Tamanho
do Texto

Memorização

Memorização

Você sabia que nossa capacidade de concentração e atenção está diretamente
ligada a nossa consciência? Quando nos concentramos em uma única tarefa, a
probabilidade de apreendermos o que estamos fazendo e recordá-la posteriormente
é infinitamente maior.

Podemos, desse modo, estabelecer a relação entre concentração e memória. Essa
última pode ser resumida como a capacidade de evocar informações armazenadas em
nosso cérebro. Mas, como essas imagens ou sensações são retidas? Através de
nossos sentidos. Pois bem, o processo de apreensão será de fundamental
importância para que os conteúdos aprendidos sejam recordados posteriormente. Se
estivermos conscientes e interessados nos estímulos que nos são apresentados,
teremos maior facilidade em focarmos nossa atenção e, conseqüentemente, em
memorizá-los.

Na maioria das vezes, não conseguimos nos lembrar de algumas coisas porque
não nos concentramos nas informações. Então, se você deseja aumentar tanto o seu
poder de concentração quanto o de memória, atente para as seguintes sugestões:

  1. Procure controlar a quantidade e os tipos de informações que você
    absorve
    – não é tudo o que vemos e percebemos que fica acessível à nossa
    memória. Somente as informações que têm algum valor para nós ficam alcançáveis
    facilmente; as outras, ficam “enterradas”, inacessivelmente, em nosso cérebro.
    Por isso, selecione as informações realmente importantes e concentre-se nelas,
    pois ficarão à disposição na “gaveta das lembranças” prontamente recordáveis.
  2. Estabeleça prioridades, decidindo as informações que devem ser
    armazenadas na memória
    – geralmente, quando o esquecimento não faz
    diferença, é sinal de que a informação não é tão importante. Por exemplo:
    normalmente você se concentra mais no número de telefone de uma pessoa
    especial do que no de um tio chato. São as prioridades entrando em ação.
    Quando o assunto é interessante, fica mais fácil se concentrar e lembrar do
    que se quer.
  3. Conheça suas necessidades e a real importância das informações na sua
    vida
    – se, por exemplo, sua promoção está dependendo da elaboração de um
    projeto, automaticamente aumentará sua atenção. Assim, seu poder de
    concentração será estimulado e fluirá.
  4. Tenha uma estratégia de trabalho – identifique o que você quer
    realizar, quando e como. Ao estimar prazos e meios, torna-se mais fácil
    encontrar uma forma de se concentrar nas tarefas.
  5. Concentre-se em uma coisa de cada vez – ler e assistir televisão,
    falar ao telefone e fazer contas, conversar com alguém e ler, ao mesmo tempo,
    é praticamente impossível. Quando nos sobrecarregamos de informações, não nos
    concentramos em nada direito e, ainda por cima, não conseguimos guardar tudo o
    que nos foi apresentado.
  6. Encontre um local tranqüilo, mas não silencioso – o silêncio
    absoluto pode nos induzir ao sono, enquanto alguns ruídos exigem um maior
    esforço de concentração. Do mesmo modo, o barulho demasiado acaba sendo
    prejudicial à capacidade de concentração.
  7. Opte por um ambiente que favoreça sua concentração – geralmente,
    deve ser ventilado, sem temperaturas quentes ou frias.
  8. Livre-se de pendências e/ou preocupações que possam comprometer seu
    trabalho
    – quando estiver consciente de que determinada tarefa necessita
    de um grau maior de cuidado e concentração, procure organizar-se para que nada
    o atrapalhe.
  9. Evite consumir substâncias que prejudicam seu poder de concentração
    – nada de acreditar que drogas ou álcool estimulam a concentração. Isso é um
    mito equivocado, pois tais substâncias alteram as ondas cerebrais.
  10. Realize as tarefas mais exigentes primeiro – sempre que possível,
    programe-se para agilizar suas atividades mais complicadas durante os períodos
    do dia em que você se sente mais disposto(a).

O segredo de uma boa capacidade de concentração é, então, estar realmente
mobilizado para apreender as informações disponíveis. Escolher uma tarefa como
prioritária é essencial para que a mesma possa ser compreendida. Nesse caso,
certas interferências externas devem ser afastadas.

 

 

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior