Tamanho
do Texto

Sobre as Planárias e a Individualidade do Espírito

Sobre as Planárias e a Individualidade do Espírito

Os diversos estados e condensações pelas quais passa o princípio material
definem e compõem toda a matéria e toda a energia existente no Universo.

Todos os espíritos são individualizações do princípio inteligente. Mas nem na
Codificação, nem nas obras complementares, há o detalhamento de como esse
processo de individualização ocorre. Considerando-se a pouca informação que
temos a respeito, podemos considerar que o ser só completa sua individualização
quando passa a encarnar como ser humano (ou o equivalente em outros mundos).
Assim, por exemplo, André Luiz diz que o espírito atinge o desenvolvimento do
que chamamos de “pensamento contínuo”  quando ele passa a fazer parte da
humanidade.

Como você diz em sua questão, ” todos nós fomos criados simples e ignorantes;
viemos evoluindo através de várias formas existentes, neste orbe ou em outros e
que somos seres individuais”, ou seja, o princípio inteligente passa pelas
diversas formas vivas sofrendo um processo de individualização que o torna um
“espírito”.  Já que isso é tudo o que sabemos, não há como formular uma
teoria completa da individualização.  O “COMO” e “QUANDO”  de cada
etapa são pontos que aguardam novas informações e pesquisas para serem
esclarecidos.

Em fontes não-espíritas (não tenho referências precisas) existe uma
informação de que aquilo que André Luiz chama de “mônada fundamental” (em
Evolução em Dois Mundos) se ligaria a mais de uma forma viva em seu processo de
individualização. Porém, analisando a questão de um ponto de vista mais
científico, não podemos considerar esta hipótese como válida pois não temos como
testá-la ou verificá-la e muito menos os Espíritos superiores, na codificação,
mencionaram a respeito. O máximo que eu penso que podemos dizer é que  o
princípio inteligente, que está ligado a certos animais, está mais desenvolvido
do que aquele que está ligado aos vegetais e seres unicelulares, por exemplo,
mas ainda aqui estou fazendo uma extrapolação particular e que necessitaria de
uma comprovação (pensando cientificamente).

Portanto, um evento que ocorre no mundo material, como o processo de
regeneração/reprodução da planária não implica que deve existir a divisão de
“princípio inteligente” ligado a mesma.

Por favor fique a vontade para questionar caso a minha resposta não tenha
sido muito clara.

Um abraço fraterno,
Alexandre F. da Fonseca

(Publicado no Boletim GEAE Número 475 de 18 de maio de 2004)

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior