Tamanho
do Texto

Crescendo Espiritualmente

Crescendo Espiritualmente

15º Encontro Sobre “O Livro dos Espíritos”

Palestra Virtual
Promovida pelo Canal #Espiritismo
http://www.irc-espiritismo.org.br
e pelo Centro Espírita Léon Denis
http://www.celd.org.br

Palestrante: Elizabeth Operti
Rio de Janeiro
16/02/1999

Organizadores da palestra:

Moderador: “Brab” (nick: [Moderador])

“Médium digitador”: MariaRegina (nick: Elizabeth_Operti)

Oração Inicial:

<[Moderador]> Queridos amigos espirituais, responsáveis pelo Encontro Espírita sobre “O Livro dos Espíritos”, mentores espirituais da Casa de Léon Denis. Estamos iniciando em nome de Deus, de nossa parte, mais um dia de encontro na Internet, com uma Palestra Virtual. Pedimos aos amigos que nos amparem e a todos que aqui procurarem alento e estudo, a fim que de possam sair melhores do que entraram. Pedimos a Jesus que nos ajude em nossa tarefa, e que ilumine a todos os encarnados e desencarnados na estrada do progresso e do crescimento espiritual. É em nome desses amigos espirituais, em nome de Jesus mas acima de tudo em nome de Deus que damos por iniciado mais um dia de trabalhos na Internet no Encontro Espírita sobre “O Livro dos Espíritos”. Graças a Deus!

Apresentação do palestrante:

<Elizabeth_Operti> Meus amigos, sou Beth Operti, sou espírita desde o nascimento e cooperadora do Centro Espírita Léon Denis há 25 anos. Estamos hoje aqui para uma conversa acerca do proveito que podemos ter dos estudos e trabalhos em torno da Doutrina Espírita. O que isso pode representar, para nós, em termos de crescimento espiritual.(t)

Considerações iniciais do palestrante:

<Elizabeth_Operti> Nós, espíritos encarnados na Terra, nos primórdios da nossa caminhada, éramos impulsionados para adiante pelos mecanismos da vida biológica, a que estávamos sujeitos por estarmos associados a corpos materiais rudimentares. Um tanto mais além, utilizamos os rudimentos da inteligência e aprendemos lentamente como reagir diante das adversidades da vida corporal, contra os predadores, as intempéries, os cataclismas e a agressividade de outros seres. Mais tarde, ingressamos na etapa em que os sentimentos e emoções se juntaram às conquistas intelectuais, quando desenvolvemos o orgulho e ampliamos o egoísmo. Em épocas mais recentes, começamos a estruturara o senso moral e os conflitos conscientes se instalaram em nosso íntimo. Hoje já somos capazes de aspirar a uma condição mais elevada e já não nos satisfaz esperar passivamente que as vicissitudes da vida nos arrastem. Nosso objetivo é o crescimento espiritual. (t)

Perguntas/Respostas:

<[Moderador]> [1] <Brab> O crescimento espiritual do ser humano é uma sua decisão, ou progride mesmo pela força das coisas, ou seja, à revelia de sua vontade, muitas das vezes?

<Elizabeth_Operti> Nas primeiras etapas do desenvolvimento esse crescimento é compulsório. Quanto mais o espírito se adianta, mais dependente do seu livre arbítrio se torna esse crescimento. No entanto o progresso é uma lei Divina e todos estamos sujeitos a ela.(t)

<[Moderador]> [2] <Fersa> O Ensinamento do Mestre foi o Amor. O que devemos mais profundamente fazer que nos leve a concretizá-lo no dia a dia, se até em muitos Centros Espíritas há falta desse tão importante sentimento?

<Elizabeth_Operti> Em “O Evangelho Segundo o Espiritismo”, no item a respeito do Dever, encontramos a seguinte afirmativa: “Quem cumpre seu dever, ama a Deus mais do que ao seu próximo e ao próximo mais do que a si mesmo. “Isto me leva a concluir que, na prática do dia a dia o cumprimento do dever seja a forma mais concreta de amar. (t)

<[Moderador]> [3] <Brab> O conceito de crescimento espiritual é mutável de cultura para cultura, de religião para religião e, principalmente, de época para época?

<Elizabeth_Operti> Certamente que sim. E dependerá sempre do sentido que cada cultura, religião ou época dê a própria vida. O conceito de crescimento depende, pois, da idéia que nós temos a respeito de quem somos nós, do que estamos fazendo na Terra e para onde estamos caminhando. (t)

<[Moderador]> [4] <Joel Alvarenga> Uma criatura que, na Terra, dedicou toda a sua existência à prática do mal, qual foi a finalidade de sua encarnação dentro da Lei do Crescimento Espiritual?

<Elizabeth_Operti> Toda experiência reverte, em última análise, como crescimento para o espírito. Ainda que, à primeira vista, pareça perdida esta existência as experiências vividas um dia servirão de base para o despertar para uma nova realidade. Nada ficara perdido para esta alma. De outro ponto de vista, podemos perguntar: Será que nada foi acrescentado a esse espírito, mesmo que, para quem observa, pareça que esta criatura só praticou o mal. Esta é uma pergunta que podemos nos fazer, já que não conhecemos o que se passa no intimo da alma do outro.(t)

<[Moderador]> [5] <Brab> Muitas seitas acreditam que a presença da fé em Deus lhes é suficiente para adquirirem gabarito espiritual suficiente para comungar com Deus a Perfeição. O que nos diz a Doutrina Espírita acerca disso?

<Elizabeth_Operti> Diz a Doutrina Espírita, que o progresso espiritual só se fará a custa do esforço próprio. Esse esforço será permanente, e já vem se fazendo desde os primórdios da criação do ser no sentido do desenvolvimento intelectual e do desenvolvimento moral. Nada será dado de graça ao espírito. Este se constrói passo a passo, acumulando sempre as experiências. Isto é o que nos ensina a Doutrina Espírita.(t)

<[Moderador]> [6] <Stone> Se uma criatura adquirir o hábito de cometer estupros em uma encarnação, não seria um retrocesso em relação a encarnação anterior?

<Elizabeth_Operti> Este comportamento apenas revela o estágio em que a criatura se encontra no momento. Em outra encarnação anterior seu comportamento necessariamente estava em relação com o estágio em que se encontrava naquele momento. Se não praticou o estupro anteriormente terá sido por questão circunstancial. No entanto, teria sido capaz de fazê-lo se o desejasse ou se tivesse tido oportunidade para isso. Ninguém volta atrás de conquistas realizadas. Ou não seriam conquistas reais, apenas aparentes.(t)

<[Moderador]> [7] <Brab> Muitos Espíritos, em reuniões de assistência espiritual, se mostram conscientes da Lei de Evolução, dizendo inclusive claramente que sabem que um dia irão se arrepender e sair do caminho em que estão. No entanto, mostram-se duros às interpelações evangélicas, preferindo se manter no mal, como se tentassem fugir de algo que sabem que lhes é inevitável. Como tratar essas entidades?

<Elizabeth_Operti> Da minha experiência em tratar com espíritos em reuniões de assistência espiritual, tenho observado que o que toca o espírito nestas condições é sempre o seu interesse pessoal. Da mesma forma como nós, encarnados queremos sempre saber qual a “vantagem que levamos” em agir dessa ou daquela maneira, ou seja, que benefício terá para nós a escolha que fazemos, também funciona para os espíritos mostrar o quanto pode ele ganhar em buscar a sua própria felicidade antes de mais nada. (t)

<[Moderador]> [8] <Fersa> Creio que o melhor meio de crescer espiritualmente o “eu”, seria a humildade, exemplo que o Cristo nos deu, será realmente o caminho mais seguro de crescimento?

<Elizabeth_Operti> Certamente que sim, pois, dizem os espíritos que os dois maiores obstáculos ao crescimento são: o orgulho e o egoísmo. A questão é que passos preciso dar para conquistar a humildade. Este é o “X” do problema. É um trabalho que estamos tentando realizar ao longo dos milênios e com muita dificuldade. Diz André Luiz em “Evolução em Dois Mundos” que caminhamos no sentido do desenvolvimento intelectual cerca de dois bilhões de anos para penetrar as faixas iniciais da razão, com a possibilidade de atingir o discernimento entre o bem e o mal. E somente há duzentos mil anos estamos na faixa desse discernimento moral, tentando conquistar a humildade. Por aí se pode ver o quanto tem sido difícil para nós as conquistas no plano moral.(t)

<[Moderador]> [9] <Brab> As pessoas realmente podem mudar seu jeito de agir rapidamente, ou seja, adquirindo uma consciência espiritual, o progresso é imediato?

<Elizabeth_Operti> Se entendemos consciência espiritual como o entendimento do erro cometido podemos dizer que esta é a primeira etapa. A segunda seria fazer as escolhas de acordo com a Lei de Deus. O progresso real só estará realizado dentro de certo campo quando essas escolhas corretas estejam automatizadas. (t)

<[Moderador]> [10] <Joel e Zilda Alvarenga> Com relação à resposta à questão 07, essa postura dessa entidade não poderia ser medo de enfrentar o reajuste com a própria consciência, vivenciando situações difíceis?

<Elizabeth_Operti> Um momento estamos voltando a questão 7. Certamente que sim. Mas ainda assim, a questão de “valer a pena” continua presente. Enquanto o espírito não perceber que apesar de tudo valerá a pena fazer um esforço e enfrentar a situação para vencer o momento atual, ele certamente não se sentirá encorajado a fazê-lo. Queremos dizer que, apenas pela força da palavra evangélica, é difícil ao espírito que ainda não tem a convicção da verdade deixar-se levar pela promessa de Jesus. Temos observado que colocar essa promessa em termos bem práticos da vivência do próprio espírito, ainda que sem nos referir aos textos evangélicos, tem causado mais impacto, junto a esses espíritos pela própria faixa em que se encontram, de predominância do interesse pessoal e da importância da personalidade. (t)

<[Moderador]> [11] <Brab> O Espírito progride tanto em intelectualidade como em moralidade. A decisão de sempre adiar o crescimento moral, embora progredindo intelectualmente, leva o Espírito a um crescimento espiritual? O que dizer dessa preferência, que parece estar sendo a da humanidade ultimamente?

<Elizabeth_Operti> Não nos parece que se adie esse crescimento moral, mas que a velocidade em que ele se faz seja mais lenta em relação ao crescimento espiritual. Por outro lado, as vezes estamos crescendo moralmente em meio às lutas e às crises, mesmo sem o perceber é a confusão da “reforma da casa” de que nos fala em “O Livro dos Espíritos”. Enquanto a reforma esta em andamento parece que tudo esta na mais total desordem, mas ao final emerge a construção nova, mais bela mais perfeita. Acreditamos que, da crise pela qual estamos passando tiraremos muito proveito para o nosso crescimento espiritual. (t)

<[Moderador]> [12] <Stone> Ouvimos muitos dizerem que “a natureza(inclusive a nossa) não dá saltos.” Pode a criatura, se se determinar arduamente a isso, evoluir tanto que, de uma encarnacão a outra, não precise mais habitar o nosso planeta?

<Elizabeth_Operti> Diz “O Livro dos Espíritos”, que este crescimento se faz no campo intelectual e no campo moral e que as conquistas necessárias a uma mudança de plano são de tal ordem que é impossível realizá-las numa única encarnação. André Luiz afirma que necessitamos do automatismo moral para passarmos da consciência terrestre para a consciência cósmica. Eu pergunto: será que em uma encarnação é possível adquirirmos esse automatismo moral a ponto de fazermos todas as escolhas de forma acertada dentro desse automatismo? Acho muito otimismo.(t)

<[Moderador]> [13] <Brab> Se cada um só progride pelos próprios esforços, qual a eficácia da prece feita por outrem?

<Elizabeth_Operti> A prece feita por outrem tem a finalidade de auxiliá-lo a fazer os esforços. Não tem o dom de substituir os esforços que o outro deva fazer. E veja que não é pouco nós termos alguém que ore por nós trazendo-nos forças novas para a realização dos nossos esforços. Você não acha? (t)

<[Moderador]> [14] <Fersa> Todas essas pessoas que praticam o mal deliberadamente, com isso não estarão crescendo espiritualmente. Uma vez que, após os fatos concretizados, tenham um momento de reflexão e, ao mesmo tempo estejam servindo de instrumentos de Deus?

<Elizabeth_Operti> Jesus disse: “O escândalo há de vir. Mas ai daquele por quem o escândalo venha”. Isto quer dizer: aquele que sofreu o mal não passou por isso injustamente e, se aproveitou o momento da expiação para consolidar conquistas de perdão, resignação, confiança em Deus, etc, cresceu espiritualmente. O que praticou o mal serviu sim de instrumento da Lei. Mas a Lei não precisaria da sua atuação para se fazer presente junto a vitima. Sempre que cobramos de alguém o que este deve a Lei estamos nos colocando como oficiais da Justiça Divina sem que Deus nos tenha solicitado esse favor. Deus aproveita a nossa disposição de cobrar do outro. Só que agora a dívida está conosco. Só cresceremos quando estivermos com as escolhas rigorosamente dentro da Lei, não há outro caminho de crescimento. Discernir o certo do errado é o primeiro passo. Escolher o certo sempre em todas as circunstâncias é o que caracteriza o crescimento.(t)

<[Moderador]> [15] <Brab> Qual o papel da evangelização infanto-juvenil no crescimento espiritual dos Espíritos reencarnantes?

<Elizabeth_Operti> Todo nós reencarnamos para aprender a discernir e fazer as melhores escolhas dentro da Lei. Qual o papel da educação nesse processo? Auxiliar o espírito a construir esse discernimento e a fortalecê-lo para fazer as escolhas, apesar das dificuldades que encontramos no mundo. A evangelização, tem por finalidade fornecer elementos ao espírito para cada vez mais saber discernir em todas as circunstâncias da vida, no seu dia a dia, em todos os aspectos do relacionamento da criatura consigo mesma, com o próximo e com Deus, saber discernir (voltamos a dizer) o que esta e o que não esta de acordo com a Lei. Além disso, pelo envolvimento espiritual e pela convivência com outras criaturas que estão recebendo a mesma orientação se fortalecerem para efetuar as escolhas. Então, o papel da evangelização infantil é o de orientar e fortalecer. (t)

<[Moderador]> [16] <Regina de Agostini> Crescer Espiritualmente dói?

<Elizabeth_Operti> As vezes dói no corpo, às vezes dói na alma, porque como dói a gente escolher o que é justo quando está doido para escolher de acordo com o interesse pessoal e como dói deixar de lado a importância da personalidade para escolher pela importância da coletividade. Mas depois que se dá o passo a alegria também pode ser muito grande. Disse o Caca aqui ao lado: “O que arde cura”. Grande! (t)

<[Moderador]> Última pergunta: [17] <Brab> O médium é responsável pelo crescimento espiritual dos Espíritos que com ele trabalham? Como?

<Elizabeth_Operti> Somos responsáveis por toda influência que exercemos sobre as inteligências que estão em relação conosco: dos átomos do nosso corpo a quaisquer outras criaturas que possam receber a nossa influência. (t)

Considerações finais do palestrante:

<Elizabeth_Operti> Concluímos que crescer significa fazer bem e conscientemente o que deve ser feito, de acordo com a Lei Divina, em todas as circunstâncias da vida. Gostaria de agradecer a todos que estiveram conosco  nessa Palestra Virtual em especial aos amigos do Rita de Cássia e aos amigos Joel e Zilda Alvarenga a quem agradecemos a participação. (t)

Oração Final:

<caca> Mestre Amado e Amigo, agradecemos por este novo meio de divulgação da Doutrina Espírita, aonde nós podemos levar a Vossa Palavra para os nossos companheiros acessados à rede. Que os Seus ensinamentos, bem como aqueles trazidos pelos Espíritos possam levar esclarecimento e reconforto para os nossos irmãos. Que as bênçãos de paz, de luz, amor e caridade possam estar presentes em seus lares. É com a Sua permissão e a dos Espíritos que encerramos este momento de troca de informações. Que o Senhor nos abençoe agora e sempre! Que assim seja!

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior