Tamanho
do Texto

Encarnação dos Espíritos

Encarnação dos Espíritos

“O Livro dos Espíritos” – Questões 172 a 178

Estudo Espírita
Promovido pelo IRC-Espiritismo
http://www.irc-espiritismo.org.br
Centro Espírita Léon Denis
http://www.celd.org.br

Expositor: Andréia Azevedo – Safiri
Osasco – São Paulo
22/07/2000

Dirigente do Estudo da Noite:

Mauro [MBueno]

Oração Inicial:

<giordano__bruno> Senhor Pai de Infinita Misericórdia! Neste Santuário de Amor e Estudo, marco de renovação de nossas almas, juntos em coração e pensamentos sintonizados no BEM, vimos rogar-Te as bênçãos de paz, luz e entendimento… que possamos erguer a bandeira da concórdia, como o melhor caminho para a paz na consciência que a nossa prece, singela, possa auferir o consolo, o equilíbrio a todos que necessitem neste momento … abençoa-nos com tua presença em nossos corações, para que cheios do TEU AMOR, possamos compartilhar da felicidade de servir aos nossos irmão da humanidade Rogamos também que a Paz se estenda a nossos lares, aos nossos ambientes de trabalho ao mundo todo ….. que cada criatura que esteja sofrendo neste momento possa receber a vibração de nossa prece em alivio para suas dores abraça Senhor, a todas as crianças do mundo, em especial as crianças órfãs e abandonadas a todos os jovens, em especial aos que se encontram nos abismos dos vícios e das drogas aos idosos, em especial aqueles que se acham nos asilos da solidão e que cada criatura que neste momento esteja vertendo lagrimas de dor ou sofrimento, receba em forma de esperança, a fé que enxuga as nossas lagrimas e ilumina nossa caminhada Assim seja!

Mensagem Introdutória:

Encarnação dos Espíritos

27. – O progresso material de um planeta acompanha o progresso moral de seus habitantes. Ora, sendo incessante, como é, a criação dos mundos e dos Espíritos e progredindo estes mais ou menos rapidamente, conforme o uso que façam do livre-arbítrio, segue-se que há mundos mais ou menos antigos, em graus diversos de adiantamento físico e moral, onde é mais ou menos material a encarnação e onde, por conseguinte, o trabalho, para os Espíritos, é mais ou menos rude. Deste ponto de vista, a Terra é um dos menos adiantados. Povoada de Espíritos relativamente inferiores, a vida corpórea é aí mais penosa do que noutros orbes, havendo os também mais atrasados, onde a existência é ainda mais penosa do que na Terra e em confronto com os quais esta seria, relativamente, um mundo ditoso….

31. – Podem comparar-se os Espíritos que vieram povoar a Terra a esses bandos de emigrantes de origens diversas, que vão estabelecer-se numa terra virgem, onde encontram madeira e pedra para erguerem habitações, cada um dando à sua um cunho especial, de acordo com o grau do seu saber e com o seu gênio particular. Grupam-se então por analogia de origens e de gostos, acabando os grupos por formar tribos, em seguida povos, cada qual com costumes e caracteres próprios.

32. – Não foi, portanto, uniforme o progresso em toda a espécie humana. Como era natural, as raças mais inteligentes adiantaram-se às outras, mesmo sem se levar em conta que muitos Espíritos recém-nascidos para a vida espiritual, vindo encarnar na Terra juntamente com os primeiros aí chegados, tornaram ainda mais sensível a diferença em matéria de progresso. Fora, com efeito, impossível atribuir-se a mesma ancianidade de criação aos selvagens, que mal se distinguem do macaco, e aos chineses, nem, ainda menos, aos europeus civilizados. Entretanto, os Espíritos dos selvagens também fazem parte da Humanidade e alcançarão um dia o nível em que se acham seus irmãos mais velhos. Mas, sem dúvida, não será em corpos da mesma raça física, impróprios a um certo desenvolvimento intelectual e moral. Quando o instrumento já não estiver em correspondência com o progresso que hajam alcançado, eles emigrarão daquele meio, para encarnar noutro mais elevado e assim por diante, até que tenham conquistado todas as graduações terrestres, ponto em que deixarão a Terra, para passar a mundos mais avançados.

Allan Kardec
Do Livro: A Gênese
Editora: FEB

Exposição:

<Safiri> Boa noite meus queridos amigos. Vamos hoje, mais uma vez, dar-nos a oportunidade de aprendizado. Vamos elevar nossas mentes até nosso amado irmão Jesus, e pedir-lhe o direito de entendimento e execução da sua doutrina: A doutrina do Amor. Hoje iremos começar a falar sobre a reencarnação nos diferentes mundos. O que são , então, os diferentes mundos ? E porque estamos sempre reencarnando ? Todos humanos vislumbram a perfeição e a felicidade suprema como sua maior ventura. É esse o objetivo dos homens. E não há erro ai. Nos reencarnamos para nosso aprimoramento. Mas, esquecemo-nos de que esse aprimoramento se dá através de coisas simples. Passamos por diversos mundos. O objetivo aqui é de adquirirmos experiência e evoluirmos. Essa transição entre os mundos ocorre pelo grau de evolução adquirido. Mas, muitas vezes, ficamos muitas encarnações no mesmo mundo. Por que isso acontece ? Isso acontece quando não conseguimos alcançar nossos objetivos propostos antes de reencarnarmos. Então, quando estamos nesse ponto, reencarnamos no mundo como uma forma de continuarmos o que não conseguimos executar conforme o proposto. O que acaba se tornando fator de vergonha para muitos, mas é mais do que isso, é um estado estacionário. Como se estivéssemos repetindo 1 ano na jornada escolar. Por que repetimos ? Por vários motivos. Porque não estudamos corretamente. Porque não nos aplicamos , porque não tivemos forca para lutar contra nossas próprias imperfeições . Porque deixamos que as tribulações da vida soem em nosso corações como um hino repetido dia a dia no intuito de termos pena de nos mesmos e não lutarmos contra esse estado de sofreguidão. Ficamos estacionados muitas vezes porque simplesmente não nos damos conta de que para sairmos dessa faixa temos que abdicar de coisas que não nos trarão crescimento como o vicio, os sentimentos inferiores, e nossa própria “preguiça”. Então, passamos séculos nascendo num mesmo plano , correndo atrás de um prejuízo que acabamos por acumular em nossas vidas ao invés de eliminar. Isso, fez-me lembrar agora do livro Fernão Capelo Gaivota de Richard Bach. Recomendo fortemente a leitura deste livro e transcrevo aqui uma parte que está muito dentro desse contexto que eu acabei de expor. Esse diálogo entre Fernão e Henrique, é tudo o que quero dizer para vocês hoje. >>>>>
… – Onde estão os outros, Henrique ? perguntou em silencio, já familiarizado com a telepatia, fácil, que estas gaivotas usam em vez dos gritos e guinchos. – Por que somos tão poucos, aqui? No lugar de onde eu vim havia … – … milhares e milhares de gaivotas. Eu sei. A única resposta que encontro, Fernão, é que você é um daqueles pássaros que se encontram em um milhão. Quase todos nos percorremos um longo caminho. Fomos de um mundo para o outro, que era praticamente igual ao primeiro, esquecendo logo de onde vieramos, não nos preocupando para onde íamos, vivendo o momento presente. Tem alguma idéia de por quantas vidas tivemos que passar até chegarmos a ter a primeira intuição de que há na vida algo mais do que comer, ou lutar, ou ter uma posição importante dentro do bando ?

Mil vidas, Fernão, dez mil! E depois mais cem vidas até começarmos a aprender que ha uma coisa chamada perfeição, e ainda outras cem para nos convencermos de que o nosso objetivo na vida é encontrar essa perfeição e leva-la ao extremo.

A mesma regra mantém-se para os que aqui estão agora, é claro: escolheremos o nosso próximo mundo através daquilo que aprendemos neste. Não aprender nada significa que o próximo mundo será igual a este, com as mesmas limitações e pesos de chumbo a vencer. – Mas você , Fernão, aprendeu tanto de uma só vez que não teve de passar por mil vidas para chegar a esta… <<<<<
Fernão, é o protagonista desta estória. E ele, abdicou do mundo cotidiano das gaivotas: lutar e brigar por restos de comida, para APRENDER. E descobriu um universo inimaginável. Nós somos todos seres lutando pela evolução. Essa nossa luta tem que ser uma luta dedicada. Com metas e objetivos traçados. Há porém, algumas situações diferentes que preciso expor. Os mundos existem nas suas variadas evoluções. Como o da Terra , existem outros, e não ha porque passarmos por todos os mundos, uma vez que não aprenderíamos nada em mundos semelhantes ao nosso por exemplo. Porem, existem situações em que podemos reencarnar em mundos inferiores ao nosso atual. Não porque o espírito seja colocado em uma situação de “rebaixado” mas porque podemos sim reencarnar com uma Missão a Cumprir, para ajudar o progresso. Os espíritos podem se tornar estacionários, mas nunca retrogradam. Na esfera do universo , o mundo que vivemos se qualifica como o mais material e distante da perfeição. Eis a resposta do porque da vinda do nosso mestre Jesus neste plano. AMOR e CARIDADE. Eis o segredo pra nossa reforma e transformação de nosso amado planeta terra. Gostaria de encerrar nosso estudo de hoje com um texto de meu querido Emmanuel, pertencente ao livro Seara dos Médiuns. Trabalhemos
Perguntas, muitas vezes, se podes colaborar junto a bandeira de amor e luz que a Espiritualidade Maior vem desfraldando na Terra. Estimarias movimentar poderes mediúnicos incontestes, materializando forcas sutis, distribuindo consolações, traçando diretrizes, enunciando a verdade ou pronunciando o verbo revelador. Não necessitas, no entanto , a esse ou aquele luminar da sabedoria para a obtenção da resposta. Basta breve consulta ao livro da Natureza. Sabes que a semente é suscetível de fazer florir o deserto, desde que lhe ofereças bases adequada no solo, e que a fonte é capaz dessedentar-te na intimidade doméstica, que se lhe das condução no canal preciso. As sementes, contudo, morrem sem remissão se relegada de todo à cova de areia quente, e a fonte, por mais generosa, não te alcança o reduto familiar quando se lhe trava o caminho. TODA REALIZAÇÃO PEDE ESFORÇO.

Todo merecimento real inclui sacrifício. Muitos, porem, almejam auxiliar, exigindo que a evolução se transforme numa avenida asfaltada em que possam deslizar de patins. Desejam fazer claridade na hora do meio-dia , melhorar o prato feito,subir em elevadores rápidos para medirem exortações de sacadas tranqüilas ou ditar bons conselhos a cabeças dos anjos. Entretanto, embora imperfeitos, é indispensável, empreendam a cura de nossas próprias imperfeições. Se aspiras ao bem para sanar os males da Terra, é natural que a Esfera Superior se esmere em proclamá-lo por teu intermediário. Se procuras o Senhor, buscando ajuda a vida, o Senhor também te procura afim de ajuda-la. Desse modo, o Mestre Divino espera-te, na luta, por instrumento que possa atender-lhe a obra. Sublimemos o pensamento, para entende-lo. Eduquemos a palavra, de modo a enunciar-lhe o verbo. Aprimoremos a ação, para exprimir-lhe a presença. Aperfeiçoemos a nós mesmos, cada dia, quanto seja possível, porquanto, para sermos intermediários fieis, entre ele e o Mundo, só existe uma solução – trabalhar! Obrigada meus amigos pela presença tão querida de vocês. E não deixem de assistir a continuidade, e ultima parte, deste tema na próxima aula com Deise Bianchini e Flavio Boilez. “Sejamos um pássaro como aqueles que se encontram em um milhão! ” (t)

Perguntas/Respostas:

01<PimentaDoce> você nos falou que para evoluir, precisamos empreender algumas coisas e que elas seriam coisas simples….que coisas são essas? pode nos dar exemplos práticos? t

<Safiri> Oi Pimentinha :)) Bem, ha dois mil anos, nosso amado Jesus esteve aqui entre nós. Com qual objetivo ? Ele simplesmente veio nos dar a receitinha dessas coisas simples: Amor , respeito, c a r i d a d e !!! Nossa evolução, depende somente de nós. E devemos iniciar nos questionando: O que eu quero ? Sofrer ou ser feliz ? Vocês já perceberam que quando fazemos algo de bom para alguém, mesmo que para nós seja algo tão simples, não parece que nossa vida começa a ter brilhos ? A se iluminar ? Na verdade , não parece! Nossas vidas se enchem de amor. E esse brilho , essa luz, é que irá iluminar nosso caminho para a evolução. Como um indicador . A seta indicadora do encontro com a perfeição. Sejamos como nosso amado Jesus. (t)

02<PimentaDoce> Eu tava aqui pensando no que você disse… devemos nos questionar: o que eu quero? E eu fiquei pensando…será que a gente deve querer ir para um planeta mais adiantado? ou melhorar o nosso? O que você acha? t

<Safiri> Hum.. Pi, (já to ficando intima hehehehe) Essa é uma boa pergunta! É como quando recebemos uma proposta de trabalho para um outro país! Muitos diriam:
“Ah! Eu vou mesmo. To cansada deste país de corrupções etc etc etc… ” Mas, eu penso:
“Brasil! Coração do mundo. Pátria do Evangelho!” Quanto amor! Como é grande nosso poder de mudar o que nos faz “sofrer” e tão pequeno se torna ele, quando desistimos e mudamos o nosso curso. Claro, todos temos nosso livre arbítrio. E é por isso que muitos espíritos habitam mundos “inferiores” intuito de ajudar no progresso deste planeta!. São espíritos em missões definidas.
Jesus teve essa missão . Mais uma vez, a escolha é nossa . 🙂 (t)

03<Clazinha43> Safiri…. Falastes e muito bem, em AMOR e CARIDADE! sou uma pessoa muito feliz e agradeço a Deus todos os momentos, tenho só o necessário para sobreviver (material), pois divido tudo que tenho com quem precisa até as minhas lagrimas….. quem esta perto de mim.. ao meu alcance, não passa frio… fome… não sente dor… estendo minha mão sempre…. toda minha vida foi e é assim.. entanto.. dia 27 deste mês completarão 365 dias que sofri a maior injustiça e por consequencia… a maior dor que um ser humano pode sentir todos esses dias… derramei minhas lagrimas de dor. Por que, Safiri? Tudo que sempre fiz e faço é pensando em aliviar a dor dos outros , por que fui contemplada com essa dor? (t)

<Safiri> Clazinha, minha doce amiga, A vida nos brinda com dores também. E graças a Deus, pois é na dor que nos fortificamos. Habitamos hoje , um planeta de provas e expiações A terra é considerada o mais materialista dos mundos. Nós podemos nunca, esperar das pessoas o mesmo bem que procuramos dar. Muitas pessoas não estão prontas para ouvir. Lembra das parábolas de Jesus ? Ou de suas pregações ? Ele sempre começava dizendo: “Quem tem ouvidos para ouvir que ouça!” Minha amiga, creio que sua resposta, na verdade a nossa resposta porque isso acontece com todos nos, está na história de nosso irmão. Nós o crucificamos! E quanto bem Ele não nos trouxe ?
Mas , no todo, a única coisa que eu mesma aprendi Clazinha, É que esse sofrimento todo, é a grande base de fortificação de nossa evolução. Não temos como saber o “porque” de tudo! Mas saiba, você é a única vencedora nessa historia. :* (t)

04<Clazinha43> Tanto é verdade amiga, que agradeço a ELE todos os dias por ter e estar me dando forças para suportar…. pois acredito que houvesses dois “pacotinhos” para mim… ELE escolheu o mais leve… pois pior do que sinto, só se perdesse uma das minhas filhas que são a razão de tudo! obrigada amigos (t)

<safiri> Clazinha, você tem razão
Nosso amado Pai, não nos abandona nunca , ou, como diz aquela frase feita mas sempre muito adequada é: Deus jamais nos da a cruz maior do que podemos carregar! Nunca perca sua fé minha amiga. Obrigada eu :* (t)

05<Franz_Josef> A evolução do espírito sempre se dá no mundo material? E no mundo espiritual há evolução?

<Safiri> Oi Franz :))) Veja, a evolução se dá dos dois lados. Porém, temos a necessidade de reencarnar por vários motivos. Entre eles , o da própria evolução. A evolução é mais rápida, quando estamos encarnados (t)

06<kamura> a evolução é determinismo divino amigo, todos seremos perfeitos um dia. Qual o maior amor o do mundo ou o do Cristo? (t)Entendam cristo como o estado da criatura que se iluminou intimamente com Jesus (t)

<Safiri> Oi Kamura 🙂 Bem , deixa eu organizar as coisas por aqui 🙂 Cristo e Jesus para mim são o mesmo ser. O amor de Jesus, é algo intangível E ele veio como apoio a nossa evolução, nos ensinando a amar. Fazendo com que o mundo seja seus ensinamentos e seu próprio amor (t)

07<Daniel-RS> Em toda e qualquer encarnação, o espírito vem com missões e/ou expiações a realizar? E a evolução, independe da sua posição social? (ou por exemplo, ele evoluiria mais, se escolhesse determinada profissão, ao contrário da que escolheu)

<Safiri> Oi Daniel 🙂 O espírito sempre reencarna com uma missão definida.

Existem vários tipos de condições de reencarnação. Por exemplo, existem situações em que podemos escolher nossa missão, e outras não. Mas todas vem com o objetivo de focar nossa evolução. É difícil medir, em qual posição estaríamos mais próximos de evoluir com rapidez Na verdade definimos nosso curso em uma dada encarnação, de acordo com nossas imperfeições, quando da expiação, ou de nossa missão quando temos a tarefa de trabalhar pelo progresso. (t)

08<HideEd> Como sabemos se estamos evoluindo nesta jornada, se estamos no caminho correto? Se não pegamos nenhum desvio achando ser o caminho correto? Ou não fomos orgulhosos achando que sabíamos muito e erramos grossamente nosso caminho?

<Safiri> Oi Hide 🙂

<HideEd> Oi 🙂

<Safiri> Sabe , às vezes eu me pergunto isso também. Mas existe algo em nos que não nos damos conta. É um “flagzinho” q nos indica se estamos indo pelo caminho certo ou não . Eu já consegui perceber isso quando eu às vezes perco a paciência em uma dada situação. Dali dois minutos minha consciência começa a me cobrar dizendo : “Pombas… Será que você não pegou pesado!” :))) Mas na verdade, a melhor resposta para você Hide, está na máxima de nosso amado Mestre : Orai e Vigiai.
Sempre estaremos nos policiando e trilhando o caminho de nosso Pai, e o que nos propomos se estivermos sempre prontos para dar amor, quando houver o ódio… Exatamente como a Oração de nosso querido São Francisco de Assim 🙂 (t)

<HideEd> Obrigado por suas lindas palavras 🙂

Oração Final:

Senhor, ensina-nos:
a orar sem esquecer o trabalho;
a dar sem olhar a quem;
a servir sem perguntar até quando;
a sofrer sem magoar seja a quem for;
a progredir sem perder a simplicidade;
a semear o bem sem pensar nos resultados; a desculpar sem condições;
a marchar para frente sem contar os obstáculos; a ver sem malícia;
a escutar sem corromper os assuntos;
a falar sem ferir;
a compreender o próximo sem exigir entendimento; a respeitar os semelhantes, sem reclamar consideração; a dar o melhor de nós, além da execução do próprio dever, sem cobrar taxa de reconhecimento. Senhor, fortalece em nós a paciência para com as dificuldades dos outros, assim como precisamos da paciência dos outros para com as nossas dificuldades. Ajuda-nos, sobretudo, a reconhecer que a nossa felicidade mais alta será invariavelmente, aquela de cumprir-te os desígnios onde e como queiras, hoje agora e sempre. Emmanuel

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior