Tamanho
do Texto

14º Encontro Sobre A Vida e a Obra de Léon Denis

14º Encontro Sobre A Vida e a Obra de Léon Denis

Os 74 anos de desencarnação de Léon Denis

Estudo Espírita
Promovido pelo IRC-Espiritismo
http://www.irc-espiritismo.org.br
Centro Espírita Léon Denis
http://www.celd.org.br

Expositor: Luzia Mathias
Rio de Janeiro
07/04/2001

Dirigente do Estudo da Noite:

Mauro [MBueno]

Oração Inicial:

<Safiri> Boa Noite amigos
Vamos aos pouquinhos abrandando nossos corações deixando todos os sentimentos de tristezas, dores, ressentimentos de lado para pensarmos somente em nosso amigo e irmão Jesus Ele , que esteve entre nos ha 2000 anos e nos trouxe tanta luz que Ele , nos dias de hoje,
permita-nos “pegar” essa luz
Trazendo-a até nossos corações
que Ele, nos ajude
Pois aqui estamos em busca de conhecimento Conhecimento esse , que Ele também veio nos trazer. QUE possamos então, valorizar esse momento Pois sabemos que somos a minoria
Somos os poucos que temos acesso e vontade de aqui estar e aprender. Senhor nosso Pai
Abençoe-nos em mais uma noite de estudo QUE o balsamo de Seu carinho e brandura se estenda em nossos corações E ajude nosso palestrante aqui estar , e se não for possível , que então, nos permita o melhor dar! que assim seja

Mensagem Introdutória:

Mensagem para o 14o. Encontro Sobre A Vida e a Obra de Léon Denis “Progredir sempre” – esta afirmação mostra-nos, suavemente, o quanto Deus espera de nós, seus filhos.
Realmente, ao nos criar, Deus determinou que evoluíssemos, isto é, aprendêssemos a Sua Lei e a aplicássemos a todos e a tudo aquilo que estivesse em torno de nós.

Ao aprender os rudimentos da lei, o ser humano começa a longa batalha pela conquista da individualidade, pelo conhecimento de tudo; cria as paixões e culmina com a conquista do amor. Nessas etapas principais, ele paralelamente influi e é influenciado por milhares de criaturas que, como ele, evoluem.
Admiremos a grandiosidade da Lei de Deus, que em um só plano promove o progresso de muitos seres!

[Atingidas as fases das paixões e do amor, tudo canta elevação nos seres. O homem que descobre essas noções já não vive para si tão-somente. Ele busca quem tenha capacidade de perceber, também, o que ele já possui, na ânsia de distribuir o que tem conquistado dentro de si mesmo. Então, desenvolve os sentimentos: a beleza, o sutil, enfim, o que já toca seu coração, visando, na parceria do sentimento, a aumentar o poder de sua alma e de seu conhecimento.
Nessa troca, nesse convívio, novas descobertas e já não busca, apenas, os valores pessoais, mas aqueles que atinjam uma faixa de seres em maior número, onde, distribuídos, os seus sentimentos aumentem, se ampliem e [cheguem às culminâncias, sempre no rumo da evolução, verdadeira finalidade da sua alma, tanto quanto o crescimento do amor, da luz interior, do progresso espiritual

Paz!
Luiz
Mensagem psicografada pelo médium Altivo Carissimi Pamphiro, em 29/3/2001.

Exposição:

<MBueno> Darei inicio aos trabalhos com a palestra do mesmo assunto no ano passado, devido a algum problema com a palestrante que não conseguiu conectar.

Boa noite a todos. Que a doce e serena paz do Senhor Jesus e as vibrações amorosas do nosso querido Mestre de Lion nos ampare, agora e sempre.Para nós, é sempre uma grande emoção e alegria falarmos sobre o nosso patrono, do Centro Espírita Léon Denis O que irá modificar em mim a convicção, a certeza da idéia de Deus? Em que esse conhecimento vai modificar minha vida e/ou o Universo?Nosso querido Léon Denis nos diz:”A questão de Deus é o mais grave de todos os problemas suspensos sobre nossas cabeças e cuja solução se liga, de maneira estrita, imperiosa, ao problema do ser humano e de seu destino, ao problema da vida individual e da vida social.

O conhecimento da verdade sobre Deus, sobre o mundo e a vida, é o que há de mais essencial, de mais necessário, porque é Ele que nos sustenta, nos inspira e nos dirige, mesmo à nossa revelia. E esta verdade não é inacessível, como veremos; é simples e clara; está ao alcance de todos. Basta procurá-la, sem preconceitos, sem reservas, ao lado da consciência e da razão “Todos os Espíritos de escol que estiveram sobre nosso orbe, nos trouxeram a idéia de uma Potência Suprema. Porque será que essa idéia é inata no ser humano? Porque será que aqueles mais avançados na senda do bem tem a convicção deste Ser?

Porque esta idéia é inerente ao ser humano, ao Espírito imortal. “O Livro dos Espíritos”, em suas questões pertinentes à lei divina ou natural (614 em diante) nos diz que as leis estão em nossa consciência, ou seja, estão impressas em nosso ser, e isto é ponto pacífico na Doutrina Espírita. Deus é a causa primária de todas as coisas, e suas leis imutáveis estão gravadas em nossa consciência.E porque esta questão é grave, como nos diz Léon Denis? Porque pelo raciocínio da idéia de Deus, chegamos a várias conclusões. A primeira é que não somos fruto do acaso. O caos, que é aleatório, não pode ser tão perfeito como vislumbramos no Universo.

E se esse caos produz esta perfeição toda, e a ordenação toda, logo não é o caos. Este raciocínio simples, por exclusão, nos leva à convicção da existência desta Potência Suprema. E como nós estamos inseridos neste contexto? Individualmente, como Espíritos imortais, temos a certeza de que não estamos sozinhos. A certeza de que há uma inteligência com leis perfeitas que regem o Universo, leis estas imutáveis como o próprio Ser. Este Ser criador, com todos os caracteres da perfeição, como tal é um Pai, zeloso, ciente, misericordioso e de infinito amor e bondade, e que quer que todos seus filhos caminhem dentro de suas leis, mas que lhes oferece o livre-arbítrio para a aprendizagem e para a elevação espiritual. esta forma, chegamos a mais uma peça chave para as perguntas que povoam nosso ser: para onde iremos? Qual o fim da estrada?

Para a perfeição. Seremos perfeitos, seremos deuses, como próprio Cristo nos falou. Teremos a perfeição que é suscetível à criatura. E como esta certeza modifica nossa porção social?Deus é o Ser criador. Fomos criados por Ele, tudo no Universo foi criado por Ele. Logo, tudo ao nosso redor tem a mesma fonte primária. Este pensamento nos leva ao sentimento de fraternidade. Mas como assim? Somos todos filhos do mesmo Pai, e não somos filhos únicos!Quando nós percebemos esta máxima, entendemos mais claramente o que Jesus nos diz com: “Amai a Deus sobre todas as coisas, e ao próximo como a si mesmo”. Quem de nós, que ama um irmão de sangue, não vai fazer a ele tudo de bom que quiser para nós mesmos?

E se nós conseguirmos interiorizar a idéia de que este corpo de carne e os laços de sangue são da vida material, de que o que realmente existe são os laços de amor, que transcendem a morte?E se formos mais além…Os pais encarnados com famílias constituídas na terra, sempre sonham com a união de seus filhos, que os irmãos sejam unidos, se amem mutuamente, se ajudem, sejam fraternos. Agora imaginem o Pai de todos nós Espíritos imortais!!!!!Com esta rápida experimentação, percebemos nosso papel fundamental na sociedade, a de que somos importantes na manutenção da harmonia e na evolução social como um todo. Espíritos mais adiantados vieram nos dar seu testemunho junto a nós.

Temos exemplos edificantes a seguir, como Bezerra de Menezes, Gandhi, Madre Tereza de Calcutá, e claro, o Senhor Jesus. Através do exercício constante da caridade, do doar-se, conseguiremos chegar até a plenitude do amor. É um longo caminho a percorrer, são experiências incorporadas a uma bagagem espiritual, de reencarnação em reencarnação, de aprendizado em aprendizado, com a mudança paulatina e constante de nosso valores, depurando nosso Ser, chegando à perfeição que nos cabe. E qual o caminho a seguir?Vemos as facilidades do mundo, vemos pessoas enganando, traindo, cometendo atrocidades em nome do poder e até mesmo em nome de Deus.

Às vezes até tentamos barganhar com Deus, barganha do tipo : “quando eu acertar na super-sena, vou ajudar nesta ou naquela instituição de caridade” ou então “vou para a Casa Espírita para ficar livre dos meus problemas”. E o que acontece quando estamos em uma instituição religiosa e Deus não “tira” nossos fardos, nossos problemas? Saímos tal qual crianças rebeldes e ainda dizemos que “Deus não está vendo isso?”, ou “sou pequeno demais para que Deus se importe comigo”? Nesta hora, a nossa condição de imortalidade fica embotada pelo homem “início, meio e fim”. Nesta hora, quando as pressões do mundo nos enfraquecem, esquecemos daquele que exemplificou para nós tudo o que está contido nas leis do Pai.

Esquecemos que Jesus nos disse que ele nunca nos deixará, até a consumação dos tempos. Esquecemos que há Espíritos mais evoluídos que nós que estão no nosso lado nos auxiliando, nos sustentando, que já têm em si a conquista do amor, incondicional e irrestrito. São aqueles que já caminham conforme a lei de Deus, e que nos auxiliam a caminhar pela mesma direção. São aqueles que nos dizem que todas as vicissitudes da vida são passageiras, são experiências necessárias ao nosso aprimoramento. E o que acontece quando damos ouvidos a estes amigos invisíveis? Começamos a nos harmonizar com o Universo. Começamos a caminhar nas leis divinas, erramos menos, nos tornamos mais felizes, e, como todo aquele que alcança a felicidade, sente prazer em compartilhar estes momentos com todos ao seu redor.

E como a felicidade verdadeira é contagiante, contagiamos aqueles que estão ao nosso redor que, por sua vez, contagiam os seus próximos, e esta corrente aumenta a proporções a ponto de modificar a psicosfera de um ambiente. E dia chegará que todos deste planeta amado serão contagiados, e aí sim, estaremos completamente harmonizados com o Universo, com os Espíritos superiores e, principalmente, com o Pai. [22:10] <MBueno> E, neste dia, a amaremos tanto a Humanidade, que entenderemos porque o Senhor Jesus, ao ser crucificado, disse “Pai, perdoa-os pois eles não sabem o que fazem.” E é esta alegria contagiante, vibrante que o Mestre de Lion nos transmite.

Alegria de sermos todos irmãos, de termos como morada o Universo, de termos como destinação a felicidade e o amor supremos, de termos como ferramenta de evolução as potências das alma e, entre elas, a vontade, alavanca propulsora poderosíssima, que temos que cultivar. E nada melhor para encerrarmos este convite ao Encontro de sexta-feira, ao estudo, à meditação do que as palavras poéticas e elevadas de León Denis: “De pé sobre a terra, meu sustentáculo, minha nutris e minha mãe, elevo os meus olhares para o Infinito, sinto-me envolvido na imensa comunhão da vida; os eflúvios da Alma universal me penetram e fazem vibrar meu pensamento e meu coração; forças poderosas me sustentam, aviventam em mim a existência.

Por toda parte onde minha vista se estende, por toda parte que minha inteligência se transporta, vejo, discirno, contemplo a grande harmonia que rege os seres e, por vias diversas, os faz rumar para um fim único e sublime. Por toda parte vejo irradiar a Bondade, o Amor, a Justiça! Ó meu Deus! Ó meu Pai! Fonte de toda a sabedoria, de todo o amor, Espírito supremo cujo nome é Luz, eu te ofereço meus louvores e minhas aspirações! Que elas subam a ti, qual um perfume de flores, qual sobem para o céu os odores inebriantes dos bosques.

Ajuda-me a avançar na senda sagrada do conhecimento, para uma compreensão mais alta de tuas leis, a fim de que se desenvolva em mim mais simpatia, mais amor pela grande família humana; pois sei que, pelo meu aperfeiçoamento moral, pela realização, pela aplicação ativa em torno de mim e, em proveito de todos, da caridade e da bondade, aproximar-te-ei de ti, e merecerei conhecer-te melhor, comungar mais intimamente contigo. Ajuda-me a desprender-me da vida material, a compreender, a sentir o que é a vida superior, a vida infinita. Dissipa a obscuridade que me envolve; depõe em minha alma uma centelha desse fogo divino que aquece e abrasa os espíritos das esferas celestes. Que tua doce luz e, com ela, os sentimentos de concórdia e de paz se derramem sobre todos os seres!

E é com o coração transbordando de alegrias que mais uma vez reiteramos o convite para “descobrirmos” Deus em nós, em nossos semelhantes, e acima de tudo, abraçarmos estes irmãos que caminham conosco, na lei de harmonia e continuidade. Obrigada pela oportunidade. Paz e luz a todos.

Perguntas/Respostas:

Em face ao adiantado da hora, ao invés de abrirmos para perguntas e respostas na maneira convencional, teremos 15 minutos de comentários pertinentes que os amigos queiram fazer sobre o texto. Caso haja perguntas, mesmo assim, as que não puderem ser respondidas agora, podem ser encaminhadas ao e-mail: estudos@irc-espiritismo.org.br

<Joshua_> primeiro um comentário sobre Leon Dennis. Eu já ouvi muitas vezes espíritas dizendo da importância da linguagem filosófica de Leon Dennis para o espiritismo, discordo muito disso. Não da importância.
Mas do fato de sua linguagem ser filosófica. Do que já pude ler de suas obras acho que ele está mais para uma linguagem poética. Isso não diminui o seu valor, pelo contrário, engrandece mais ainda porque seria então o primeiro poeta discursivo do espiritismo.

<MBueno> Eu gostaria de divulgar um pensamento do Stephen Hawking, que eu comungo. Ele é um dos físicos mais respeitados da atualidade. Ele diz que Deus estabeleceu as leis e depois não interferiu mais no Universo. Também penso assim, naturalmente sem o embasamento do Dr. Stephen Hawking. Em resumo, eu acredito em um “Princípio Organizador” único. Acredito que o Universo se desenvolva baseado em leis fixas, imutáveis, perfeitas… Não acho, sinceramente que Deus interfira em cada coisa que ocorre, mas sim, que coisa que ocorre, mas sim, que cada coisa que ocorre está sujeita às leis inalteráveis que ele criou.

<Joshua_> eu concordo quase completamente contigo Bueno, um adendo, falar que Deus interferiu mas não interfere mais no universo é admitir uma dimensão temporal acima de Deus. Concorda?

<MBueno> Será que existe tempo para Deus? Lembre-se que Ele SEMPRE existiu, não teve começo!

<Joshua_> pois é esse o ponto!

<MBueno> Para Deus o tempo não pode existir :c))))) Pois precisaria de um começo! <Joshua_> quando você fala que ele interferiu, mas não interfere mais você coloca a existência de um tempo para Deus. <MBueno> O nosso universo teve um começo, está se expandindo e tem limites <Joshua_> isso não faz sentido se Deus criou o próprio tempo! sim, mas Deus existia antes do universo. <MBueno> Deus interferiu creando o Universo e suas leis, depois, deixou as coisas acontecerem conforme suas leis <Joshua_> ao criar o universo criou o tempo que é uma propriedade do mesmo universo. <MBueno> E tem mais uma bem intrigante para você: .

Em “O Céu e o Inferno”, 1a parte, Capítulo VIII, Kardec comenta: “14. A Humanidade não se limita à Terra; (…) Tendo-a criado de toda a eternidade, Deus jamais cessa de criá-la. (…) 15. Realiza-se assim a grande lei de unidade da Criação; Deus nunca esteve inativo e sempre teve puros Espíritos, experimentados e esclarecidos, para transmissão de suas ordens e direção do Universo, desde o governo dos mundos até os mais ínfimos detalhes. (…)” E sempre teve espíritos puros…. Eis a questão… Então temos de pensar que: Sabendo que nosso universo conhecido teve um início e isto está cientificamente provado, onde evoluíram tais espíritos a ponto de se tornarem puros senão em OUTROS UNIVERSOS? <MBueno> Bem, estes comentários são somente para fermentar uma boa conversa entre vocês! :c))) Que tal? Fomos todos creados simples e ignorantes… Ninguém foi privilegiado! Já existiam espíritos puros de onde?

E para dar mais um pouco de tempero: Deus o creou e não mais interferiu nele e dele tem onisciência por sua inteligência. Deus continua creando NOVOS UNIVERSOS e acredito firmemente que haja intercâmbio entre eles. Lembre-se que também está provado que nosso universo está em expansão, está acelerando, e que tem um tamanho definido, não sendo portanto infinito. Quem sabe ele não expandirá até encontrar-se com um outro universo mais antigo… <Joshua_> pensar o que? voltamos ao problema do tempo Mauro! Imaginar o tempo em linha reta na minha opinião é diminuir a grandeza do universo. achei ótimo!

Oração Final:

Deus, nosso Pai, que sois todo Poder e Bondade, dai a força àqueles que passam pela provação, dai a luz àquele que procura a verdade, ponde no coração do homem a compaixão e a caridade. Deus ! Dai ao viajor a estrela guia,
ao aflito a consolação,
ao doente o repouso.
Pai ! Dai ao culpado o arrependimento,
ao Espírito a Verdade,
à criança o guia,
ao órfão o pai.
Senhor !

Que vossa bondade se estenda sobre tudo que criastes. Piedade, Senhor,
para aqueles que vos não conhecem,
esperança para aqueles que sofrem.
Que a vossa bondade permita aos Espíritos consoladores derramarem por toda parte a Paz, a Esperança e a Fé. Deus !
Um raio, uma faísca do vosso amor pode abrasar a terra; deixai-nos beber nas fontes dessa bondade fecunda e infinita, e todas as lágrimas secarão,
todas as dores se acalmarão.

Um só coração,
um só pensamento subirá até vós,
como um grito de reconhecimento e de amor. Como Moisés sobre a montanha,
nós vos esperamos com os braços abertos, oh! Bondade,
oh! Beleza,
oh! Perfeição,
e queremos de alguma sorte merecer a vossa misericórdia. Deus !
dai-nos a força de ajudar o progresso a fim de subirmos até vós; dai-nos a caridade pura, dai-nos a fé e a razão; dai-nos a simplicidade que fará das nossas almas o espelho onde se refletirá a Vossa Imagem. (Prece de Cáritas)
Que assim seja !

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior