Tamanho
do Texto

Na direção do Bem

Na direção do Bem

“O Livro dos Espíritos” – Questões 96 a 113

Estudo Espírita
Promovido pelo IRC-Espiritismo
http://www.irc-espiritismo.org.br
Centro Espírita Léon Denis
http://www.celd.org.br

Expositora: Deise Bianchini
Mato Grosso do Sul
06/05/2000

Dirigente do Estudo:

Mauro Bueno

Oração Inicial:

<Selma_AM_Estudos> Queridos amigos, envolvidos por esse sentimento de fraternidade e harmonia que se faz sentir entre nós, elevemos os nossos pensamentos a Deus, Nosso Pai de infinita misericórdia, que os nossos irmãos da espiritualidade maior, que nos auxiliam na realização desta tarefa, possam guiar-nos na direção do bem, o qual só nos será possível com a prática abnegada do amor e da caridade que tão bem nos exemplificou Jesus.

Possamos nós, pautados nos seus exemplos, darmos, a cada dia, um passo na caminhada evolutiva rumo à perfeição para a qual fomos criados.

Assim, envolvidos pelas bênçãos do estudo que estaremos recebendo nesta noite, pedimos a permissão para darmos por iniciado o nosso trabalho de hoje. Que assim seja! (t)

Exposição:

<Deise_Bianchini> Boa noite, amigos! Hoje estudaremos juntos “Diferentes Ordens de Espíritos” ( questões 96 a 113).

“Não somos criações milagrosas, destinadas ao adorno de um paraíso de papelão. Somos filhos de Deus e herdeiros dos séculos, conquistando valores, de experiência em experiência, de milênio em milênio. Não há favoritismo no Templo Universal do Eterno, e todas as forças da Criação aperfeiçoam-se no infinito.” ( André Luiz, “No Mundo Maior”, Cap.III).

“Da criação à perfeição o princípio inteligente, através dos milênios, utilizando diferentes corpos, apresenta-se em diferentes níveis de desenvolvimento intelectual e moral.” (607 e 607a). Allan Kardec fez uma classificação dos Espíritos e dos mundos:

  • dos Espíritos, pelo grau de adiantamento deles ( conforme as qualidades que já adquiriram e as imperfeições de que ainda terão de se despojarem);
  • dos mundos, segundo o grau de evolução de seus habitantes. – Essa classificação não é absoluta, visa apenas facilitar o estudo e a referência às diferentes ordens de Espíritos e de Mundos habitados.

Para facilitar nosso estudo as ordens dos Espíritos foram colocadas na forma de uma Escala Espírita.

Há e sempre haverá Espíritos em diferentes graus de evolução, isso porque é constante a individualização de Espíritos que se faz a partir do princípio inteligente, e os Espíritos progridem uns mais e outros menos rapidamente, conforme se aplicam nas experiências e as aproveitam ou não.

Imaginemos uma escalada em ascensão. No ponto inicial dela, o Espírito tal como foi criado (simples e ignorante). No topo estaria o Espírito puro. Entre eles, um número imenso de degraus intermediários, pois são sem conta os estágios evolutivos pelos quais cada Espírito tem de passar. A mudança de um degrau para outro é quase imperceptível. Podemos parar, na subida, mas sempre seguiremos em frente.

Allan Kardec identifica três categorias gerais de Espíritos, baseando-se no grau de adiantamento deles, conseqüência das qualidades que já adquiriram e das imperfeições das quais ainda tem de se despojar:

3.ª Ordem: Espíritos Imperfeitos

Essa denominação não quer dizer que sejam defeituosos, mas sim que ainda não se desenvolveram intelectual e moralmente. Como características gerais, podemos apontar as seguintes:

  • predominância da matéria sobre o Espírito;
  • propensão ao mal;
  • ignorância, orgulho, egoísmo e todas as paixões que lhe são conseqüentes;
  • pouco conhecimento das coisas espirituais.

Dividem-se em cinco classes:

10.ª classe – Espíritos Impuros – Inclinados ao mal, que praticam por prazer, por aversão ao bem; 9.ª classe – Espíritos Levianos – Maliciosos, zombeteiros, irrefletidos. Sentem prazer em enganar e causar pequenas contrariedades de que se riem, de induzir maldosamente em erro, por meio de mistificações e de espertezas;

8.ª classe – Espíritos Pseudo-sábios – Tem algum conhecimento, porém julgam saber mais do que realmente sabem. Neles o orgulho, a vaidade, a presunção, fazem-nos se julgarem superiores. No que dizem, há mistura de algumas verdades com os erros mais crassos;

7.ª classe – Espíritos Neutros – Nem bastante maus para fazerem o mal nem bastante bons para fazerem o bem. Pendem tanto para um como para outro e não ultrapassam o comum da Humanidade, quer no que concerne à moral, quer no que toca à inteligência;

6.ª classe – Espíritos Batedores e Perturbadores – Não formam, necessariamente, uma classe distinta pelas suas qualidades pessoais. Podem caber em todas as classes da 3.ª categoria. Geralmente manifestam sua presença através de efeitos físicos, como ruídos, deslocação de objetos, etc. (poltergeist);

2.ª Ordem: Bons Espíritos

Neles há:

  • predominância do Espírito sobre a matéria;
  • desejo do bem; são felizes pelo bem que fazem e pelo mal que impedem;
  • compreensão de Deus e do Infinito ( ou seja, da vida espiritual e universal, embora varie neles o grau dessa compreensão)
  • não tem más paixões, mas ainda estão sujeitos a provas.

5.ª classe – Espíritos Benévolos – Sem terem ainda grande conhecimento, a bondade é sua qualidade principal;

4.ª classe – Espíritos Sábios ( de Ciência ) – Destacam-se pelos seus grandes conhecimentos intelectuais. 3.ª classe – Espíritos de Sabedoria – Aliam grandes qualidades morais a grande capacidade intelectual; 2.ª classe – Espíritos Superiores – Reúnem em si a ciência, a sabedoria e a bondade. Quando encarnam, em mundos como a Terra, é por missão.

1.ª ordem – Espíritos Puros

Classe única – Neles a matéria não exerce mais nenhuma influência. São praticamente puro espírito. Há superioridade intelectual e moral absoluta. Atingiram a perfeição ( no grau maior em que a podemos conceber, pois que a evolução é incessante).

Gozam de inalterável felicidade, porque não se acham submetidos às necessidades, nem as vicissitudes da vida material, tendo já percorrido todos os graus da escala.

Não ficam ociosos nem contemplativos.

Sendo Espíritos altamente desenvolvidos, tornam-se os mensageiros de Deus, os executores de sua vontade.

Os Espíritos podem ignorar coisas sobre o mundo espiritual, pelo mesmo motivo que inúmeras pessoas também ignoram, ou sabem pouquíssimo, sobre o que existe neste mundo em que estão vivendo.

As conseqüências das revelações dos Espíritos podem ser muito graves, pois os Espíritos vulgares não sabem mais que muitos homens e entre eles, como entre estes, há os que são presunçosos e julgam saber o que ignoram, tomando por verdades suas próprias idéias.

Apenas os Espíritos de categoria mais elevada encontram-se despidos das idéias e preconceitos terrenos.

Espíritos enganadores não tem nenhum escrúpulo em tomar nomes que lhes não pertencem, para impingirem suas utopias, enganando deliberadamente os incautos.

Para nós fica o alerta de cuidarmos da tendência de crer que os Espíritos sabem tudo, por serem Espíritos.

Devemos tomar cuidado antes de aceitar as revelações dos Espíritos.

As revelações que uma ou algumas pessoas possam receber de um ou de vários Espíritos, se não tiverem, rigorosamente, o caráter de consenso Universal, que lhes dêem o cunho de autenticidade, devem ser consideradas exclusivamente como opinião dos Espíritos.

Tudo que venha dos Espíritos deve ser examinado criteriosamente, usando-se como elemento de comparação o que consta nos livros da Codificação do Espiritismo, e se houver qualquer contradição com o bom senso, a lógica rigorosa e os dados positivos já adquiridos pela Doutrina Espírita, deve ser rejeitado, por mais respeitável que seja o nome que traga como assinatura.

(Bibliografia consultada: Iniciação ao Espiritismo – Therezinha Oliveira; Curso Básico de Espiritismo – FEESP; No Mundo Maior – André Luiz; Obras Básicas da Codificação – Allan Kardec)

Fico à disposição dos amigos para trocarmos idéias. (t)

Perguntas/Respostas:

[01] <FiatLUX> Como saber se uma psicografia é autêntica se não traz assinatura, apenas vem como “espirito amigo”? Como saber se o que disse corresponde com a verdade? Todo espirito deve se identificar e possuir um nome?

<Deise_Bianchini> Você fará a análise da mensagem. Se os conselhos forem bons, seguirem uma lógica, e puderem ser praticados, você poderá seguir, usando seu livre arbítrio. Nem toda mensagem necessitará ser nominada, a não ser que o espírito queira se identificar. (t)

[02] <cristal_> Jesus é um Espírito de primeira ordem?

<Deise_Bianchini> Jesus é um espírito superior. Como foi dito acima, se encarnam sobre a Terra é para cumprir uma missão, oferecendo-nos o modelo de perfeição a que a humanidade pode aspirar neste mundo. (t)

[03] <Caiapoh> Como saber se estamos sendo acompanhados por espíritos bondosos ou por obsessores? Será fácil a distinção?

<Deise_Bianchini> Você saberá pelas intuições que tiver. Os espíritos bons nunca tentam nos desviar ou influenciar no sentido das más ações. Já os obsessores se comprazem com nosso sofrimento, a qualquer intuição que tenha, use a sua análise, pois o único responsável pelos atos será você, daí nossos méritos nos erros e acertos. (t)

[04] <adpontes> Os Espíritos podem ignorar coisas sobre o mundo espiritual, pelo mesmo motivo que inúmeras pessoas também ignoram, ou sabem pouquíssimo, sobre o que existe neste mundo em que estão vivendo?

<Deise_Bianchini> Vou dar-lhe um pequeno exemplo: se eu perguntar a você como está o tempo aqui em minha cidade, no interior do MS, você saberia responder? Isso não quer dizer que você não tenha conhecimentos. Simplesmente você desconhece o que está ocorrendo por aqui. Da mesma forma, dependendo do grau de adiantamento, os espíritos também não terão total conhecimento do mundo espiritual apenas aqueles que estão ao seu alcance, podendo, mesmo assim, ser bons espíritos, e nos darem bons conselhos. (t)

[05] <mobsued> Gostaria de dizer que essa escala espirita é muito simplista. Quanto tempo devemos levar em media para se desprender totalmente da matéria e seremos infinitamente felizes?

<Deise_Bianchini> Isso dependerá apenas de você cada um evoluirá no seu tempo, que pode ser mais ou menos curto de acordo com sua vontade de evolução moral. A escala é apenas para facilitar o estudo tanto que a transição de um degrau para outro nem sempre é perceptível Apenas classificou-se os espíritos pelas semelhanças em suas palavras e atos.

Allan Kardec identifica três categorias gerais de Espíritos, baseando-se no grau de adiantamento dele. A mudança de um degrau para outro é quase imperceptível. Podemos parar, na subida, mas sempre seguiremos em frente. Pois são sem conta os estágios evolutivos pelos quais cada Espírito tem de passar. Entre eles, um número imenso de degraus intermediários. (t)

[06] <cristal_> Na época de Kardec, havia o Espírito da Verdade, que alguns espíritas afirmam ter sido o próprio Jesus que estava presente. Será isso mesmo?

<Deise_Bianchini> Pelas indicações, pelas palavras, pelos ensinamentos, podemos crer que sim, pelo menos a sua equipe. Mas Kardec preferiu não afirmar isso para não criar polêmicas (t)

[07] <adpontes> Classe única – Neles a matéria não exerce mais nenhuma influência. São praticamente puro espírito. Há superioridade intelectual e moral absoluta. Atingiram a perfeição (no grau maior em que a podemos conceber, pois que a evolução é incessante). Não entendi muito, podem me explicar?

<Deise_Bianchini> Diz-se, no grau máximo, que podemos conceber, pois se atingissem a perfeição plena seriam Deus, e Deus há apenas um, nunca conseguiremos evoluir ao nível de Deus. (t)

[08]<_dreamer_> A felicidade experimentada pelos espíritos que evoluíram pode ser completa, levando-se em conta que podem existir ainda muitos que lhe são caros e que ainda não atingiram o mesmo patamar evolutivo?

<Deise_Bianchini> Sim, porque não concebemos a idéia da pena ou prêmio eterno. Mesmo aqueles que ainda ficarão para trás, poderão evoluir, e esses espíritos podem auxiliar aqueles que lhes são queridos. Não poderia haver felicidade se houvessem as penas eternamente no céu ou eternamente no inferno. (t)

[09] <adpontes> Pelas indicações, pelas palavras, pelos ensinamentos, podemos crer que sim, era Jesus ou pelo menos a sua equipe. Mas Kardec preferiu não afirmar isso para não criar polêmicas?

<Deise_Bianchini> Se Kardec dissesse que o próprio Jesus estava transmitindo ensinamentos, isso poderia gerar polêmica, principalmente de outras crenças religiosas. (t)

[10] <adpontes> Se Kardec dissesse que o próprio Jesus estava transmitindo ensinamentos, isso poderia gerar polêmica, principalmente de outras crenças religiosas. Se dizem existir várias religiões, e toda minha família é evangélica, menos eu, e não só existe somente uma religião e, sim, apenas um Deus? É?

<Deise_Bianchini> Religião, forma de adorar a Deus, existem várias. Cada um se realizará e encontrará as respostas as suas questões e anseios de uma forma diferente. Deus é único, seguir os ensinamentos no bem, procurar melhorar-se, evoluir moralmente. Esse é nosso propósito, mas nem todos poderão ou quererão seguir pelo mesmo caminho. Mas, se todos levarem a Deus. todos são válidos, isso é que realmente deve nos importar. (t)

[11] <mobsued> É muito bom saber do nosso destino maravilhoso, o que espiritas sabem, mas como transformar isso em ação e realidade no momento?

<Deise_Bianchini> O exemplo sempre dá muitos frutos. A prática da caridade real, se conseguirmos seguir todos os ensinamentos, poderemos obter grandes progressos, principalmente se não nos furtarmos a participar de todas as atividades da sociedade. Se dizemos que os políticos são corruptos, então entremos na política e exemplifiquemos, e isso em todos os níveis da sociedade. O Espírita deve participar, opinar, atuar, assim com certeza teremos um mundo melhor, onde também participaremos das decisões e poderemos escolher o rumo da humanidade. Será um trabalho imenso, mas, com certeza, temos a disciplina e capacidade para isso. (t)

Oração Final:

<jal_no_estudos> Deus, pai de amor e bondade, ao encerrar-se mais uma reunião de estudos da doutrina espírita, queremos demonstrar a Vós nossa gratidão pelas bênçãos proporcionadas, pelos esclarecimentos aqui oferecidos, pelo diálogo franco ocorrido entre esses amigos, que aqui semanalmente para confraternizar, ao mesmo tempo que aprender.

Agradecer pela assistência sutil dos amigos espirituais, e aproveitando este momento de tantas vibrações compensadas no amor e na compreensão entre irmãos, oferecê-las a quem necessitado estiver, nos planos encarnado e desencarnado e desejar, em conjunto, podermos estar todos aqui novamente reunidos para o aprendizado na próxima semana.

Graças, Pai, que a tua Paz estejas em nossos corações, hoje e sempre. Muita Paz! (t)

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior