Tamanho
do Texto

A Idéia do Integral

A Idéia do Integral

11o Encontro Espírita Sobre a Vida e a Obra de Léon Denis

Palestra Virtual
Promovida pelo Canal #Espiritismo
http://www.irc-espiritismo.org.br
e pelo Centro Espírita Léon Denis
http://www.celd.org.br

Palestrante: Luzia Mathias
Rio de Janeiro
10/04/1998

Organizadores da palestra:

Moderador: “Brab” (nick: |Moderador|)

“Médium digitador”: “_Stone_” (nick: Luzia_Mathias)

Oração Inicial:

<Caminheiro> Nosso Pai Celestial de infinita bondade, hoje, um dia internacionalmente comemorado pelos cristãos como o dia da “morte” de nosso Mestre Jesus, estamos nós, mais uma vez, aqui reunidos em Teu nome para esta Palestra Virtual, que à luz da Doutrina Espírita nos apóia o ensinamento de que a “morte”, na verdade, não existe! Obrigado, Pai Querido! Permita que os teus bons espíritos, enviados abençoados, envolvam nossa irmã Luzia e cada participante deste encontro de maneira que possamos hoje e sempre estar evoluindo e crescendo no Teu Amor Bendito. Assim seja!

Apresentação do palestrante:

<Luzia_Mathias> Bom dia. Sou a coordenadora dos encontros sobre a vida e obra de Léon Denis. E também dos cursos da obra de Léon Denis aqui no Centro Espírita Léon Denis. É a minha primeira experiência neste meio de comunicação (Internet) e estou muito feliz por isso. Uau! Explorem-me!(t)

Considerações iniciais do palestrante:

<Luzia_Mathias> O tema é “A personalidade integral”, do livro “O problema do ser, do destino e da dor” de Léon Denis. Neste capítulo, resumindo, Denis nos convida a uma consciência cada vez mais ampla das nossas conquistas passadas ao longo das reencarnações e também das nossas possibilidades de realização futura. Viver o presente de posse do passado e antecipando o futuro. Bárbaro. (t) :o))

Perguntas/Respostas:

<[Moderador]> [1] <Brab> Bom dia, Luzia! André Luiz em uma obra sua (se não me engano “Missionários da Luz” ou “Libertação”) fala muito sobre a importância da visão holística do homem. Que ligação podemos ver entre o conceito de HOMEM INTEGRAL e a visão holística do homem?

<Luzia_Mathias> :)) Existe toda ligação, uma vez que nós somos tudo o que manifestamos através do corpo físico, do perispírito. Esse tudo interfere nestas manifestações presentes e nas realizações futuras. E qualquer um que queira verdadeiramente conhecer o homem, deve buscar ter a visão o mais integral possível do ser. O que seria, no nosso entender, a verdadeira visão holística. (t)

<[Moderador]> [2] <Dracon> Seria a “posse do passado” a recordação de nossas encarnações anteriores? (Complementação do Moderador: em relação às suas colocações iniciais: “de posse do passado e antecipando o futuro”)

<Luzia_Mathias> A posse do passado é simplesmente uma intensificação da velha proposta “conhece-te a ti mesmo”. Não é necessário resgatar da memória datas, nomes e lugares e sim tendências, habilidades, conhecimentos, enfim, conquistas nossas, que fazem parte do nosso patrimônio e que são por nós, infelizmente, subutilizados. (t)

<[Moderador]> [3] <Brab> Fala-se muito em desenvolvimento intelectual e moral. Poderia conceituar-nos o HOMEM INTEGRAL em função dessas duas ‘asas’ da evolução espiritual?

<Luzia_Mathias> Como desenvolver-se intelectual e moralmente sem conhecer as próprias necessidades, sem estabelecer para si mesmo metas que se relacionem com estas necessidades? Sem a visão integral de nós mesmos, desperdiçamos esforços, tempo e energia necessárias à construção das nossas “asas”.(t)

<[Moderador]> [4] <Caminheiro> Luzia: Bom dia! Sou muito interessado no tema “Educação”. Poderia nos falar sobre a importância de uma educação mais voltada para o “Homem Integral”?

<Luzia_Mathias> Bom dia! Que Jesus abençoe quem se preocupa, como você, com o tema educação. O que passamos para os educandos, quando estamos no papel de educador? Geralmente uma massa informe de conhecimentos e comportamentos que não ensinam ao homem quem ele é, o que faz aqui e a que se destina. Sem esses conhecimentos, toda educação será parcial e, portanto, deficitária no sentido de colocar o educando no caminho de sua plena realização. (t)

<[Moderador]> [5] <Brab> Em questão da análise integral do homem, pode nos falar sobre os avanços da Medicina no sentido da compreensão do homem como um todo e da importância de se ter uma visão global do que seja O HOMEM?

<Luzia_Mathias> Nada fragmentou tanto a visão do homem como um todo como a moderna Medicina. Primeiro, destacaram-se aparelhos e sistemas do corpo humano. Depois, órgãos e funções. A situação atual é de crítica a esse processo no qual cada paciente é atendido por um número absurdo de especialistas e subespecialistas, aos quais não interessam situações familiares, conflitos individuais e sociais, que são as verdadeiras causas das doenças. Acreditamos que passado esse momento de crítica, a busca da visão integral do homem deixará de ser proposta de alguns poucos profissionais conscientizados do problema e se imporá como uma necessidade a boa prática médica em todas as suas possibilidades de atuação.(t)

<[Moderador]> [6] <Dracon> Como podemos “resgatar” essas habilidades que se encontram em nós, digamos, num estado de latência?

<Luzia_Mathias> Isso não é uma coisa da qual se possa dar a receita, mas Léon Denis traça para nós um programa a ser iniciado o quanto antes. Primeiro, o estudo, a meditação para que sintamos que, VERDADEIRAMENTE, temos tais habilidades. Uma vez consolidado esse conhecimento, iniciamos um trabalho de desenvolvimento das potências da alma, que são a nossa herança divina: vontade, pensamento, sensibilidade e amor. E, finalmente, façamos “saques” à nossa personalidade integral, oferecendo-nos sempre novas propostas de trabalho e de realizações. Por exemplo, você, Dracon, tem habilidades para jardinagem, artesanato, falar outro idioma, ensinar crianças, tocar um instrumento, fazer curativos, cozinhar? (t)

<[Moderador]> [7] <Brab> Em que a compreensão real e integral de nós mesmos nos ajudaria na vivência das máximas evangélicas no nosso dia-a-dia?

<Luzia_Mathias> Que bom que você perguntou isso! Parece até que freqüentou as nossas reuniões de estudo para a preparação do encontro. Sabia que, ao final da transmissão de cada conteúdo, os encontristas terão que responder a essa mesma pergunta que você me fez? Apesar desta reflexão ser individual, porque cada um tem seu campo de trabalho, vamos responder de forma resumida e geral. A visão integral de nós mesmos nos propicia aceitar e trabalhar as situações de dor que vivemos, porque foram por nós mesmos criadas no passado. A visão integral de nós mesmos nos lança de forma irreversível na realização do nosso “eu perfeito”. E essa proposta dará a qualidade e a direção de todos os nossos atuais esforços. (t)

<[Moderador]> [8] <Caminheiro> O homem que não se conhece intimamente (a si mesmo) pode exercer a mediunidade de forma “integral”?

<Luzia_Mathias> Esse homem que não se conhece integralmente somos todos nós. Se tomarmos o modelo de Jesus, saberemos o que é exercer a mediunidade de forma integral. Para nós, este ainda é o momento de tomar conhecimento do que é a personalidade integral e de nos lançarmos na sua conquista. (t)

<[Moderador]> [9] <Caminheiro> Como interpretar a afirmação de Jesus: “Sois deuses”, do ponto de vista da abordagem do Homem Integral?

<Luzia_Mathias> Essa afirmação vem corroborar tudo aquilo que viemos estudando. Ou seja, Jesus via que o nosso “eu perfeito” já existe em cada um de nós nesse momento. (t)

<[Moderador]> Última pergunta, amiga Luzia. [10] <Brab> Sobre a Filosofia, amiga. A tendência filosófica dos milênios passados era de introspecção e busca da “Verdade Individual” dentro de conceitos altamente personalistas. Certamente trouxe contribuições valiosas, mas não encontra eco na forma de pensar atual (principalmente pelos avanços científicos). A pergunta: Estaria o homem buscando ultimamente se conhecer melhor saindo de seu Universo egoísta? Será esse um caminho correto para o auto-conhecimento?

<Luzia_Mathias> O Homem, atualmente, ainda está mais sendo pressionado pela dor do que buscando, por um ato de livre vontade, o auto-conhecimento. A proposta de Léon Denis é que não fiquemos esperando que a dor nos force a buscar os recursos infinitos do próprio espírito, mas que façamos essa busca de forma livre e intensa do próprio “eu”. (t)

Considerações finais do palestrante:

<Luzia_Mathias> A todos que participaram recomendamos a leitura do texto “A personalidade integral”, para colher do próprio Léon Denis as informações que tentamos passar. E boa busca do “eu integral” para todos! Até já! :)) (t)

Oração final:

<Dracon> Pai Querido, envolve a todos neste Canal em vibrações de paz e amor e ilumina nossas mentes para que possamos aprender um pouco mais no dia de hoje, não apenas para guardar estas informações, porém que possamos vivê-las, praticando-as no dia-a-dia, assim caminhando rumo a Ti. Que assim seja!

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior