Tamanho
do Texto

Anjos da Guarda, Espíritos Protetores, Familiares e Simpáticos

Anjos da Guarda, Espíritos Protetores, Familiares e Simpáticos

“O Livro dos Espíritos” – Questões 484 a 524

Estudo Espírita
Promovido pelo IRC-Espiritismo
http://www.irc-espiritismo.org.br
Centro Espírita Léon Denis
http://www.celd.org.br

Expositor: Albucacys de Paula Filho
30/06/2001

Dirigente do Estudo da Noite:

Mauro [MBueno]

Oração Inicial:

<Naema> Queridos amigos
agradeçamos pela oportunidade de estarmos reunidos nessa noite com o propósito de aprendermos um pouco mais sobre nossa maravilhosa doutrina que possamos receber as informações e incorporarmos esses conhecimentos em nossos corações que nosso palestrante possa ser intuído e que possamos compartilhar de seu conhecimento. Assim seja !

Mensagem Introdutória:

MENSAGEIROS DIVINOS

Ser-nos-á sempre fácil discernir a presença dos mensageiros divinos, ao nosso lado, pela rota do bem a que nos induzam. Ainda mesmo que tragam consigo o fulgor solar da Vida Celeste, sabem acomodar-se ao nosso singelo degrau nas lides da evolução, ensinando-nos o caminho da Esfera Superior. E ainda mesmo se alteiem a culminâncias sublimes na ciência do Universo, ocultam a própria grandeza para guiar-nos no justo aproveitamento das possibilidades em nossas mãos. Sem ferir-nos de leve, fazem luz em nossas almas, a fim de que vejamos as chagas de nossas deficiências, de modo a que venhamos saná-las na luta do esforço próprio.

Nunca se prevalecem da verdade para esmagar-nos em nossa condição de espíritos devedores, usando-a simplesmente como remédio dosado para enfermos, para que nos ergamos ao nível da redenção, e nem se valem da virtude que adquiriram para condenar as nossas fraquezas, empregando-a tão-só na paciência incomensurável em nosso favor, de modo a que a tolerância nos não desampare à frente daqueles que sofrem dificuldades de entendimento maiores que as nossas. Se nos encontram batidos e lacerados, jamais nos aconselham qualquer desforço ou lamentação, e, sim, ajudam-nos a esquecer a crueldade e a violência, com força bastante para não cairmos na posição de quem nos insulta ou injuria, e, se nos surpreendem caluniados ou perseguidos, não nos inclinam à revolta ou ao desânimo, mas recompõem as nossas energias desconjuntadas, sustentando-nos na humildade e no serviço com que possamos reajustar o pensamento de quem nos apedreja ou difama.

Erigem-se na estrada por invisível apoio aos nossos desfalecimentos humanos, e aclaram-nos a fé na travessia das dores que fizemos por merecer. São rosas no espinheiral de nossas imperfeições, perfumando-nos a agressividade com o bálsamo da indulgência, e estrelas que brilham na noite de nossas faltas, acenando-nos com a confiança no esplendor da alvorada nova, para que não chafurdemos o coração no lodo espesso do crime. E, sobretudo, diante de toda ofensa, levantam-nos a fronte para o Justo dos justos que expirou no madeiro, por resistir ao mal em suprema renúncia, entre a glória do amor e a benção do perdão.

Emmanuel

Do Livro: Religião dos Espíritos
Psicografia: Francisco Cândido Xavier
Editora: FEB

Exposição:

<MBueno> Nosso amigo Albucacys dará agora início à sua <Albucacys> Obrigado MBueno
Obrigado amigos por comparecerem ao estudo da noite de hoje que, ao nosso ver, é bastante interessante. Boa noite minhas irmãs, meus irmãos, que a paz de Jesus esteja com todos nós.

Nesses momentos, que iremos estudar a Doutrina dos Espíritos, que os nossos Anjos de Guarda e nossos Espíritos Protetores, nos envolvam, para que possamos, juntos, compreender, com clareza, o tema em estudo, na noite de hoje.

Muitos são os mitos e crendices que envolvem os anjos de guarda, e os Espíritos de uma forma geral, por isso, nosso objetivo é diferenciar Anjo de Guarda, Espíritos Protetores, Familiares e Simpáticos, fornecendo algumas de suas características. Todos nós possuímos, ao nosso redor, uma multidão de Espíritos que, por sua vez, é atraída por nossos pensamentos, palavras e atos. Pode parecer estranho para alguns, ler que os Espíritos são atraídos também por nossas palavras… A fim de dirimir alguma possível dúvida que possa surgir, gostaria de explicar que alguns Espíritos, por sua pouca evolução, vivem, mesmo desencarnados, como se estivessem na carne.

Por isso, ainda sentem como se tivessem todas as sensações do corpo físico. Assim, ouvem nossa voz, como acontece conosco, e por ela são atraídos, acontecendo o mesmo com os nossos atos. Mais adiante em nosso breve estudo, desenvolveremos um pouco mais esse assunto. Aprendemos com a Doutrina Espírita que os Espíritos são sempre atraídos pelos nossos pensamentos. É através deles que chamamos, ou melhor, nos comunicamos com os nossos Anjos de Guarda, nosso Espírito Protetor, Simpático ou Familiar. Interessante saber que a linguagem dos Espíritos é o pensamento, todavia, somente os mais evoluídos conseguem fazer essa comunicação de forma consciente. Isso é fácil de entender quando compreendemos que para uma comunicação eficaz, através do pensamento, os Espíritos precisam ter controle sobre ele. O que não sucede com os Espíritos imperfeitos.

A questão 459 de “O Livro dos Espíritos” nos diz que os Espíritos nos influenciam muito mais do que imaginamos e que são eles ordinariamente que nos dirigem. Uma pergunta pode surgir em nossa mente: quais são os Espíritos que nos dirigem e de que tipo são? Respondemos que são: o Anjo de Guarda, os Espíritos Protetores, Familiares e Simpáticos. Certamente, isso é insuficiente para matar nossa sede de conhecimento, nossa curiosidade. Façamos a conceituação de cada um, identificando algumas de suas características. Iniciemos pelos Espíritos Simpáticos.

Diversas são as acepções para o termo simpatia. Por isso, tememo-la em sua primeira acepção: Tendência ou inclinação que reúne duas ou mais pessoas. conforme o dicionário Aurélio Eletrônico século XXI, versão 3.0, da Lexikon Informática Ltda., que corresponde ao dicionário de mesmo nome da editora Nova Fronteira. Apenas com esse significado deduzimos que os Espíritos Simpáticos são aqueles que se sentem atraídos para nós por uma afeição particular, por uma certa semelhança de gosto ou de sentimentos. Um Espírito pode ser atraído para junto de nós pelo tipo de assunto que estamos desenvolvendo, e somente por isso.

Assim, os que gostam de matemática, das ciências ou das artes aproximam-se dos que têm semelhantes gostos, acontecendo o mesmo com todas as demais atividades e sentimentos que possuímos. Os identificados como Espíritos Familiares, também têm, em relação a nós, uma certa analogia de gostos e pendores diferindo dos Espíritos simpáticos que suas relações conosco são mais ou menos duradouras. Enquanto a presença dos Espíritos simpáticos é passageira, se assim podemos nos exprimir, a dos Espíritos familiares podem subsistir enquanto estivermos desenvolvendo determinada tarefa, por exemplo. Pela semelhança de pendores e afinidade de sentimentos para conosco, a influência desses Espíritos costuma passar despercebida para a grande maioria das pessoas. A ligação que os Espíritos Protetores têm conosco possui caracteres diferentes.

Começando que a proteção pressupõe uma certa superioridade em relação ao protegido. Enquanto os Espíritos Simpáticos e Familiares podem ser do mesmo nível evolutivo ou até inferiores a nós, os Espíritos Protetores necessariamente são superiores a seus protegidos. Essa superioridade, porém, não precisa ser necessariamente em todas as áreas, podendo mostra-se somente em uma área específica. Assim, o médico que precisa desenvolver determinado trabalho no campo da medicina pode ser protegido por um espírito que lhe é superior na área médica e ser-lhe inferior na área filosófica, por exemplo. Podemos ter, pois, vários Espíritos Protetores, sendo um para cada área que atuamos.

Auxilia nossa compreensão se identificarmos os Anjos de Guarda, que são sempre bons Espíritos, têm por missão nos guiar no caminho do bem e proteger-nos durante nossa encarnação. Podem estar ligados a nós desde o nascimento, ou mesmo antes dele, e perdurar até após o nosso desencarne. Interessante saber que atuação do Anjo Guardião inibe ou facilita a de outros Espíritos. Assim, exercem controle sobre as ações dos demais. Embora controlem, no sentido de fiscalizar, em momento algum inibem o nosso livre-arbítrio ou de outro qualquer, também por isso, não se manifestam ostensivamente para nós, a fim de que tenhamos maior mérito naquilo que decidirmos.

Até quando precisaremos de um Espírito Protetor, podem perguntar alguns, como o aluno pergunta qual á duração do curso que deseja fazer. Respondemos que enquanto não conseguirmos nos guiar por nós mesmos, precisaremos deles, logo, a nossa necessidade chegará ao fim mais rapidamente, quanto mais nos esforçarmos para domar nossas más tendências e corrigirmos nossas falhas. Um Espírito pode ser Anjo de Guarda de uma pessoa por missão ou mesmo prova, que aceita com satisfação, pois, uma das características dessa classe de Espírito é o prazer de ajudar o homem a progredir. Por isso, dá o máximo de si, não sendo responsável pelos fracassos de seu protegido. Sua aflição, no caso de mau êxito de seu estimado, não tem analogia com os nossos sofrimentos.

Algumas pessoas procuram saber o nome de seu Anjo de Guarda, o que pode gerar muita polêmica, entre outras coisas. A Doutrina Espírita esclarece com transparência essa questão. O Anjo de Guarda, por ser um Espírito elevado, pode possuir um nome que desconhecemos, e para ele é o que menos importa. Porém, como somos ainda ligados aos nomes, podemos chamá-lo pelo nome que tivermos maior simpatia, seja ele qual for. Pode ocorrer também que um Espírito dê um nome de uma personalidade conhecida, sem sê-la. Para que isso aconteça, descartada aqui a questão da mistificação, obsessão etc., é necessário que o Espírito comunicante tenha “perfeita” semelhança evolutiva com a personalidade nomeada. Esses Espíritos são simpáticos entre si.

É comum ouvirmos comentários que o avô, a mãe, ou outro parente próximo está protegendo um de seus familiares. Embora seja possível, para que isso se dê é necessário que esse Espírito, que pertenceu a nossa família consangüínea, esteja em condições de executar tal atividade. Lembremos que uma ou outra comunicação, mesmo que seja por um período, não implica em proteção. De uma forma geral, os recém desencarnados não as consegue executar, isso devido ao nível evolutivo que se encontra a maioria dos habitantes da Terra. Precisamos estar cientes de que sempre que evocarmos, com fé, nosso Anjo de Guarda ele nos responderá, cabendo a nós saber identificar-lhe a atuação.

Isso independente do lugar ou condições que nos encontremos. Estão eles ligados diretamente a nós, podendo nos influenciar a milhares e milhares de distância. Há quem não creia na doutrina dos anjos de Guarda, que respeitamos. Mas, podemos perceber nessa doutrina a infinita misericórdia de Deus, que jamais abandona suas criaturas. Como os pais terrenos, que não podem velar diretamente por seus filhos, deixando aos cuidados de terceiros, Deus dá aos bons Espíritos a missão de nos guiar no caminho do bem.

Muito mais poderíamos falar sobre esses Espíritos e sobre a forma que atuam sobre nós, mas, precisamos deixar tempo para as possíveis perguntas e ou colocações que os amigos queiram fazer. Que Jesus derrame sua graça sobre todos nós, permitindo ao nosso Anjo de Guarda que continue nos envolvendo e nos inspirando bons pensamentos em todos os momentos de nossa vida. Muito obrigado.
Graças a Deus.
Bibliografia utilizada: L.E. – Questões 484 a 524 E.S.E. – Aos Anjos Guardiões e aos Espíritos Protetores

Perguntas/Respostas:å

01<Preto-veio>A missão de nosso guardião esta sempre vinculada à nossa, se falharmos significa que ele também falhou? t

<MBueno> Na verdade Preto veio, a missão do guardião é nos proteger e inspirar ao bem Quando falhamos, ele não falhou! Fomos nós que deixamos de ouví-lo e ele não pode ser responsabilizado por nossa insensibilidade Ocorre que se não o atendermos, ele pode até afastar-se! Tem todo o direito disto! Não precisa ficar jogando o tempo dele no lixo, compreende? Entretanto, ao menor sinal de que estamos prontos a ouví-lo, ao menor sinal de pedido de socorro, ele volta, feliz da vida, pronto a nos ajudar :c))) Lembre-se que nosso guardião guarda uma grande afeição por nós! Não raro foi uma pessoa que amamos e que nos amou (t)

02<^thanus^> porque os espíritos se viraram contra nós e porque eles podem interferir se existe uma lei que os mortos não podem interferir nos vivos (t)

<Albucacys> interessante pergunta,particularmente, não conheço a lei que os mortos não podem interferir nos vivos, como normalmente as pessoas entendem, todavia, posso lhe afirmar que todos estão, e estamos, vivos,logo, os mortos, no sentido de sem o corpo físico, estão em realidade vivos. Os mortos, somos nós, sem aquele corpo
Deus, não tem corpo e intervem ao nosso favor, bem como Jesus. E eles estão vivos, e não tem corpos como os nossos.(t)

03<Ioio> só queria mandar um grande abraço para o Albucacys :))))) (t)

<Albucacys> obrigado amiga, receba meu abraço fraterno

04<^thanus^> Como podemos nos desenvolver pois as pessoas quiseram tanto parecerem umas com as outras que perderam fé em materialização, poder da mente e movimentação de objetos e auto cura que todos temos aqui no Brasil não tem nenhum centro, mas nos eua tem

<Albucacys> Entendendo que você perguntou como podemos nos desenvolver, apesar de tantas diferenças que existem no mundo, posso dizer que podemos desenvolver de duas formas principais, em direção ao progresso, à perfeição: por nós mesmos, pela nossa vontade, pela nossa fé em Deus;e pela força das coisas, que são as diversas vicissitudes da vida, pelas diversas situações que nos acontece ou que presenciamos, e que nos leva a pensar na necessidade de progredirmos, para não nos comportamos de forma irracional Deus está sempre pronto a nos auxiliar nessa escala evolutiva. Por isso, nos dá um Anjo de Guarda que nos auxilia em todas a nossas necessidades e, além disso, permite que vários companheiros que se formam, e não mais possuem um corpo físico, voltem e nos advirtam do que precisamos para conquistarmos a nossa felicidade e a perfeição.(t)

Oração Final:

Deus, nosso Pai, que sois todo Poder e Bondade, dai a força àqueles que passam pela provação, dai a luz àquele que procura a verdade, ponde no coração do homem a compaixão e a caridade. Deus ! Dai ao viajor a estrela guia,
ao aflito a consolação,
ao doente o repouso.
Pai ! Dai ao culpado o arrependimento,
ao Espírito a Verdade,
à criança o guia,
ao órfão o pai.
Senhor !

Que vossa bondade se estenda sobre tudo que criastes. Piedade, Senhor,
para aqueles que vos não conhecem,
esperança para aqueles que sofrem.
Que a vossa bondade permita aos Espíritos consoladores derramarem por toda parte a Paz, a Esperança e a Fé. Deus !
Um raio, uma faísca do vosso amor pode abrasar a terra; deixai-nos beber nas fontes dessa bondade fecunda e infinita, e todas as lágrimas secarão,
todas as dores se acalmarão.

Um só coração,
um só pensamento subirá até vós,
como um grito de reconhecimento e de amor. Como Moisés sobre a montanha,
nós vos esperamos com os braços abertos, oh! Bondade,
oh! Beleza,
oh! Perfeição,
e queremos de alguma sorte merecer a vossa misericórdia. Deus !
dai-nos a força de ajudar o progresso a fim de subirmos até vós; dai-nos a caridade pura, dai-nos a fé e a razão; dai-nos a simplicidade que fará das nossas almas o espelho onde se refletirá a Vossa Imagem. (Prece de Cáritas)
Que assim seja !

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior