Tamanho
do Texto

Código de Conduta

A vida moral do servidor espírita necessita de cuidados especiais. Convém que
se estabeleça algumas normas morais de conduta, para facilitarem a vida
administrativa da casa. Além de mostrar o que podemos ou não fazer no centro, as
normas de conduta facilitam o relacionamento com o público. As pessoas que
procuram o centro para serem ajudadas, costumam tomar a imagem do trabalhador
espírita como linha de referência para sua própria imagem. Por esta razão, as
coisas que fazemos e a forma como nos apresentamos no centro espírita assumem
relevante importância. As normas de conduta precisam ser claras e objetivas.
Devem ser apresentadas a todos os membros novatos, para que se enquadrem na
disciplina da casa. A título de exemplo, vamos citar o Código de Conduta criado
para o Grupo Espírita Bezerra de Menezes, em São José do Rio Preto, SP. Que
sirva para estimular outras sociedades a criarem suas próprias normas
administrativas.

Código de Conduta

Você está se candidatando a membro desta sociedade espírita. Já passou pela
fase da iniciação e agora vai ser experimentado no serviço interno. Seu tempo de
experiência será de 4 meses. Esperamos que este compromisso seja levado a sério,
pois o trabalho com o Cristo exige disciplina, dedicação, renúncia e amor ao
próximo. Vamos apresentar as normas que orientam a conduta interna. Elas servem
de baliza para as atitudes que tomamos dentro da casa e fora dela. Esperamos que
se adapte aos nossos costumes. Caso haja alguma dúvida ou dificuldade, procure
conversar com o associado responsável por você ou com a direção.

  1. Se ainda faz uso de cigarro ou bebida alcoólica, procure esforçar-se para
    deixar esses hábitos. Eles são considerados nocivos à saúde e à alma, pela
    ética espírita e ciência oficial. A bebida social é tolerada naqueles que
    estão iniciando.
  2. Os setores de atividades internas são dirigidos por pessoas responsáveis
    por eles. Procure ouvir pacientemente as orientações desses companheiros.
    Evite dar opinião sobre as coisas espíritas ou a administração se não for
    solicitado. Como está iniciando, ainda não está preparado para isso.
    Lembre-se: você está ingressando na sociedade para aprender Espiritismo e a
    servir seu próximo. Sua posição é de membro em experiência. Deixe suas
    observações para serem discutidas nas sessões de estudos ou nas reuniões
    gerais.
  3. Caixa Espírita: Allan Kardec aconselhou a existência, de um caixa espírita
    no movimento para cobrir as despesas com a causa. Nesta casa espírita temos um
    fundo destinado a cobrir as despesas. Ao tornarmos membro do grupo, assumimos
    o compromisso de ajudar em todos os sentidos, inclusive materialmente. Os
    associados colaboram financeiramente com o fundo de serviços do centro. Depois
    que tornar-se membro efetivo, procure a secretária do grupo para definir sua
    doação mensal. Ela será de livre escolha e fundamenta-se numa porcentagem do
    salário mínimo. Você receberá explicações de como será feito o recebimento e
    do uso do caixa.
  4. Recomendamos às mulheres, membros da sociedade, que evitem o uso excessivo
    de jóias e pinturas nas suas dependências. A educação determina que devemos
    usar trajes apropriados ao ambiente onde estamos. Do mesmo modo que seria
    insensato comparecermos num evento social com roupas esportivas, também será
    estranhos nos dirigirmos a um templo religioso, vestidos como se fôssemos numa
    festa. Cada coisa tem o seu lugar. Procuremos as vestimentas mais simples e
    sóbrias. Além de estarmos agindo com bom senso, as pessoas mais humildes se
    sentirão mais à vontade em nossa presença. Cabe à administração da casa,
    definir os excessos e orientar no que for necessário. Lembre-se: lá fora, você
    continua sendo um espírita ligado a esta casa.
  5. Entre nós, não aceitamos o adultério e a vida desonesta. Se você teve ou
    tem costumes assim, procure corrigir-se. Se quiser melhor orientação, fale com
    a direção.
  6. Para nós a vida familiar é de importância vital. Se você não vive bem com
    seu cônjuge ou tem problemas com filhos, procure a direção para receber
    orientação. Seu trabalho com o Cristo depende muito de sua paz pessoal.
  7. Queira informar à direção se você:
  • Esteve internado em hospital psiquiátrico.
  • Se já esteve preso.
  • Se está sofrendo processo judicial.
  • Se faz uso de calmantes.
  • Se já usou drogas.
  • Se você vive com alguém, sem ser casado legalmente.

Observação: Estas informações são de ordem confidencial.

  1. O desenvolvimento intelectual e moral varia de uma pessoa para outra. Não
    queira ser como os outros. Estude, trabalhe e viva a Doutrina Espírita dentro
    de suas próprias possibilidades. Vá devagar com os estudos e as mudanças que
    pretende fazer em sua vida moral. A natureza não dá saltos. Não faça de sua
    mente, uma casa poluída de literatura doutrinária.
  2. Cumpra com as funções que lhe forem determinadas e aguarde o momento
    certo, quando será convidado a participar de outras. Lembre-se: se cuidar bem
    das pequenas coisas, estará se habilitando para assumir as grandes.
  3. Se, em qualquer período de sua estada entre nós, começar a sentir coisas
    estranhas, tais como: alterações emocionais acentuadas, perturbações no sono
    etc, comunique ao responsável por você ou à direção do centro.
  4. A administração, se achar necessário, poderá suspendê-lo de suas funções.
    Não tome isso como coisa pessoal ou como preferências. Procure se inteirar da
    causa da suspensão e oriente-se. Tudo aqui é feito tendo em vista o bom
    funcionamento do centro e o bem estar de seus membros.
  5. Quando estiver em conversação nas dependências da sociedade, procure
    comentar aspectos dignificantes da vida. Não se exceda no processo crítico.
    Estenda esse comportamento à sua vida cotidiana.
  6. Não falte às atividades da sociedade. Sua presença é fator de disciplina e
    ordem na casa e será levada em alta conta, quando for feita sua efetivação
    como membro do grupo.

Qualquer esclarecimento complementar poderá ser solicitado pelo telefone
(0172) 247081.

BANCO DE DADOS Jornal “A Voz do Espírito” São José do Rio Preto – SP

Texto produzido em abril de 1994 Reprodução autorizada, desde que seja citada
a fonte.

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior