Tamanho
do Texto

Na Glória do Natal

Na Glória do Natal

Pontos e Contos – Irmão X

Estudo Espírita
Promovido pelo IRC-Espiritismo
http://www.irc-espiritismo.org.br
Centro Espírita Léon Denis
http://www.celd.org.br

Expositora: Andréia Azevedo
Osasco/SP
25/12/1999

Dirigente do Estudo:

Mauro Bueno

Oração Inicial:

<@Naema> Querido Jesus, nesse dia tão lindo que teu nome esteve presente em nossos corações, esperamos encontrar aqui o amparo de que tanto precisamos nas palavras tão abrangentes da Doutrina Espírita, que possamos conservar esse sentimento de amor profundo em todos os dias do ano e contar com tua presença amiga em nossas dificuldades. Obrigada por tudo, querido amigo. Assim seja!

Exposição:

<@Safiri> Boa noite a todos presentes neste ambiente virtual, e ao mesmo tempo tão real, que nos permite estarmos unidos, em nome de Jesus.

Que nosso Pai possa nos iluminar e abrir nossos corações para que seus ensinamentos frutifiquem em nossas almas.

Há milênios, o homem tem lutado pelo poder. Seja ele na forma do dinheiro, seja ele na simples forma de domínio que arrebata multidões.

O homem, na ganância do “ter”, do “possuir” mergulha em seus próprios caprichos a fim de satisfazer seus valores pessoais que julga ser o mais importante na Terra. Não pensa em cooperação! Não luta pela evolução do seu próximo, seja moralmente, seja tecnicamente, no aprendizado da evolução no trabalho.

O homem egoísta, então, orgulhoso de si mesmo e de seus feitos, humilha, despreza, ironiza e ri nas costas do irmão que todos os dias acorda e sai para a realização de suas tarefas na humildade e na alegria de estar vivo, apenas! Quão diferentes somos do irmão que há 2000 anos pregou Jesus na cruz? Do irmão que riu às custas do sofrimento de quem veio nos trazer a paz? Do irmão que sentiu a perda de nosso Mestre tão violentamente, mas que nada fez para mudar tal cenário? Quão diferente somos?

A estas questões anexo a resposta “A Reforma Intima”: “Quem tem ouvidos para ouvir , que ouça.” Era assim que Jesus começava seus ensinamentos.

“Escutai, pois, vós outros a parábola do semeador. Quem quer que escuta a palavra do reino e não lhe dá atenção, vem o espírito maligno e tira o que lhe fora semeado no coração. Esse é o que recebeu a semente ao longo do caminho.

  • Aquele que recebe a semente em meio das pedras é o que escuta a palavra e que a recebe com alegria no primeiro momento. – Mas, não tendo nele raízes, dura apenas algum tempo. Em sobrevindo reveses e perseguições por causa da palavra, tira ele daí motivo de escândalo e de queda.
  • Aquele que recebe a semente entre espinheiros é o que ouve a palavra; mas, em quem, logo, os cuidados deste século e a ilusão das riquezas abafam aquela palavra e a tornam infrutífera.
  • Aquele, porém, que recebe a semente em boa terra é o que escuta a palavra, que lhe presta atenção e em quem ela produz frutos, dando cem ou sessenta, ou trinta por um.” (S. MATEUS, cap. XIII. vv. 18 a 23.) “O Evangelho Segundo o Espiritismo” – “Sede Perfeitos”

Jesus sabia que nem todos ali, estavam prontos para ouvir o que suas palavras realmente queriam dizer. A parábola do semeador nos mostra justamente esta questão.

Muitas pessoas não conseguem, ainda hoje , aceitar a condição de se reformar. Mudar é difícil. Sabemos que não é uma tarefa fácil, mas temos que nos esforçar. Jesus veio até nós na sua simplicidade mostrar um caminho. Um espírito de imensa luz, nasceu por nós . Para nos ensinar. O Natal então, não é um dia de presentes materiais apenas, o Natal simboliza o maior presente de todos, que é os ensinamentos de nosso irmão Jesus.

O aniversariante de hoje , brilha com imensa alegria em nossos corações , mas é preciso que nos conscientizemos da necessidade da reforma intima . Não há mais tempo para a inveja. Não há mais tempo para o orgulho. Não há mais tempo para a individualidade pensando somente em si. É preciso orar e vigiar e se policiar em cada atitude nosso com nossos irmãos.

E quando estivermos prontos, é chegada a hora de começar a transferir os ensinamentos que vivem em nossos corações e em nossas atitudes no dia a dia para nossos irmãos, com paciência, com carinho e com a alegria de estarmos mostrando quão bonita a vida é.

Nós podemos mudar o cenário da tristeza na Terra, se soubermos alimentar nossas almas com amor e com o mesmo desvelo que uma mãe tem em seu filho recém-nascido. Vamos então, dar o grande presente a Jesus. Vamos mostrá-lo que conseguimos entender Sua lição.

As palavras de nosso Irmão Jesus devem entrar em nossos corações como um bálsamo que irá nos conduzir a um lugar de luz. E esse lugar não está aqui nem ali. Esse lugar está em nós mesmos. Nós temos que ser a luz que ilumina as trevas. Nós temos que ser a luz que clareia as almas que de nós necessitam. Essa luz, quando acesa em nossos corações, torna-se o sorriso de uma criança nos leitos dos hospitais , ou nas ruas roubando , ou em nossos próprios lares tendo a atenção que elas precisam. Essa luz, leva o carinho a ternura e a esperança a um irmão necessitado, que muitas vezes cai em desespero sem ver alento para sua vida e busca como solução o suicídio. Essa luz, aquece nossos próprios sonhos, e nos ampara na conclusão de nossa jornada aqui na Terra.

Outro dia eu estava com alguns amigos, alguns de infância, e falávamos sobra Jesus. Um deles sempre se recusou a acreditar em Deus, porque a ciência para ele é sempre muito exata. Não há espaço para Deus ali. E sabedor de que eu sou espírita, ficava me indagando a todo momento sobre acreditar em Deus.

Durante anos , eu tenho sido amiga dele. E o fato de ele ser cético, nunca mudou o carinho que eu tinha e tenho por ele. Ele continuou meu amigo de sempre. Mas neste dia, eu já estava um pouco cansada e então disse a ele:

“Paulo, não serei eu a fazê-lo acreditar em Deus! Siga seu caminho como você acha que ele deva ser seguido apenas!” Eu não tive idéia do que essas palavras poderiam fazer com ele, mas, percebi um ar apático em seu rosto, pois na verdade, naquele momento, eu estava pedindo que ele não mais colocasse a prova minha fé. Porque eu não tinha que prová-la a ele.

Depois de minutos ele me olhou seriamente e disse-me: “Eu sinto falta de Deus. Eu tenho o procurado por todos os lados mas Ele não veio até mim. Será que quando Ele vier não será tarde de mais, Andréia? Eu tenho medo que Ele chegue até mim muito tarde.” E por fim concluiu pedindo: “Leve-me com você em sua ‘fé’!”

Então, meus amigos, nunca é tarde para nada. Apenas precisamos estar prontos para recebermos as sementes de Jesus em nossos corações. Vamos sempre nos lembrar da simplicidade de Jesus. De seu olhar compassivo e terno. Ele foi humilde. Não nasceu em berços de ouro. Seu berço era de palha mas seu sorriso trazia e nos trouxe a maior luz e brilho que qualquer outro metal poderia resplandecer: O AMOR! (t)

Perguntas/Respostas:

[01] <+RicardoFr> Esta simplicidade do nascimento e vida do Mestre deve inspirar a nós todos sobre nosso proceder aqui na Terra, não é? Principalmente nesta época em que tendemos a consumir tanta coisa e muitas vezes esquecemos do próximo que nada tem verdade. [t]

<@Safiri> Sim. A simplicidade do Cristo deve ser nossa cartilha. E é nesta simplicidade que vamos aprendendo a trabalharmos nosso interior. Podendo, posteriormente, auxiliar nossos irmãos, que podem estar na figura de uma criança abandonada, ou podem estar na figura de um familiar próximo.

O materialismo, o consumo em demasia, às vezes nos venda os olhos para as belas coisas que a vida nos proporciona como o verdadeiro amor (t)

[02] <+Gor_> “Nós podemos mudar o cenário da tristeza na Terra?”. Lutando e amando o próximo? Mas e se o próximo não acredita e não ama? Torna-se difícil mudar, não?

<@Safiri> Eu diria que sim, torna-se difícil, mas não impossível. Veja você o exemplo que dei sobre um amigo que não acreditava em Deus. Por mais de dez anos ele foi cético. Um dia, ele sentiu a necessidade de conhecer um Deus que eu tanto falei. Nosso Pai, Gor, é misericordioso. E paciencioso também. Todos nós temos um tempo. O importante é continuarmos a acreditar e não desistir de amar.(t)

[03] <+RicardoFr> Natal também pode significar o nascimento do Cristo Interno em nossos corações, o despertar do homem novo, tomando o lugar do homem velho. O que pode se comentar a respeito?

<@Safiri> Vemos na sua pergunta o significado de renovação. O homem novo pode ser considerado o reformado intimamente. Quando falamos em reforma íntima, falamos em mudanças que nos fazem policiarmo-nos dia a dia nossas próprias ações. E é ai que vamos entendendo o que nosso Irmão Jesus quis nos dizer há 2000 anos. O homem velho, passa então a ser um exemplo nunca esquecido, servindo como comparativos e o gráfico real de nossa tão sonhada evolução. (t)

[04] <+RicardoFr> Nosso amigo Gor comentou: “Nós podemos mudar o cenário da tristeza na Terra?”. Lutando e amando o próximo? Mas e se o próximo não acredita e não ama? Torna-se difícil mudar, não?” Isso nos lembra o conto do beija-flor (incêndio na floresta). Façamos nossa parte e através do exemplo modificaremos o mundo, não é? [t]

<@Safiri> Sim. Façamos nossa parte e procuremos dar o auxílio a quem está precisando. A caridade é o caminho! (t)

Oração Final:

<@claralice> Boa noite, amigos! Vamos neste instante em que nos encontramos em harmonia com os nossos sentimentos mais íntimos, neste dia em que a humanidade reverenciou o nascimento de Jesus há 2000 anos, buscar nas fontes inesgotáveis da vida, as bênçãos de que precisamos para fortalecermo-nos em espírito, e nos lançarmos à luta interior que nos compete iniciar que é a da conquista da nossa reforma íntima. Confiantes nesta sustentação para nossos ideais, vamos agradecer ao Mundo Maior, sempre presente nestas atividades através de irmãos Benfeitores Espirituais que nos assistem, nos orientam, nos inspiram, e nos ajudam incondicionalmente para que aqui estejamos.

Agradeçamos também aos protetores espirituais deste nosso canal virtual, bem como ao nosso querido Cairbar Schutel. E estendamos nossos agradecimentos também a todos os amigos espirituais que auxiliam nosso irmão coordenador destas atividades e todos que aqui compartilham este momento de aprendizado. Agradeçamos também a Deus e a Jesus por todas as oportunidades que já nos foram concedidas, rogando ainda pelas que virão em favor de nosso aprendizado e conseqüente aprimoramento espiritual. E finalizando queremos ao Pai rogar por todos nossos irmãos que aqui gostariam de estar, mas que não o puderam realizar. E que possamos aqui retornar no próximo sábado, sob bênçãos como as que sentimos agora. Que assim seja!

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior