Tamanho
do Texto

Transmigração Progressiva

Transmigração Progressiva

“O Livro dos Espíritos” – Questões 189 a 196

Estudo Espírita
Promovido pelo IRC-Espiritismo
http://www.irc-espiritismo.org.br
Centro Espírita Léon Denis
http://www.celd.org.br

Expositor: Nara Coelho
05/08/2000,

Dirigente do Estudo da Noite:

Deise Bianchini – Naema

Oração Inicial:

<claralice> Amigos…..Boa noite
Que possamos agora serenarmos em nós nossas emoções mais fortes nossas impressões cotidianas
e vamos buscando nos aproximar em pensamentos e vamos rogando aos amigos espirituais que nos assistem em nossos momentos de preces e súplicas para que estejam nos assistindo em mais estas atividades que agora vamos iniciar em nome de Deus e de Jesus e vamos também trazendo aos nossos pensamentos a figura meiga de Nosso Mestre Jesus pedindo-lhe que abençoe todas as atividades do Canal Espiritismo e seus desdobramentos que abençoe a todos que buscam as atividades de orientação, socorro e estudo que possamos nos inspirar em Tuas Lições, mestre de Amor, para sabermos ouvir, calar, o momento certo de falar…

Jesus, inspira-nos as melhores palavras a serem ditas aos que necessitam de amparo e sustentação fraterna Assista também a todos os que aqui chegaram na expectativa do aprendizado edificante inspire os expositores da noite, bem como a coordenadora das atividades que nossa capacidade de compreensão e aprendizado sejam dinamizadas e ampliadas em favor de nosso crescimento espiritual. Que todos os grupos constituídos de pessoas interessadas no conhecimento do bem e da verdade recebam também estas bênçãos que rogamos Que Jesus possa ser conosco hoje e sempre!!!

Mensagem Introdutória:

Oportunidade Excelente

Embora a insegurança que teima por conduzir o teu comportamento, levanta o ânimo e para a reformular os conceitos de modo a reencetares a marcha pela trilha da redenção. Detém-te a considerar a dádiva da oportunidade excelente destes dias e empenha-te no aproveitamento das horas. Renasceste na Terra assinalado por nobres compromissos a atender. Passa o tempo e o panorama dos propósitos ainda não se modificou, ensejando-te a concretização das tarefas que devem constituir a razão da tua existência.

Referes-te a dificuldades e anotas decepções impregnando a mente com os miasmas da revolta injustificável, embrenhando-te hora-a-hora pelo matagal das aflições. Os deveres, diante disso, parecem descoloridos e a própria vida destituída de objetivos dignos de vividos. Dedicação exclusiva ao ideal de uma fé clarificadora, qual a espiritista, parece-te loucura, como loucura a muitos parecia a total doação do apóstolo Paulo aos postulados do Cristianismo nascente…

A concessão de um corpo sadio, feita a um espírito banhado pela luarizante bênção da fé imortalista, significa, na atualidade, dádiva que apenas raros sabem valorizar devidamente. Muitos, aquinhoados com essa mercê, distraem-se na busca desenfreada de segurança social; atêm-se outros à alfândega das migalhas reluzentes de aquisição enganosa; diversos rebocam-se no paul dos gozos animalizantes, opiados pelas trivialidades, para despertarem todos, mais tarde, sofridos e desventurados, entre remorsos indescritíveis ou alucinações desoladoras. Isto, sim, são loucuras!

Campeiam, no entanto, abundantes oportunidades de toda procedência e qualidade para quem deseja utilizar o prêmio da reencarnação, doando-se aos misteres elevados. O desequilíbrio dos cardos deve constituir-se força de estímulo na continuidade da peleja. O malogro dos que sucumbem podes transformar em encorajamento para o próprio prosseguimento. O ofídio que mata empresta tóxico para antídotos salvadores…

O gume que dilacera e destrói a vida é arma salvadora nas mãos hábeis do cirurgião. Não desanimes diante da conturbação que envolve homens, sociedades, agremiações e empalidece idéias. Atestou o amor e a confiança integral no Pai e na Sua justiça, quando repelido pelos que amava. Exaltou-se mais, quando desprezado.
Jesus é o mesmo para todos nós, ensinando-nos com a grandeza do exemplo.

Trocou de boamente um sólio resplendente por uma cruz de ironia e aceitou uma cana imunda em caricatura deprimente de cetro, sem, todavia, ridicularizado fazer-se ridículo, ou desprezado parecer desprezível… … E Ele que nada devia!…
Recorda-O e segue-O.

As duas traves abraçadas em madeiro que receberia Sua lenta agonia e colheria na forma de braços sobre a terra o suor de sangue, Ele as transformou em símbolo de redenção, que continua atual na hora presente, escondidas no imo de cada um como martírio oculto a testar a fidelidade e o amor a Ele, na incomparável e excelente oportunidade da atual reencarnação com que a muitos honra para a felicidade deles mesmos. Joanna de Ângelis

Psicografia: Divaldo P. Franco
Editora: FEB

Exposição:

<Nara_Coelho> Boa noite, queridos amigos. É com alegria e gratidão que estou aqui. Alegria e gratidão que se renovam todas as vezes que tenho essa oportunidade feliz de estudo do espiritismo. Obrigada. E que o Mestre nos abençoe a todos, permitindo-nos o bom aproveitamento do tempo e a fidelidade aos ensinos de Kardec para que atinjamos o objetivo superior desse trabalho. Na noite de hoje vamos conversar sobre as perguntas 189 a 196 do Livro dos Espíritos: Transmigração Progressiva.

Um dos pontos importantes com que o espiritismo nos esclarece é quanto a nossa evolução. Nós, os espíritas, não temos a “folga” de pensar que já nascemos prontos e que, por uma ação especial de Deus, nos transformaremos em anjos da noite para o dia. Todos nós, sem exceção, estamos sujeitos à lei do progresso. Ninguém é privilegiado nas leis de Deus. Assim, não existem os espíritos criados superiores aos demais.

Todos nós somos criados simples e ignorantes, galgando degrau por degrau de nossa escalada evolutiva de acordo com nossas obras, através das reencarnações, conforme nos antecipou Jesus: “A cada um segundo suas obras”. Não somos, pois, criados perfeitos, mas sim perfectíveis, ou seja, com toda as possibilidades de alcançarmos a perfeição por nossos próprios esforços, o que justifica a nossa vida física. No princípio de nossa existência, somos espíritos imaturos, assim como a criança o é na infância, agindo mais por um instinto natural e só pouco a pouco tendo a inteligência desenvolvida, assumindo consciência das coisas, pelo contato com as experiências que provocam a evolução.

Por isso a reencarnação é uma justiça. Kardec nos aconselha mesmo a comparar a vida espiritual com a material, para nosso melhor entendimento. Infância, adolescência, idade adulta, maturidade… Diz-nos ele, porém, que a vida espiritual não tem decrepitude e nem retrocesso como a material. O espírito avança sempre, ainda que devagar, de forma definitiva para o progresso integral. Tal resultado, naturalmente, só alcançamos ao longo das existências.

Como nos lembra Herculano Pires: “o espírito avança de reencarnação em reencarnação em busca da sabedoria”. E a natureza não dá saltos. Por isso é impossível que alcancemos o progresso efetivo em apenas uma reencarnação, mesmo que façamos tudo muito certo, porque, segundo os espíritos, existem qualidades que precisamos conquistar que nem sequer somos capazes de compreender… A praticidade de tais ensinos está também no fato de que podemos nos prevenir de existências dolorosas, de provações difíceis, desde que invistamos no nosso progresso espiritual, fazendo o que Jesus nos aconselhou a fazer. Eis que o Mestre não veio nos ensinar mais uma religião: veio nos trazer uma conduta de vida, um código capaz de, se seguido, nos conduzir à evolução integral e, conseqüentemente, à felicidade.

Temos a tendência de pensar que os selvagens estão em sua primeira reencarnação ou em seu estado de infância. Os espíritos nos ensinam que isso nem sempre é verdade, visto que eles já demonstram paixões, o que curiosamente já significa desenvolvimento, embora não signifique progresso. E nos esclarecem: as paixões “são sinal de atividade e consciência própria, enquanto na alma primitiva a inteligência e a vida estão em estado de germes.”

Dessa maneira, percebemos que o espiritismo, que é o cristianismo trazido de volta em sua pureza originária, nos desperta a consciência, amadurece-nos, permitindo-nos deixar de viver por viver, para passar a existir consciencialmente. “Somos artífices do nosso futuro”, alerta-nos Kardec. Passamos, então, a pensar em nossos atos, melhorando-nos a cada dia para que a nossa reencarnação seja produtiva no campo do bem, impulsionando-nos ao progresso.

Sabendo que, como espíritos, não retrocedemos, ficamos estimulados a essa melhoria íntima, pois todo o nosso esforço é computado na contabilidade espiritual, todas as nossas dores também, assim como ampliamos nossas perspectivas de aprendizado e aprimoramento. Somos espíritos, meus queridos amigos! Espíritos vestindo corpos físicos que nos são condizentes com as necessidades evolutivas. Que bem o saibamos usar. Que bem saibamos aproveitar o tempo e a oportunidade da vida física, para que sejamos cada vez mais felizes e consigamos vivenciar a paz que o Cristo nos trouxe e nos deu! Muita paz ! Muito obrigada! Estou à disposição para as perguntas.(t)

Perguntas/Respostas:

01<PimentaDoce> Você lembrou bem a vontade que todos temos de melhoria íntima…mas, como podemos fazer isso na prática?

<Nara_Coelho> Começando com as pequenas coisas… Por exemplo, Jesus nos aconselhou a amar nosso semelhante… Começando do próximo mais próximo, aqueles que dividem o nosso teto conosco… vamos amá-los em forma de tolerância, paciência… Sabe aquela pessoa que parece que veio à Terra para nos desarticular? Pois bem, é com essa que vamos começar o nosso exercício de amor. E assim por diante. Usando a nossa consciência, nossa vontade, o nosso conhecimento do Evangelho para irmos corrigindo as nossas falhas. (t)

02<Bento_Casmurro> Não me parece que a inteligência de um índio esteja apenas em estado de germe… existe algum fundamento científico para se afirmar isso? (t)

<Nara_Coelho> É justamente ao contrário. A inteligência do índio não está em estado de germe. Ele já demonstra por seus atos, que já caminhou por algumas reencarnações… Dê uma olhadinha de novo no texto. É que talvez eu tenha digitado depressa demais. (t)

03<PimentaDoce> a expressão “transmigração progressiva ” quer dizer reencarnação?

<Nara_Coelho> Isso mesmo! Os espíritos transmigram sucessiva e progressivamente. Vão ocupando corpos físicos de acordo com sua necessidade evolutiva com intervalos em que permanecem nos mundo espiritual (erraticidade)… preparando-se para nova jornada de progresso. (t)

04<PimentaDoce> Amiga, Kardec fala sobre as existências nulas…como pode ser isso?

<Nara_Coelho> Podemos entender se compararmos a vida espiritual com a material. Imagine você dormir uma semana inteira. Não produzir nada. Mal se alimenta, não conversa com ninguém… Essa foi uma semana nula para você, em termos de aprendizado, produção, realização… Assim também muitas pessoas passam uma reencarnação inteira como que anestesiados… “dormindo” diante das necessidade evolutivas. Por isso Jesus nos alertou dizendo: “Desperta tu que dormes…”.
Essas pessoas fazem da sua reencarnação um tempo nulo, não progridem. Perdem essa reencarnação. (t)

05<GALANT_LUZ> acredito que essas pessoas mostram necessidades de cuidados maiores em uma próxima encarnação…

<Nara_Coelho> Com certeza. Certamente, numa próxima encarnação, essas pessoas serão “beliscadas” pela dor…

<GALANT_LUZ> são pessoas que necessitam de algum “choque” de alguma forma…. <Nara_Coelho> acordando-as para as necessidades evolutivas.

<GALANT_LUZ> isso…
<Nara_Coelho> Por isso, Emmanuel chama a dor de “divino aguilhão”. (t) <GALANT_LUZ> o que seria o “divino aguilhao”??? (t) <Nara_Coelho> Aguilhão é um instrumento pontiagudo, cortante… um dardo ou ferrão que provoca dor. Divino porque vem da lei de Deus, certamente a de causa e efeito. (t)

06<PimentaDoce> Será que só pelo aguilhão da dor é que podemos despertar para a evolução?

<Nara_Coelho> Parece que tem sido assim… Infelizmente, o homem tem preferido buscar o progresso através da dor… desprezando a razão e o amor na conquista do progresso. Entretanto, com a Doutrina Espírita, temos ficado mais atentos, podendo evitar a dor, buscando o progresso conscientemente pelo trabalho do bem. (t)

07<GALANT_LUZ> sim, acho que à pessoa é perfeitamente possível crescer no amor, mas só que o conforto lhe faz esquecer um pouco de sua necessidade de sempre melhorar se tornar uma pessoa mais gentil com o próximo, de sempre se colocar no lugar do outro antes de julgar seus atos e suas palavras. Só quando estamos em apuros, e na dor, é que geralmente lembramos de Deus e de como somos fracos e precisamos de sua infinita bondade e amor, eu acho que é um pouco disso….(t)

<Nara_Coelho> Você está certo. A Doutrina Espírita nos ajuda justamente a nos desvencilhar dos atrativos da vida material despertando-nos para, com Jesus, aprender a viver no mundo sem ser do mundo.

Oração Final:

<PimentaDoce> Amigos,
depois desses momentos tão esclarecedores para todos nós, onde tivemos a
oportunidade de refletirmos sobre a importância da experiência que vivemos
agora, quando aqui estamos encarnados,
ou com aqueles a quem aprenderemos a amar, na convivência com os corações que
amamos Pela oportunidade de aqui estarmos encarnados mais uma vez, deixemos o
nosso coração se inundar pela gratidão ao Pai…

o que nos ocorre a cada passo
de nossas vidas, quando nos conscientizamos de que depende de nós e, portanto,
com o objetivo maior de crescer, nos te agradecemos, Pai.
que nos esclarece a mente e nos consola o coração, Pela oportunidade de
conhecermos a Doutrina Espírita, encorajando-nos para a superação de nós mesmos
nos desafios do dia-a-dia, nós Te agradecemos ainda uma vez.

Pelas dificuldades e problemas que nos surgem a cada passo, expressando a sua
confiança na nossa capacidade de crescimento, te agradecemos ainda.
Pela oportunidade de aqui estarmos hoje, quando tantos se afundam nas sensações
ilusórias dos prazeres materiais, ainda uma vez, de corações dizemos: Obrigada,
Pai.

Agradecidos estamos pelas energias amorosas que se derramam sobre nós nesse
momento, vindas dos corações dos Espíritos Amigos que nos acompanham,
alimentamos os nossos corações e as nossas mentes, com o desejo consciente de
compartilhá-las com os nossos irmãos que frequentam as salas do
IRC-Espiritismo… Que todos sejam beneficiados, amparados, consolados,
esclarecidos….

Que essas energias aqueçam igualmente os corações de todos os
sofredores do mundo, que, pela mestra dor, de Ti se aproximam, Pai… e que
essas mesmas energias envolvam todos os corações dos sofredores do mundo
espiritual, que já não têm um corpo para esconder suas mazelas… e que
perambulam pela Vida, esquecidos de que o Teu Amor vela e espera por eles…

Esteja com todos nós, Pai.
Esteja com todos nós, Jesus, amigo querido de todas as nossas horas. Obrigada,
Senhor!
Graças a Deus Graças a Jesus.

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior