Tamanho
do Texto

Influência do Espiritismo no Progresso

Influência do Espiritismo no progresso

“O Livro dos Espíritos” – Questões 798 a 802

Estudo Espírita
Promovido pelo IRC-Espiritismo
http://www.irc-espiritismo.org.br
Centro Espírita Léon Denis
http://www.celd.org.br

Expositor: Carlos Alberto Correia da Silva – Cacs
Amambai- MS
08/06/2002

Dirigente do Estudo da Noite:

Flavio Mendonça – Mei_PB

Mensagem Introdutória:

PALAVRA AOS ESPÍRITAS

Espiritismo revivendo o Cristianismo – eis a nossa responsabilidade.
Como outrora Jesus revelou a Verdade em amor, no seio das religiões bárbaras de há dois mil anos, usando a própria vida como espelho do ensinamento de que se fizera veículo, cabe agora ao Espiritismo confirmar-lhe o ministério divino, transfigurando-lhe as lições em serviço de aprimoramento da humanidade.

Espíritas!
Lembremo-nos de que templos numerosos, há muitos séculos, falam dele, efetuando porfiosa corrida ao poder humano, olvidando-lhe a abnegação e a humildade…
Somos, assim, chamados à tarefa da restauração e da paz, sem que essa restauração signifique retorno aos mesmos erros e sem que essa paz traduza a inércia dos pântanos.
É imprescindível estudar educando, e trabalhar construindo…
Mantende o cérebro e o coração em sincronia de movimentos, mas não vos esqueçais de que o Divino Mestre superou a aridez do raciocínio com a água viva do sentimento, a fim de que o mundo moral do homem não se transforme em pavoroso deserto.

Aprendamos do Cristo a mansidão vigilante.
Herdemos do Cristo a esperança operosa.
Imitemos do Cristo a caridade intemerata.
Tenhamos do Cristo o exemplo resoluto.
Saibamos preservar e defender a pureza e a simplicidade de nossos princípios.
Não basta a fé para vencer. É preciso que a fidelidade aos compromisso assumidos se nos instale por chama inextinguível na própria alma.
Nem conflitos estéreis.
Nem fanatismo dogmático.
Nem tronos de ouro.
Nem exotismos.
Nem perturbação fantasiada de grandeza intelectual.
Nem bajulação às conveniências do mundo.
Nem mensagens de terror.
Nem vaticínios mirabolantes.

Acima de tudo, cultuemos as bases codificadas por Allan Kardec, sob a chancela do Senhor, assinalando-nos as vidas renovadas, no rumo do bem eterno.
O Espiritismo, desdobrando o Cristianismo, é claro como o Sol.
Não nos percamos em labirintos desnecessários, porquanto ao espírita não se permite a expectação da miopia mental.
Sigamos, pois, à frente, destemerosos e otimistas, seguros no dever e leais à própria consciência, na certeza de que o nome de Nosso Senhor Jesus Cristo está empenhado em nossas mãos.

Emmanuel

Do Livro: Religião dos Espíritos
Psicografia: Francisco Cândido Xavier
Editora: FEB

FLAGELOS

Ante as calamidades que afligem a natureza, gerando o espetáculo deprimente das provações coletivas, não te esqueças daquele mundo vivo que somos nós mesmos, governado por leis que não poderemos trair.

Lembra-te de que todos os nossos desacertos na luta e deserções do dever representam deplorável plantação de males em nossa rota.

A rendição ao vício e o culto da crueldade criam espessas nuvens de treva em torno de nossos passos a rebentarem depois, em temporais de lágrimas, que valem por destruidoras convulsões em nosso campo íntimo.

É por isso que a experiência atual para nós outros permanece juncada pelos destroços de ontem, quando a nossa invigilância favoreceu na estrada que nos é própria os flagelos morais que hoje nos patrocinam as dificuldades e os sofrimentos.

Os obstáculos do templo familiar, os impedimentos afetivos, os espinheiros profissionais e os tremendos conflitos interiores que nos assomam à vida constituem dolorosas reminiscências dos cataclismos da alma que nós mesmos criamos.

Regeneremos, assim, o destino, suportando com heroísmo e serenidade o inquietante reajuste de agora. Achamo-nos à frente do passado que ainda vive em nós e, se nos propomos alcançar o futuro de firmamento sem sombra em que desejamos viver, saibamos carregar a cruz de provas e inibições que nós mesmos talhamos, a fim de que, com ela e por ela, possamos proclamar perante a lei o nosso justo resgate, garantindo, dessa forma, a posse de nossa verdadeira libertação.

Emmanuel

Do Livro: Fé, Paz, Amor

Psicografia: Francisco Cândido Xavier

Editora: GEEM

Oração Inicial:

<Rocha_RS> Caros irmãos, boa noite !

Continuemos em paz…

com os pensamentos elevados ao Mais Alto…

rogamos ao Pai de infinita bondade…

a Jesus, nosso Mestre…

que sejamos amparados e…

intuídos pelos Benfeitores Espirituais…

no intuito de participando de mais uma reunião de estudos…

possamos somar conhecimentos em nossas mentes…

de tal sorte que possamos levar para toda a eternidade.

Se conosco , Jesus…

agora e sempre…

que assim seja ! ( t )

Exposição:

<cacs> Meu nome é Carlos Alberto.

Teclo do Rio de Janeiro e freqüento o Núcleo de Caridade Espírita Irmão Joé, no bairro de Piedade.

O tema de hoje é bastante oportuno e muito atual.

Só somos capazes de compreender a vida em que estamos mergulhados, com os esclarecimentos que a Doutrina Espírita nos traz,

referente a nossa identidade como Espíritos, da reencarnação e da vida futura.

O texto inicial está calcado nesta realidade que a Doutrina Espírita nos descortina.

Sem esta compreensão mínima, fica também aquém da nossa compreensão os atributos de Deus, principalmente no que se refere a sua infinita Justiça.

Vamos aproveitar 2 temáticas abordadas pela novela “O clone” para exemplificar a importância da Doutrina Espírita no progresso da humanidade.

A primeira temática está relacionada a própria questão da clonagem.

A segunda temática se refere a questão “das drogas”.

A meu ver, as questões estão sendo bem conduzidas, até porque a autora da novela colhe aqui mesmo na internet, diversas opiniões, em um grupo de discussão.

Embora os temas sejam bem conduzidos, falta algo, falta alguma coisa para seu entendimento mais amplo.

Este algo, esta alguma coisa é muito importante, é de fundamental importância para que estas questões possam ser melhor entendidas.

É o “Espírito”.

Em uma discussão que envolve grande parte de nossa população, infelizmente ainda não vemos a questão básica ser considerada.

Somos Espíritos.

O corpo é apenas instrumento. A inteligência, a vontade, as virtudes e vícios residem no espírito.

Allan Kardec faz um estudo minucioso a este respeito, logo no primeiro capítulo do livro dos Médiuns: “Há Espíritos”.

Sua lógica é irrepreensível.

Neste tópico, vejo a infinita contribuição e influência que a Doutrina Espírita pode trazer no progresso da humanidade.

Mas não fica por aqui.

Na segunda parte do livro dos Espíritos, Allan Kardec intitulou: “Do mundo espírita ou mundo dos Espíritos”.

No capítulo IX, nos traz: “Da intervenção dos Espíritos no mundo corporal”.

Como discutirmos a questão das drogas sem abordarmos a influência dos espíritos?

Como discutirmos a questão das drogas sem levarmos em consideração as companhias espirituais que os dependentes atraem para si?

Como discutirmos a questão da clonagem sem levarmos em conta a questão da reencarnação de um espírito?

Vemos na base que a Doutrina Espírita nos traz, a chave para estas e muitas outras discussões.

Bezerra de Menezes nos informa em seu livro “A loucura sob novo prisma”, que muitas pessoas sob a influência dos Espíritos foram (e nós sabemos que continuam) sendo tratadas como loucas.

Logo, recebem tratamento totalmente inadequado para a sua problemática.

Muitas doenças sem solução somente com a medicina terrena, recebem complemento benéfico na terapêutica dos passes.

Os psicólogos estudiosos da “Terapia de vidas passadas” encontram extenso material de elucidação nas obras espíritas.

Os cientistas que desenvolvem pesquisas sobre a comunicação dos espíritos através de gravadores, telefones e demais equipamentos, também encontram vasto material da Doutrina Espírita para entendimento desta realidade.

Ficaríamos a noite toda (se eu tivesse bagagem para tal:), exemplificando a importância da Doutrina Espírita em todos os movimentos científicos existentes em nosso planeta.

Mas a Doutrina Espírita não se resume a isso, pois o conhecimento sem a religião, é manco. Da mesma forma que a religião sem a Ciência é cega.

E a Doutrina Espírita, reunindo Ciência e Religião, junto também com a Filosofia, encanta e descortina as verdades a todos que “tem olhos de ver”.

Por isso Jesus nos disse: “Conhece a verdade e a verdade te libertará”.

Não temos dúvida que a influência do Espiritismo no progresso da humanidade

é e será cada vez mais, muito grande.

Saibamos então, aproveitar cada vez mais as orientações que a Doutrina Espírita nos traz, atendendo ao chamado do Cristo, pois não basta saber, é preciso praticar.

Saibamos dignificar a nossa mediunidade, as oportunidades de ajuda ao semelhante que nos são oferecidas, junto a nossa reforma íntima, que é urgente e necessária.

Que Deus nos abençoe. (t)

Perguntas/Respostas:

01<Ilumine_Star> A clonagem humana significa evolução para a humanidade? (t)

<cacs> Ilumine, dentro do meu entendimento, que é muito pequeno, entendo que sim.

Porque ?

Vi uma palestra, do Dr. Jorge Andreas, uma abordagem muito interessante.

Ele dizia que a ida a lua, como fato em si, não trouxe grandes benefícios para a humanidade.

Mas a pesquisa que foi feita para que se pudesse chegar lá, trouxe uma série de benefícios para a ciência, com descobertas interessantes em vários campos, como na medicina por exemplo…

Traçando um paralelo com a clonagem, ele entende que o fato em si poderá (ou não ser importante), mas os estudos para se chegar ao clone, certamente farão a medicina e a ciência como um todo avançarem muito, propiciando muitas vantagens na descoberta da cura de doenças.

Acho esta observação bastante coerente. É como vejo hoje. (t)

02.<Degas> Obrigado. Acho que a medicina encontra-se para nos auxiliar como uma ferramenta que Deus nos deixou e o espiritismo como um farol para iluminar nossa vida.

<cacs> Eu concordo plenamente.

A medicina evolui a olhos vistos.

Quando a medicina sai de braços com a Doutrina Espírita, dá realmente um belo casamento. (t)

03. <titrigo> Carlos, qual o papel, digamos, principal e fundamental, para que Espiritismo possa, de fato, auxiliar no progresso? Dos espíritas.(t)

<cacs> Conforme vemos no livro dos Espíritos, na questão 799:

“…“Destruindo o materialismo, que é uma das chagas da sociedade, ele faz que os homens compreendam onde se encontram seus verdadeiros interesses.”

Durante muito tempo, eu entendi que materialismo é o fato de não se acreditar em Deus.

E aí, não compreendia a resposta dos Espíritos…

porque de certa forma, a maioria de nós já acredita em Deus, onde desta forma, não seríamos mais materialistas…

Há pouco tempo, vim compreender que não acreditas em Deus é realmente uma das faces do materialismo…

mas somente uma das faces…

o materialismo está tão enraizado em nós, que na maioria das vezes, nós nem sabemos que ainda somos materialistas…

O espírita então pode ainda ser materialista ?

Sem dúvida nenhuma.

O que é ser materialista então ?

É quando damos valor as coisas materiais.

É quando substituímos as tarefas espirituais pelas tarefas materiais.

Quando dizemos que não temos tempo para sermos médiuns, enfim, quando os interesses materiais prevalecem sobre os interesses espirituais…

Não queremos aqui diminuir a importância das nossas tarefas materiais, até porque através delas estamos progredindo intelectualmente mas basta que consultemos a nossa consciência…

a descobriremos onde estamos colocando os nossos interesses, o nosso coração logo, os espíritos sabem o que dizem. Estudemos atentamente a questão 799. (t)

04 <^FreeD0M_[OFF]^> A resposta da pergunta que eu irei fazer já deve ser clara para os demais, mas para mim que sou inexperiente como espírita será bastante útil. Qual o posicionamento do espiritismo em relação à clonagem “humana”? De fato, a religião é a favor ou contra ?!

<cacs> A Doutrina Espírita acompanha a evolução da Ciência. A questão da clonagem, sob a ótica espírita é vista principalmente com relação as questões morais.

Ou seja, é preciso que haja uma preocupação com que objetivo se deseja fazer um clone, pois quando isto se concretizar, não podemos esquecer que será a reencarnação de um Espírito.

A Doutrina Espírita não se opõe a evolução da Ciência, até porque com os seus postulados, pode ajudá-la a concretizar seus objetivos unindo o coração a mente. (t)

05. <Hami> Os embriões criados “in vitrio” têm direito a um espírito, dado que muitos deles vão ser destruídos em benefício da ciência?

<cacs> Fiz esta pergunta ao plano espiritual do CELD (Centro Espírita Leon Denis). Fui elucidado que não existem espíritos ligados a estes embriões.

Logo, não existe nenhuma prova ou expiação por parte dos espíritos neste caso. (t)

06. <Mei_PB> Querido Cacs, qual a diferença entre materialismo e uma pessoa materializada ?

Eu não saberia descrever o que seria uma pessoa materializada…

Eu costumo me referir muito ao materialismo….

<Mei_PB> se me permites …

<cacs> Claro… Prossiga Mei…

<Mei_PB> Uma pessoa materialista é que só acredita na matéria, desprezando o espiritual. Já a pessoa materializada, seria o oposto a pessoa espiritualizada, ou seja, que já progrediu neste aspecto ( t )

07. <Ilumine_Star> Há influencias dos espíritos , nas curas de doenças? (t)

<cacs> A cura da doença pode se dar de várias formas…

No estágio que nos encontramos a influência dos espíritos é muito grande, pois ainda não sabemos utilizar nosso potencial…

Nos passes de cura, oferecido em muitos centros espíritas, a influência dos espíritos é fundamental.

Já vi dezenas de curas efetuadas nos passes de cura, onde sempre ressaltamos que o paciente deve continuar com acompanhamento médico, onde é fundamental o seu merecimento para que a cura se realize. (t)

Oração Final:

<__aluno> Senhor Jesus…

graças nós te damos pelos momentos de estudos nesta noite…

que possamos , gravar em nossas mentes os ensinos aqui recebidos…

agradecemos à Espiritualidade ..

que intuiu ao nosso palestrante…

bem como à nós usuários para a compreensão…

Esteja sempre conosco, Senhor e…

possamos estar neste canal mais vezes …

buscando o aperfeiçoamento..

a compreensão …

para podermos vivenciar tuas leis.

Abençoa-nos amigo Nazareno…

hoje e sempre.

Que assim seja

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior