Tamanho
do Texto

Vença o medo de falar em público

Vença o medo de falar em público

Você já começou a fazer planos de mudança para este principio de milênio?
Que tal aproveitar a agenda nova e incluir mais um importante ingrediente neste novo tempero de vida – combater o medo de falar em público.
Como eu sei que você tem medo de falar em público?
Se você for como a maioria das pessoas será normal que tenha esse tipo de medo.
Diferentes estudos mostram que o medo de falar em público é o maior medo das pessoas.

Não estou me referindo apenas a fato de combater o medo de fazer palestras ou conferências, mas sim o medo de falar diante de grupos de pessoas como em reuniões da empresa ou encontros sociais.

Já imaginou como a vida poderia ser mais agradável se você pudesse se expressar em qualquer ambiente de maneira confiante, desembaraçada, sem medo?
Sim, é possível falar com segurança e sem receio de que as pessoas possam censurá-lo ou criticá-lo.

Só que não adianta ficar fazendo planos e sonhando em ser um comunicador eficiente e seguro. Você precisa arregaçar as mangas e trabalhar duro. Se não transformar seus objetivos em ações concretas só vai sonhar, sonhar e não chegará a lugar nenhum.

Conheça o assunto

Em primeiro lugar conheça sempre com muita profundidade o assunto que irá expor.
Leve informação de reserva – se tiver de falar quinze minutos, tenha meia hora de informação, se precisar expor durante meia hora abasteça-se com uma hora de mensagem. Esse conteúdo adicional dará mais segurança.

Não basta apenas conhecer o assunto, é importante que as informações estejam organizadas. Por isso ordene a mensagem de maneira lógica e concatenada.
No início conquiste os ouvintes com informações simpáticas, principalmente mostrando o benefício que terão com a mensagem. Em seguida conte qual é o assunto que abordará, qual o problema que pretende solucionar e quais as etapas que deseja cumprir durante a exposição.
Com essas informações você terá conquistado os ouvintes e preparado a platéia para receber a mensagem.

Depois de ter conquistado e preparado os ouvintes é o momento de apresentar a linha de argumentação com exemplos, estatísticas, estudos técnicos e científicos, pesquisas e todos os argumentos de que puder dispor.
Se sentir que os ouvintes colocarão alguma resistência aos argumentos defenda seu ponto de vista preparando-se antecipadamente para essas objeções.
Finalmente faça o encerramento pedindo para que os ouvintes reflitam ou ajam de acordo com a sua proposta.
Tomando esse cuidado de conhecer o assunto com profundidade e organizar corretamente as informações irá se sentir muito mais à vontade para falar.

Pratique bastante

Para se sentir confiante em qualquer atividade que precise desempenhar é necessário ter prática e experiência.
Para falar em público também, por isso aproveite todas as chances que tiver para falar – faça perguntas em aulas, palestras e seminários onde atuar como ouvinte; aceite convites para falar nas reuniões, prestar homenagens, participar de debates; fale nas reuniões de condomínio; em todas as ocasiões onde tiver chances de se expressar.
Mesmo que fique nervoso e não se sinta muito confortável, vá em frente, você precisa praticar.

Decida-se sobre a técnica de apresentação

Se a sua apresentação for muito complexa, com muitos detalhes, talvez seja conveniente utilizar um roteiro escrito, onde deverá constar frases que indiquem o conteúdo da matéria.
Cada frase deverá representar uma idéia completa.
Durante a exposição você irá ler a frase e em seguida comentar as informações com a platéia. É um recurso útil, que proporciona mais segurança.

Se a exposição for mais simples, com poucos detalhes, você poderá se valer de um cartão de notas, ou de um esquema mental.
No cartão de notas deverá relacionar palavras, cifras, datas ou expressões que ajudem a fazer a apresentação na seqüência planejada.
O esquema mental é o recurso que permite memorizar a seqüência de quatro ou cinco etapas, que desejará cumprir durante a exposição.

Todos esses recursos são bons, ajudam a dar segurança e a escolha de um ou de outro dependerá do seu estilo, das suas características, da complexidade da apresentação, enfim, você deverá optar pela técnica com a qual possa se sentir mais à vontade.

Seja natural Ninguém poderá se sentir à vontade para falar em público se for artificial na maneira de se expressar. Procure falar em situações mais formais da mesma maneira como fala quando está diante dos amigos e das pessoas da família. Quanto mais natural e espontânea for a comunicação mais confiante se sentirá.

Identifique suas qualidades Aprenda a conhecer seus aspectos positivos de comunicação. Erroneamente a maioria procura descobrir onde estão os defeitos e as imperfeições e por isso se sente cada vez mais insegura.
Observe se tem uma boa voz, um vocabulário fluente, gramática correta, postura elegante, gesticulação harmoniosa, enfim, descubra quais são suas virtudes e qualidades na comunicação e aperfeiçoe outras que possam ser melhoradas.
Ao tomar consciência de que sua comunicação possui pontos positivos se sentirá mais seguro nas suas apresentações.

Não desista Essa procura da confiança para falar exigirá muita dedicação e ações determinadas. Em alguns momentos você se sentirá impotente e sem forças para continuar, mas não desista.
Em 25 anos como professor de expressão verbal e tendo preparado mais de 30 mil alunos, nunca encontrei um único sequer que, com boa vontade e determinação, não conseguisse superar suas dificuldades.
Se julgar que esse trabalho solitário é muito penoso, procure um curso de expressão verbal.
Existem muitos de excelente qualidade espalhados por todo o país.
Leia livros que tratam desse assunto e que podem apontar exercícios e caminhos que simplificarão seu trabalho.

Aceite o desafio Não vamos discutir mais sobre a importância de falar com segurança e desembaraço nos dias atuais; todos sabemos das vantagens de se expressar de maneira correta e eficiente.
O que importa agora é a disposição para agir.
Faça deste mês de janeiro de 2000 um marco na sua vida. Estabeleça essa meta para este ano e chegue em 2001 sentindo prazer em falar em público.

Reinaldo Polito
Revista Vencer nº 04

Esses e outros conceitos são desenvolvidos no curso de expressão verbal ministrado pelo Professor Reinaldo Polito.
“Permitida a reprodução desde que citada a fonte – www.polito.com.br”

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior