Tamanho
do Texto

Jesus nos Dias Atuais

Jesus nos Dias Atuais

Palestra Virtual
Promovida pelo Canal #Espiritismo
http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestrante: Sidmar Ferreira
Rio de Janeiro
18/12/1998

Organizadores da Palestra:

Moderador: “Brab” (nick: [Moderador])
“Médium digitador”: “jaja” (nick: Sidmar_Ferreira)

Oração Inicial:

<[Moderador]> Queridos amigos espirituais interessados no crescimento das criaturas humanas, Querido Mestre Jesus, guia segura de nossas vidas, que o amor que sentes por todos nós possa nos envolver numa vibração de paz e carinho, iluminação e inspiração, dando ela também a nosso palestrante da noite e colocando-nos a todos nós, encarnados e desencarnados, em posição de aprender os ensinamentos que forem passados a nós nesta noite. Que o exemplo da serenidade do Mestre iluminado pelo bom senso de Allan Kardec e dos Espíritos Superiores para a Humanidade atual possa nos revestir de boa vontade e união, para que tenhamos uma noite proveitosa e cheia de trocas carinhosas e de paz. Graças a Deus.

Apresentação do palestrante:

<Sidmar_Ferreira> Pertenço a Instituição Caminho do Senhor, situado na Rua Jacuí, 146 em Brás de Pina, Rio de Janeiro- RJ. Participo também de um programa que leva o mesmo nome da Instituição, que vai ao ar às terças e quintas, das 23:00 às 00:00 h e aos domingos, das 12:00 às 13:30 h, na Rádio Rio de Janeiro, onde o propósito do programa é levar a todos o Evangelho de Jesus à luz da reencarnação, mostrando com provas bíblicas que a reencarnação está nela como também fora dela por se tratar de uma Lei de Deus (t)

Considerações iniciais do palestrante:

<Sidmar_Ferreira> O nosso bate papo de hoje tem como objetivo esclarecer a respeito de certas dúvidas que muitos possuem a respeito da verdadeira concepção espírita, quer física ou espiritualmente sobre a figura de Jesus de Nazaré e dimensionar a legítima visão espírita sobre o nosso Mestre e Senhor. (t)

Perguntas/Respostas:

<[Moderador]> [1] <Brab> Muitas pessoas se referem a Jesus como somente um personagem histórico e o analisam somente nos tempos passados, numa conotação absolutamente distante da realidade atual. O que a Doutrina Espírita nos diz a respeito da pessoa de Jesus e de como devemos visualizá-la na atualidade?

<Sidmar_Ferreira> Atualmente, na perspectiva científica dos nossos dias, o cristianismo aparece na nossa história como um postulado científico, apesar de muitos não saberem dimensionar o seu verdadeiro papel. Jesus postulou o conhecimento futuro de toda realidade em que vivemos. Seus ensinos sobre imortalidade, leis de causa e efeito, corpo espiritual e, acima de tudo, seus ensinos morais se mostram atualíssimos, contrariando completamente os que pensam de forma contrária. A posição da Doutrina Espírita, em relação a Jesus e sua mensagem, é justamente de mostrar a importância dos seus ensinos como a solução para todos os problemas que afligem a humanidade. Daí porque a Doutrina Espírita ser verdadeiramente o restabelecimento do cristianismo. (t)

<[Moderador]> [2] <LUISE> Porque Jesus não falava expressamente sobre a reencarnação?

<Sidmar_Ferreira> Jesus abertamente falava a respeito da reencarnação, mas lógico que muitos não estavam ainda aptos a compreendê-la, a exemplo de Nicodemos que não entendia verdadeiramente como se processava tal fenômeno. O professor Carlos Juliano Torres Pastorino, em sua obra “Sabedoria do Evangelho”, mostra-nos que Jesus utilizou sim a palavra “reencarnação” na sua modalidade grega: palingênese, o que significa “novo nascimento”. Só que os tradutores, desde a vulgata latina, com São Jerônimo, não tiveram a imparcialidade de registrar em sua tradução a expressão grega “en têi pallingenesíai”. (t)

<[Moderador]> [3] <neeg1> Dado ao materialismo atual, qual a possibilidade que Jesus teria na divulgação de sua mensagem, caso encarnasse na Terra atualmente?

<Sidmar_Ferreira> Vou iniciar utilizando uma expressão de Einstein, que diz que “o materialismo acabou por falta de matéria”. Hoje em dia, a própria ciência, devido a impossibilidade de tudo explicar simplesmente pelas leis que regem os fenômenos da matéria, ela está batendo à porta da descoberta do espírito como uma realidade que hoje em dia invadiu as Universidades e é ensinada por inúmeros cientistas como Patrick Druot, Brian Weiss, Ian Stevenson e tantos outros. Não há necessidade verdadeira de Jesus voltar pessoalmente para completar seus ensinos ou mesmo para divulgá-los, pois esta promessa é hoje uma realidade e o Mestre voltou através da Doutrina dos Espíritos, que verdadeiramente vem nos trazer aquele Evangelho eterno prometido no Apocalipse de João. (t)

<[Moderador]> [4] <Valeryy> O mestre Jesus está mais em evidencia nos nosso tempos que em outrora?

<Sidmar_Ferreira> Certamente! A presença de Jesus em nossos dias, no meu ponto de vista, se faz mais efetiva que nunca, graças ao período em que vivemos, onde se caracteriza o famoso momento do juízo. E nós trazemos instintivamente este sentimento e esta sede de espiritualidade que hoje se manifesta no nosso cenário terreno de várias formas. Basta dar uma olhada na sede espiritual que a Humanidade está passando, onde alguns pretensos messias, trazendo pretensas verdades, arrastam verdadeiras multidões de espíritos sedentos de um conforto espiritual. Só que hoje a Doutrina dos Espíritos já ressurgiu no mundo trazendo-nos as respostas para todos os nossos porquês: Por que nascemos? Por que vivemos? Qual a causa do sofrimento? O que é a morte e o que há após ela? Essas respostas hoje encontramos explicitamente na Doutrina dos Espíritos que não é, ao contrário do que muitos pensam, uma doutrina isolada que teve seu início em 1857. Não! Definitivamente, não! Antes mesmo que a Doutrina dos Espíritos fosse codificada por Allan Kardec em 1857 ela já era o Consolador Prometido por Jesus há quase 2000 anos. É esse ascendente profético que verdadeiramente não podemos perder de vista. (t)

<[Moderador]> [5] <Brab> O que é o Natal para o Espiritismo e como ele encara o mercantilismo em que transformamos a comemoração do nascimento do Cristo?

<Sidmar_Ferreira> Natal para a Doutrina Espírita é o verdadeiro Natal cristão, onde devemos comemorar o nascimento de Jesus, não como um fato isolado, mas com a importância que este nascimento deve ter para todos nós. Jesus nasceu, eis o espírito do Natal. Mas onde nasceu Jesus? Em Belém? Em Nazaré? Não, o verdadeiro Natal é a festividade e alegria de Jesus nascer em nosso coração. O que hoje vemos, nesta corrida desenfreada pelo consumo é, verdadeiramente, um anti-Natal, onde a figura do Mestre foi substituída pelo Papai Noel, numa total inversão de valores. Não que tenhamos nada contra Papai Noel, mas o que precisamos é resgatar o verdadeiro espírito natalino. (t)

<[Moderador]> [6] <neeg1> Caro Sidmar, você acredita que ainda possa surgir uma quarta revelação, a exemplo de Moisés, Jesus, e o Espiritismo?

<Sidmar_Ferreira> Não! Allan Kardec, em suas obras, deixa-nos bem claro o caráter evolucionista da Doutrina dos Espíritos, onde ela, com seus ensinos, nos conduzirá a uma completa reformulação de valores, tornando-nos assim homens regenerados e, portanto, dignos de habitarmos o mundo de regeneração tão esperado por todos nós. (t)

<[Moderador]> [7] <Guest11717> Qual seria a melhor estratégia de divulgação da palavra de Jesus nos dias atuais (fora do período de Natal)?

<Sidmar_Ferreira> A melhor estratégia seria o exemplo dos cristãos. Mas, lamentavelmente, nosso estágio espiritual ainda deixa muito a desejar. Hoje lutamos contra o tempo para que possamos levar a mensagem do Cristo a todos os corações mergulhados na ignorância, onde somente ela tem verdadeiramente o poder de nos libertar de tudo isso. Quanto à divulgação propriamente dita, devemos utilizar de todos os meios que a tecnologia nos oferece para que possamos, como desejava Jesus, pregar este Evangelho a todos. (t)

<[Moderador]> [8] <neeg1> O palestrante concorda que caso Jesus surgisse nos dias atuais, não seria aceito como tal, dado à diversidade de religiões; e ficaria difícil qual destas incorporaria sua mensagem?

<Sidmar_Ferreira> O que acontece hoje nada mais é que a reprodução do que já aconteceu no período em que Jesus aqui esteve. Fariseus, saduceus e tantos outros daquela época, hoje aqui estão trazendo as suas concepções e o seu exclusivismo. Para que possamos entender a dificuldade de tal missão se Jesus aqui voltasse novamente, basta observarmos os atentados, os mal entendidos que hoje sofrem a Doutrina dos Espíritos, pois ela vem verdadeiramente como a mensagem do Cristo para os dias atuais. E as perseguições e as incompreensões que hoje sofremos refletem verdadeiramente o espírito ainda sectário e anti-religioso da humanidade. (t)

<[Moderador]> [9] <Dejavu> A Humanidade mudou nos últimos 2000 anos? Se Jesus reencarnasse nos dias atuais, ele seria reconhecido como o Mestre maior ou seria novamente “crucificado”?

<Sidmar_Ferreira> Acredito que seria crucificado. E hoje, a cada vez que negamos a sua mensagem, através dos nossos maus exemplos, verdadeiramente crucificamos o nosso Mestre e não valorizamos o seu esforço e o seu amor em nos trazer o roteiro infalível da felicidade. (t)

<[Moderador]> [10] <Dourado_sp> Poderia falar à luz da Doutrina Espírita sobre a transformação da água em vinho e da multiplicação dos peixes?

<Sidmar_Ferreira> Segundo nosso conceito de milagre, ele é tudo que não pode ser explicado pelas leis conhecidas. Jesus, um espírito puro que era, sabia manipular todas as leis que regem os fenômenos que atualmente desconhecemos. Pessoalmente não gostaria de dar nenhuma opinião a respeito de tais milagres. O nosso professor Carlos Torres Pastorino, na sua referida obra, nos traz explicações ou suposições sobre o que poderia ter acontecido. Acontece que não tenho opinião formada a respeito e apenas indico a leitura de “A Gênese”, de Allan Kardec, no seu capítulo XV, que trata sobre os milagres do Evangelho. (t)

<[Moderador]> [11] <STROKES> No mundo atual, com o surgimento das Igrejas Evangélicas, há a idéia de que na Bíblia Jesus e os profetas falam que não tem volta depois da morte. Como devemos entender o que está escrito na Bíblia a respeito nos dias atuais?

<Sidmar_Ferreira> A única passagem utilizada pelos nossos irmãos que professam outras religiões é a afirmação de que “Ao homem é necessário morrer uma única vez, depois disso vem o juízo”. Não somos nós quem contestamos essa opinião que, na verdade, deve ser entendida no seu espírito e não na letra morta. O autor refere-se a morte da personalidade física e não das individualidades espirituais. Por exemplo, hoje eu estou reencarnado animando a personalidade “Sidmar”. Ao desencarnar, certamente prestarei contas por todos os atos praticados nesta minha existência e é lógico que, enquanto ‘Sidmar personalidade’ morrerei apenas uma única vez. Agora, no que se refere a individualidade (vida do espírito), reencarnamos quantas forem necessárias ao nosso processo de evolução. Na Bíblia, de Gênesis ao Apocalipse, a reencarnação é ensinada, divulgada e, acima de tudo, uma realidade que não podemos nos furtar. (t)

<[Moderador]> [12] <neeg1> Sidmar, mesmo como toda ciência atual, você concorda que os ensinamentos de Jesus nos dias atuais encontra mais receptividade, dado ao maior conhecimento do homem quanto à existência do mundo dos Espíritos e suas comunicações com nós encarnados, e também aliado ao fato de que cada vez mais, a ciência prova os postulados da Doutrina Espírita?

<Sidmar_Ferreira> Com certeza! Hoje em dia, a ciência é o maior aliado da Doutrina Espírita. Como diz Kardec: “Fé inabalável é aquela que pode encarar a razão face a face em todas as épocas da Humanidade.” E o Mestre estava certo. Hoje a ciência vem com toda a sua força massacrando dogmas e colocando cada coisa no seu devido lugar, apoiando até o restabelecimento do Cristianismo. Como falamos anteriormente, a maior prova que podemos ter disso é a sede que os cientistas de hoje possuem com relação a fatos referentes a espiritualidade. (t)

<[Moderador]> [13] <Dourado_sp> Jesus disse: “Eu sou o Caminho, a Verdade, e a Vida, ninguém chega ao Pai senão por Mim.” Como a Doutrina esclarece essa afirmativa? [Complementação do Moderador: Essa afirmativa permanece válida nos dias de hoje?

<Sidmar_Ferreira> Certamente! Jesus é o revelador maior da Lei de Deus. Ao contrário do que muitos pensam, Ele não é simplesmente o fundador de mais uma religião e sim o revelador da religião. Religião em espírito e verdade que vem verdadeiramente nos esclarecer a respeito da nossa própria existência e como fazermos para alcançarmos a tão almejada perfeição. Por isso, Ele nos diz: “Eu sou o caminho da verdade e da vida”, porque em Jesus encontramos a revelação maior da verdade e a certeza da nossa verdadeira vida. (t)

<[Moderador]> [14] <Guest11717> Qual é a posição do Espiritismo como um todo quanto ao uso indiscriminado do Nome de Jesus, de forma inadequada, comercial, e às vezes vulgar? Até que ponto este “marketing” é salutar (se é que o é)?

<Sidmar_Ferreira> O que temos que analisar é o que verdadeiramente é o ensino do Cristo. Há certas coisas que são totalmente incompatíveis com as mínimas noções de Cristianismo. Por exemplo, não podemos jamais associar a figura de Jesus, um ser humilde, que nas suas palavras não tinha onde reclinar a cabeça, como ponte a nos levar a abastança material, riquezas ou valores meramente do mundo. Outro aspecto interessante é que a mensagem do Cristo não deve ser encarada como propaganda para arrebanhar prosélitos, mas sim ensinamentos para formar homens de bem com valores novos como narram as páginas do Evangelho. (t)

<[Moderador]> [15] <Caca> Jesus continua fazendo milagres no dias atuais?

<Sidmar_Ferreira> Quando Jesus curava ou operava milagres, Ele chamava a atenção para fatores de suma importância. Sempre se referia à FÉ e dizia: “Vá em paz! A tua fé te curou”. Em outra ocasião perguntou: “Tendes fé que possa fazer isto?” Observemos que a palavra chave é a FÉ, que no conceito de Paulo de Tarso é a substância das coisas que desejamos. Se desejamos verdadeiramente, com toda força da nossa alma e merecemos a cura ou a realização do nosso desejo, certamente acontecerá. Com diz André Luiz: “Quando se deseja uma coisa ardentemente, já se está a caminho da realização.” Temos que considerar também o fator MERECIMENTO, que verdadeiramente tem um peso enorme sobre aquilo que conseguiremos ou não. (t)

<[Moderador]> [16] <Brab> Muitos Espíritos que viveram na época de Jesus, altamente revoltados, foram tocados de maneira singular até mesmo por seu simples olhar, que é para eles, mesmo hoje, o ponto de reforma que tanto buscam. Teria sido um privilégio a reencarnação na época de Jesus? Como nos dias de hoje esses mesmos Espíritos necessitados poderiam ter essa consolação tão patente vinda do Mestre?

<Sidmar_Ferreira> Não chamaria de privilégio, mas uma oportunidade que, digo, poucos aproveitaram, entre eles o nosso querido Emmanuel, enquanto senador romano Públio Lentulus, esteve frente a frente com Jesus, contemplou seus olhos, mas mesmo assim não se converteu na oportunidade. Como ele, muitos não aproveitaram a chance. Hoje temos conosco a presença espiritual de Jesus, que nos acompanha de perto e sua mensagem é um eterno apelo à nossa transformação. Hoje a mensagem do Cristo ressurge na Doutrina dos Espíritos, trazendo-nos essa consolação que há muito procuramos. (t)

<[Moderador]> [17] <Feli> Jesus falou em um Consolador que seria a Doutrina Espírita, que nos foi revelada, mas o próprio Jesus um dia não voltará ao planeta?

<Sidmar_Ferreira> Não! Essa volta mitológica que muitos tanto aguardam verdadeiramente já aconteceu através da Doutrina dos Espíritos. A promessa de Jesus sobre o Consolador diz que ele não falará de si mesmo, mas sim daquilo que ouvira na comunhão do Cristo com o Pai. Allan Kardec, em “A Gênese”, no seu capítulo XVII, item 9, mostra-nos o que verdadeiramente é o espírito de verdade que é, segundo ele próprio, a personificação de uma doutrina trazida pelos espíritos superiores sob os magnos auspícios do próprio Cristo. O advento do espírito de verdade é caracterizado pela lembrança de tudo o que Jesus falou e pelos ensinos das verdades que Ele nos trouxe. (t)

<[Moderador]> [18] <Dourado_sp> Como a doutrina entende onde Jesus esteve dos 13 aos 30 anos? Porquê sua ausência?

<Sidmar_Ferreira> Esse fato tem sido assunto para inúmeras controvérsias. Uns dizem que Jesus foi para o Egito, outros para a Índia, ou então estava com os essênios. Todos esses pontos de vista não refletem nenhuma realidade histórica. Observamos nas páginas do Evangelho que Jesus ainda criança mostrava-se tal qual era, com sua sabedoria a impressionar em Jerusalém, aos 13 anos de idade, os doutores do templo. Os Evangelhos, é certo, não falam nada a respeito, mas também não se referem a nenhuma ausência de Jesus do seu meio, tendo em vista que em muitas passagens mostra-se que Jesus era conhecido pelo povo de sua cidade. Alguns deles até dizem: “Não é este o filho do carpinteiro?”, em uma alusão clara que prova que eles o conheciam. (t)

<[Moderador]> [19] <Dejavu> Por que, passados 2000 anos, ainda 2/3 da Humanidade não são adeptos da doutrina de Jesus?

<Sidmar_Ferreira> Como falamos anteriormente, a mensagem do Cristo é uma mensagem destinada aos corações. Hoje temos muita preocupação com uma unidade de crença, coisa esta que acontecerá, mas, no momento, o importante é que nos reconheçamos filhos de Deus e todos como irmãos. Todas as guerras religiosas da Humanidade tem como origem o sentimento exclusivista, sectário e ,assim, anti-religioso da Humanidade. A mensagem do Cristo é uma mensagem universalista por excelência pois Ele, conhecedor da nossa evolução espiritual, nos incita primeiramente à prática do amor, depois quando conquistarmos esse sentimento nobre viveremos aquela religião que Jesus profetizou à samaritana, em que os verdadeiros adoradores adorariam ao Pai em espírito e verdade. Nesta ocasião, certamente, estaremos vivendo a fase tão almejada do rebanho único para um só pastor. O que precisamos, primeiramente, é aprendermos a conviver em harmonia na diversidade. (t)

<[Moderador]> Última pergunta da noite, amigo Sidmar: [20] <Brab> Qual deve ser a postura do Espírita diante das situações da vida cotidiana – profissional, pessoal, doutrinária – para se converter num colaborador da penetração de Jesus nos corações tão atribulados dos dias de hoje?

<Sidmar_Ferreira> Não poderíamos encerrar melhor nosso bate papo. Esta pergunta verdadeiramente reflete a realidade em que vivemos. Porque hoje acham que ser espírita, ser cristão, ou religioso é simplesmente ser freqüentador de uma casa e após o compromisso social esquece-se tudo. Não! O conceito verdadeiro de espírita e cristão, que Kardec nos traz, é aquele que luta por vencer suas más inclinações. Encarando por esse lado, devemos fazer uma análise fria a respeito do que somos, do que pensamos e como agimos, para que possamos ser um expoente máximo da doutrina que professamos. Pois mãos no trabalho é uma prece muda e as nossas atitudes cristãs devem nos acompanhar principalmente em casa, no nosso trabalho e em todos os mínimos momentos da nossa vida, pois cristianismo não é rótulo, mas vivência e sem vivência não há nem religião nem religioso. (t)

Considerações finais do palestrante:

<Sidmar_Ferreira> A experiência foi maravilhosa, porque realmente esta oportunidade, ou esta nova maneira de divulgar Evangelho me é muito nova e confesso me deixou até certo ponto feliz. por observar que hoje a Doutrina Espírita está sendo divulgada através de um meio tão atual quanto a Internet. É mais uma oportunidade que possuímos para nossa iluminação espiritual. O tema de hoje foi muito importante para neste período de Natal que vivemos lembrarmos a respeito de Jesus e sua mensagem, porque ela verdadeiramente não passará jamais. E quero finalizar com as palavras do Emmanuel a respeito do Cristo em sua obra “A Caminho da Luz”: “Só Jesus não passou na caminhada dolorosa das raças, objetivando a dilaceração de todas as fronteiras para o amplexo universal. Ele é a luz do princípio e nas suas mãos misericordiosas repousam os destinos do mundo. Seu coração magnânimo é a fonte da vida para toda a Humanidade terrestre. Todas as coisas humanas passaram, todas as coisas se modificarão. Ele, porém, é a luz de todas as vidas terrestres inacessível ao tempo e à destruição.” Muito obrigado e que Jesus nos ampare sempre. (t)

Oração Final:

<Dejavu> Irmão Jesus, que a tua paz e tua sabedoria nos cubram sempre! Que as tuas palavras abram estradas em nossos corações! Que a tua brandura e tua caridade sejam exemplo e farol a nos guiar! Que o teu amor e tua caridade sejam alimento a nossas almas carentes! Agradecemos, irmão, por teu amparo e proteção. Agradecemos pelos ensinamentos recebidos aqui nesta noite. Que Deus abençoe a todos nós! Amém!

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior