Tamanho
do Texto

A Vida no Além

A Vida no Além

15º Encontro Sobre A Vida e a Obra de Léon Denis

Expositor: Carlos Roberto
Rio de Janeiro
27/03/2002

Dirigente do Estudo:

Márcio Alves

Mensagem Introdutória:

Mensagem para o 15º Encontro Espírita sobre a Vida e a Obra de Léon Denis

Tornado ao mundo espiritual, o homem bom goza dos esplendores da vida superior.

Já o tímido encontra os lugares apropriados à sua imagem: angústias, incertezas, ambientes de pouca ou quase nenhuma vibração de luz.

Os maus, atuando em meio às baixas vibrações de luz, vivenciam as angústias próprias de seu estado mental.

Na Terra, como encarnado, o espírito deve buscar viver no bem constantemente.

Nessa forma de agir, ele vai alicerçando, de modo objetivo, suas forças mentais, plasmando-as em meio a um grande aprendizado que caracteriza o espírito que se propõe a evoluir.

Aprendendo objetivamente, o espírito alicerça seu futuro espiritual. Como espírita, principalmente, vemos as grandes e poderosas missões criativas. Vivendo antecipadamente o mundo dos espíritos, a criatura encarnada, estimulada pelos pensamentos doutrinários, procura criar um mundo feliz ou em construção da felicidade, tornando a vida espiritual uma expansão natural do bem.

Que todos aqueles que têm a felicidade de conhecer a sempre amada Doutrina Espírita busquem trabalhar as forças internas para a construção do sentimento maior que é o amor, mas que também saibam construir a vida no Além, como conseqüência do próprio progresso espiritual.

Luís

Mensagem psicográfica recebida pelo médium Altivo Carissimi Pamphiro, no dia 10 de janeiro de 2002.

Oração Inicial:

<Moderador_> Senhor Jesus, estamos aqui mais uma vez reunidos em Teu nome, com o objetivo de estudar a Tua doutrina de luz. Mestre amigo, ajuda-nos a entender cada vez mais o objetivo da vida e a parte que nos cabe a fazer nesta encarnação, de modo a que possamos evoluir rumo ao Pai de modo seguro. Fica conosco, abençoando a cada um de nós, em especial ao nosso companheiro Carlos Roberto, que será o responsável pelo estudo da noite de hoje.

Que a Tua luz e a Tua paz estejam conosco, hoje e sempre.

Que assim seja!

Exposição:

<carlos_roberto> Queridos amigos e queridas amigas, encarnados e desencarnados, é com muita satisfação que estou aqui. E por quê?

Deixem-me primeiro desejar a vocês muitos motivos de alegria em suas vidas.

Na próxima sexta-feira, o Centro Espírita Léon Denis estará promovendo o XV EEVOLD – Encontro Espírita Sobre a Vida e a Obra de Léon Denis. O tema deste ano é “A Vida no Além”.

Qual é a importância deste tema?

Pensei muito a respeito e consegui definir da seguinte forma: nós estamos a muito tempo morrendo e está na hora de aprendermos a desencarnar. Afinal de contas, desencarnar é inevitável e necessário no estágio evolutivo em que nos encontramos. Quanto tempo ainda levaremos para encarar com naturalidade o que é essencialmente parte integrante dos processos da Natureza: o desencarnar?

O que o Encontro de Léon Denis tem a nos oferecer?

Encontraremos nos maravilhosos momentos em que estaremos compartilhando de nossas experiências e emoções, motivos para rever nossos conceitos, motivações para ampliar nossa confiança nos mecanismos divinos que regem as Leis da Natureza.

Quem aqui já assistiu o filme “Amor Além da Vida”?

Faz muita diferença ver este filme antes e depois do encontro. O filme é um primor de riqueza de informações, onde caminham lado a lado, conhecimento e desconhecimento, altruísmo e preconceito.

Mas, o grande barato do filme é dar farto material de reflexão.

Gostaria de classificar os momentos que viveremos juntos na sexta-feira: imperdível.

Vocês terão duas maneiras de participar (falo é claro neste momento para quem mora ou estará no Rio de Janeiro na sexta-feira santa). Se você estiver ou morar no Rio, compareça ao CELD às 08:30 h. Teremos neste horário a abertura dos trabalhos, e depois estudaremos – com muita dinâmica – das 09 às 13 h.

O endereço do CELD? Rua Abílio dos Santos, 137, Bento Ribeiro.

A outra oportunidade de participar é através deste abençoado canal, às 14 h, com o estudo / palestra a ser desenvolvida pela coordenadora do encontro: a Dra. Luzia Mathias.

Nós que estamos preparando com tanto carinho este encontro, dizemos para você: não, não vá nesta sexta para …

… o piscinão de Ramos;

… a região dos Lagos;

… o pagode do …;

Quem não participar ficará depois com água na boca ouvindo os que foram falando como foi bom.

Você sabe muito a respeito de como é a vida no além?

Puxa, que bom! É de você mesmo que nós estamos precisando para enriquecer o trabalho ao longo das dinâmicas.

Você conhece pouco ou nada deste importante assunto?

Gente, que bom que você vai poder ver esta questão com outros olhos.

O que facilita o desencarnar?

O que nós precisamos fazer agora como encarnados, para que nossa vida como desencarnados seja melhor?

Como é que os desencarnados vivenciam tudo o que vivenciam?

Como tais fatos são possíveis?

O que diz a ciência dos nossos dias sobre as Experiências de Quase Morte?

Isto e muito mais você terá contato nesta sexta-feira.

Mas, por favor, se sua presença é imprescindível, não devemos esquecer de levar quem nós amamos, quem nós entendemos que precisa como nós destas luzes; convidemos os amigos, vizinhos, etc.

Nestes 26 anos que tenho de Doutrina Espírita, não me recordo de ter estudado algum assunto que tenha provocado tal efeito renovador em minha mente, como é o estudo de “A Vida no Além”.

Uma das grandes conquistas do espírito é saber que a vida continua. Muito importante saber desde já que a vida espiritual é calcada no pensamento. Será que nós entendemos mesmos as conseqüências desta afirmativa.

Veremos como Denis e Kardec, mas o apoio abençoado de tantos médiuns, vai nos instrumentar para iluminar nossos passos, e também iluminar os passos de quem nos rodeia.

Precisamos, conquanto encarnados, volvermos nossos olhos para a verdadeira vida do espírito. Não podemos nos descurar da vida material. As oportunidades de crescimento que possuímos neste plano são preciosas. Mas, na medida do possível, precisamos compreender que nós precisamos estudar, trabalhar no bem. Vai nos enriquecer como espíritos.

Nossos amigos espirituais que nos avalizaram a atual reencarnação, estão dispostos a apoiar a nossa boa-vontade, mesmo quando ela se faça algo vacilante. Para eles é motivo de muita alegria quando nos vêem nos dedicarmos às coisas do espírito.

Vamos investir na pessoa mais importante do mundo: nós.

Só nos pertence aquilo que não pode nos ser tomado à nossa revelia.

Espero que eu esteja sendo instrumento adequado para levar a mensagem da importância deste encontro.

Felizes dos que já olham para um túmulo e não pensam que ali dentro está o ente querido.

Felizes os que já sabem que a vida continua.

Jesus já nos disse em Lucas, cap. 20, versículo 38: “Ora, Deus não é Deus de mortos, mas sim de vivos, porque para que Ele vivem todos”.

Denis dentro de sua forma precisa de falar as coisas nos diz: “O que chamamos morte é simplesmente o retorno da alma à liberdade, enriquecida com as aquisições que pode fazer na vida terrestre”.

Encontramos no Velho Testamento, em Jó e em Eclesiastes, referências ao fato de que retornaremos ao ventre de nossa mãe, nus, levando apenas aquilo que as mãos não puderem carregar.

No encontro de Léon Denis sobre “A Vida no Além” desta sexta-feira santa, seja pela Internet, neste canal a partir das 14:00 h, seja de corpo material presente no CELD, em Bento Ribeiro, teremos uma preciosa oportunidade de incorporar valores importantes ao espírito eterno que somos.

Vale a pena investir em nós. Vamos participar do Encontro de Léon Denis. Mas, não se esqueçam, vamos levar nossos convidados: parentes, amigos, vizinhos.

Não percam!

Perguntas/Respostas:

[01]<Edelweiss> «carlos_roberto», você pergunta o que facilita o desencarnar? Penso que o grande problema, pelo menos para mim, não é propriamente o desencarnar, mas sim, como será o desencarnar? Qual o nosso testemunho para que a desencarnação se efetue? Qual o quadro físico pelo qual terei que passar, para que a desencarnação se efetue? Que tipo de doença física? Que dores nos aguardam? Penso ser este o grande problema, que acaba levando ao medo do desencarne. Como se preparar para tal? Você poderia falar um pouco sobre isso?

<carlos_roberto> Entendo que você e algumas pessoas terão uma surpresa muito legal no encontro. Nós vamos abordar como é o desencarnar com apoio do plano espiritual e da ciência. Portanto, para saber mais sobre isto, vá ao encontro.

Será que para desencarnar você terá que passar por alguma doença física? Desencarnar dói? A primeira pergunta tem resposta muito individualizada. Mas, a segunda, tem resposta.

Quem perder este encontro, perderá uma grande chance de perder o medo – se tiver – ou de perder a ignorância a respeito – se tiver vontade de aprender.

[02] <Lidianni> Você acredita que estamos aqui hoje para resgatar algo de outra vida?

<carlos_roberto> Nós estamos aqui com um objetivo básico: evoluir. Dentro deste quadro, muitas vezes geramos desafetos no passado, nos comprometemos com muitas situações, e precisamos nos libertar das ligações que fizemos, que se constituem em amarras que nos impedem de alçar vôos espirituais mais altos. Precisamos retomar caminhos, reencontrar pessoas, e tentarmos agir na feição de transformadores, modificando o mal em bem, espinhos que usamos para agredir em flores que aprenderemos a distribuir. Desfazer caminhos equivocados, faz parte do processo evolutivo.

Oração Final:

<Edelweiss> Boa noite, amigos! Procuremos, neste momento, acalmar nossos corações, equilibrar nossos pensamentos, e agradecer ao Mestre Jesus.

Pai de infinita misericórdia, Te agradecemos a oportunidade que concedes a todos nós, encarnados e desencarnados, de refletirmos mais e mais sobre as mensagens do Teu Evangelho. Ampara-nos o propósito da Divulgação Doutrinária, o propósito de crescimento, o propósito de colocar em prática a mensagem que o amigo Carlos nos trouxe, apesar das nossas imperfeições e , muitas vezes, da nossa dúvida. Ajuda-nos a persistir. Que o desânimo não seja o companheiro do dia-a-dia.

Auxiliados pela espiritualidade amiga, nos despedimos neste momento, rogando mais uma vez ao Teu coração generoso que nos acompanhe em nossa jornada.

Que assim seja!

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior