Tamanho
do Texto

Caracteres da Revelação Espírita

Caracteres da Revelação Espírita

Revista Espírita (setembro de 1867)

Estudo Espírita
Promovido pelo IRC-Espiritismo
http://www.irc-espiritismo.org.br
Centro Espírita Léon Denis
http://www.celd.org.br

Expositor: Deise Bianchini – Naema
Mato Grosso do Sul
23/12/2000

Dirigente do Estudo da Noite:

Deise Bianchini – Naema

Oração Inicial:

<Naema> Senhor amado
nessa noite que procuramos nosso crescimento que possamos ser amparados e intuidos
pelos bons espíritos que nos acompanham que o desânimo nunca se faça presente em nossas vidas que possamos sempre observar a luz que vem do esclarecimento e que essa luz ilumina nossas vidas e as vidas dos que estão ao nosso redor ilumine
possamos Senhor continuar nossa caminhada e recebermos sempre aquilo que procuramos Obrigada senhor por mais esta chance
Amém

Mensagem Introdutória:

Caracteres da Revelação Espírita

A parte mais importante da revelação do Cristo, no sentido em que ela é a fonte primeira, a pedra angular de toda a sua doutrina, é o ponto de vista inteiramente novo, sob o qual faz encarar a divindade. Não é mais o Deus terrível, ciumento e vingativo de Moisés, o Deus cruel e impiedoso que rega a terra com o sangue humano, que ordena o massacre e o extermínio dos povos, sem excetuar as mulheres, as crianças e os velhos, que castiga os que poupam as vítimas; não é mais o Deus injusto que pune todo um povo pela falta de seu chefe, que se vinga do culpado na pessoa inocente, que fere os filhos pela falta de seus pais, mas um Deus clemente soberanamente bom e justo, cheio de mansuetude e de misericórdia, que perdoa o pecador arrependido e dá a cada um segundo às suas obras; não é mais o Deus de um só povo privilegiado, o Deus dos exércitos, presidindo aos combates para sustentar a sua própria causa contra o Deus dos outros povos, mas um pai comum do gênero humano, que estende a sua proteção a todos os seus filhos e os chama todos a si; não é mais o Deus que recompensa e castiga só pelos bens terrenos, que faz consistir a glória e a felicidade na escravização dos povos mais rivais e na multiplicidade da progenitura, mas que diz aos homens: “Vossa verdadeira pátria não é neste mundo, é no reino celeste; é lá que os humildes de coração serão elevados e os orgulhosos rebaixados.” Não é mais o Deus que faz da vingança uma virtude, ordena o olho por olho, dente por dente, mas o Deus de misericórdia, que diz: “Perdoai as ofensas, se quiserdes ser perdoados; fazei o bem pelo mal; não façais a outrem o que não quereis que vos façam. Não é mais o Deus mesquinho e meticuloso, que impõe, sob as mais rigorosas penas, a maneira pela qual quer ser adorado, que se ofende com a inobservância de uma fórmula, mas o Deus grande, que olha o pensamento e não se honra com a forma; enfim não é mais o Deus que quer ser temido, mas o Deus que quer ser amado. Toda a doutrina do Cristo está fundada no caráter que ele atribui à Divindade. Com um Deus imparcial, soberanamente justo, bom e misericordioso, ele pode fazer do amor de Deus e da caridade para com o próximo a condição expressa da salvação, e dizer: Aí estão toda a lei e os profetas; e não há outra. Apenas sobre esta crença pode ele assentar o princípio da igualdade dos homens perante Deus, e da fraternidade universal. Contudo o Cristo acrescenta
Muitas das coisas que vos digo não podeis compreender agora; e teria muitas outras a vos dizer que não compreenderíeis. É por isso que vos falo por parábolas. Mas mais tarde eu vos enviarei o Consolador, o Espírito de Verdade, que restabelecerá todas as coisas e vo-las explicará todas. Se o Cristo não disse tudo o que poderia ter dito, é que julgou dever deixar certas verdades na sombra, até que os homens estivessem em estado de as compreender. Por sua confissão, seu ensino, então, era incompleto, desde que anuncia a vinda daquele que o deve completar. Assim, ele previa que se enganassem quanto às suas palavras, que desviassem o seu ensino, numa palavra, que desfizessem o que ele havia feito, desde que todas as coisas devem ser restabelecidas. Ora, só se restabelece o que foi desfeito. Porque chama ele o novo Messias Consolador ? Este nome significativo e sem ambigüidade é toda uma revelação. Então previa que os homens necessitariam de consolações, o que implica a insuficiência das que encontrasse na crença que iam adquirir. Talvez jamais o Cristo tenha sido mais claro e mais explícito do que nestas últimas palavras, às quais poucas pessoas prestaram atenção, talvez porque tivessem evitado trazê-las à luz e aprofundar o seu sentido profético. Se o Cristo não pôde desenvolver o seu reino de maneira completa, é que faltavam aos homens conhecimentos que só com o tempo poderiam adquirir, e sem os quais não podiam compreendê-lo. Há coisas que teriam parecido insensatas, no estado dos conhecimentos de então. Completar, pois, o seu ensino deve entender-se no sentido de explicar e de desenvolver, muito mais do que no de acrescentar verdades novas; porque ali tudo se encontra em germe. Falta a chave para compreender o sentido das palavras. Allan Kardec
Revista Espírita

Exposição e Comentários:

<Naema> Kardec nos mostra neste texto,
que nem tudo foi dito de forma clara por Jesus pois os homens àquela época ainda não estavam prontos para essas revelações Embora Jesus não tenha vindo “modificar” as leis, mas sim que elas fossem cumpridas as suas palavras eram cheias de novidades para um povo acostumado às leis mosaicas o perdão, o amor ao próximo
a vida futura, as reencarnações
enfim, demonstrou-nos em suas parábolas uma nova realidade
e, em sua preocupação pelas distorsões que o homem pudesse fazer, já nos avisou que seria enviado o consolador que nos lembraria da pureza das palavras originais da não necessidade de ostentações ou rituais E esse papel vem a Doutrina Espírita desempenhando para nós. Procurando nos esclarecer quanto aos verdadeiros caminhos a tomar

<Flor_AmorEterno> Bom, muito bom Naema, texto bastante esclarecedor, pois em nossas cabeças sempre ficam algumas dúvidas.

<Naema> quais por ex>?

<Flor_AmorEterno> por exemplo as mensagens passadas em forma de parábolas, quero dizer, a interpretação fica a mercê de quem lê, muitas vezes, elas nem não claras. muitas coisas ditas na bíblia, e quem escreveu afirmou serem ditas por Jesus, as vezes no meu entender se contradizem.
gostaria que as mensagens de Jesus fossem passadas de forma simples e objetiva.

<Naema> Devemos nos lembrar Flor que a Bíblia vem muito da tradição oral quando foi escrita já passava muito tempo da morte de Jesus

<Flor_AmorEterno> retrata melhor a pessoa de Jesus, simplicidade. :)). t

<Naema> e nem todos os evangelistas o conheceram pessoalmente assim, quando vamos recontar uma história não conseguimos deixar de colocar nossos conceitos e preconceitos por isso algumas situações são contraditórias e depois a Bíblia foi traduzida muitas vezes, e sofreu algumas alterações que interessavam aos poderes da época Os sacerdotes copiavam o material manualmente, e aí também podem ocorrer erros uma simples palavra, uma simples vírgula pode mudar completamente o sentido do texto Por isso devemos sempre procurar interpretar de forma lúcida os ensinamentos e não aceitar as palavras como letra morta Mas mesmo assim, mesmo sendo através de parábolas, às vezes de difícil interpretação para nós leigos, a mensagem deixada para nós por Jesus é de uma beleza e simplicidade sem comparação
Toda vez que formos ler alguma mensagem , é só nos lembrarmos do mais importante: Amar a Deus sobre todas as coisas, e ao próximo como a si mesmo Assim fica muito mais fácil de acertar :))))

<Flor_AmorEterno> é Naema por isto procuro dar desconto, e absorvo da essência das mensagens o melhor. fica sim amiga. :)).

<Naema> Outra parte importante do texto é a nova forma de encararmos Deus como àquele pai amoroso que não nos castiga, e ainda por cima nos dá o livre-arbítrio para que possamos acertar ou não por nossa conta e risco e como todo aquele que ama
nos dá infinitas chances de recomeçar
no mundo espiritual ´passamos pelo esclarecimento do que fizemos ao reencarnarmos vamos aplicar esse conhecimento e trilhar nosso caminho sempre para o alto e ainda por cima não nos deixa sós
nos coloca ao alcance todo amparo que o mundo espiritual pode nos fornecer sem interferir em nossas escolhas Acho essa a parte mais consoladora do espiritismo esclarecer-nos sobre as nossas chances
ainda temos tanto a aprender
e é um alívio saber que podemos acumular esse aprendizado e utilizá-lo sempre Para mim Jesus e sua passagem na terra são tão belos quanta a própria Natureza em sua magnitude.

<Naema> Sim :)))
Bem, era o que eu tinha a colocar sobre o tema :)))

<Flor_AmorEterno> muito boa escolha quanto ao tema. :)). e sua colocação como disse bastante esclarecedora.

Oração Final:

<Naema> Vamos nesse momento
encerrar mais um trabalho do canal espiritismo pedindo a Deus e aos bons espíritos que nos acompanham as boas intuições dessa vida
e que possamos ouvi-las e aplicá-las
em nosso dia-a-dia
que possamos ter forças para encarar as vicissitudes que nos visitam como mais um ensinamento
que a paciência seja nossa companheira constante nos alertando que os males são necessários e que não ocorrem sem causa que possamos , meu Deus,, aproveitar todos os momentos que nos concedestes que possamos estar bem acompanhados agora e sempre Assim seja !

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior