caminhar pelo mundo, poeira de estrelas.

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior