a gênese edição original feal

Tamanho
do Texto

A Gênese – Capítulos I e VII – Análise Comparativa

Analise comparativamente, o capítulo I –Natureza (Caracteres) da Revelação Espírita, de A Gênese , obra legítima de Kardec, ed. FEAL 2018, com as demais edições em português

Se você já tem A Gênese, o livro legítimo de Kardec, em tradução para o português (Ed. FEAL 2018), compare-a com a que você já tinha – aquela em que na capa, você escreverá: adulterada. Nessa comparação irá constatar o alto grau da adulteração feita no último livro da Codificação, três anos após a desencarnação de Kardec. Poderá também medir o prejuizo trazido para o entendimento correto do Espiritismo, e a grande necessidade de reciclarmos nossos conhecimentos sobre essa obra e seu significado.

Cada tradutor, nos pontos em que a tradução se torna complexa, devido a estrutura do francês em relação ao português, usa palavras que entende serem as melhores, mas que não prejudiquem o texto original. Mas há palavras que deturpam o sentido e induzem a erro conceitual. Essas serão apontadas.  

Erros de digitação, em qualquer edição, são apenas erros de digitação, a serem corrigidos.

No capítulo I – Natureza (Caracteres) da Revelação Espírita, nas edições adulteradas, encontramos 18 interferências. Dos 62 itens com que Kardec compôs esse capítulo, 14 sofreram algum tipo de alteração: 1 item teve troca de palavra significativa; 1 item teve acréscimo de palavra que altera o sentido; 5 itens tiveram supressão da autoria das notas de rodapé; 2 itens tiveram frase retirada; 2 itens tiveram paráfrafo retirado; 3 itens tiveram frase acrescentada; 1 item teve citação errada; 1 item teve citação acrescentada; 1 item teve frase escrita por inteiro; 1 item teve palavras acrescentadas.

Compare:

– item 01 de Kardec -> na adulterada a palavra litúrgico foi trocada por teológico;

– item 06 de Kardec -> na adulterada foi retirada metade da última frase do primeiro parágrafo;

– item 10 de Kardec -> na adulterada a citação está errada;

– item 14 de Kardec -> na adulterada foi acrescentada uma frase no final do texto;

– item 16 de Kardec -> na adulterada foi retirada uma frase na parte final do texto; foi acrescentada uma frase

                                    na parte final do texto;

– item 22 de Kardec -> na adulterada foi acrescentada a palavra vida no final do texto;

– item 25 de Kardec -> na adulterada a frase de Jesus foi escrita por inteiro; foi acrescentada uma frase após               

                                    o primeiro parágrafo;

– item 36 de Kardec -> na adulterada foi retirado o último parágrafo;

– item 45 de Kardec -> na adulterada não foi citado N.A. ou seja, Kardec, como o autor da nota de rodapé;

– item 52 de Kardec -> na adulterada não foi citado N.A. ou seja, Kardec, como o autor da nota de rodapé;

– item 53 de Kardec -> na adulterada não foi citado N.A. ou seja, Kardec, como o autor das notas de rodapé;

– item 54 de Kardec -> na adulterada não foi citado N.A. ou seja, Kardec, como o autor da nota de rodapé;

– item 55 de Kardec -> na adulterada não foi citado N.A. ou seja, Kardec, como o autor da nota de rodapé;

– item 62 de Kardec -> na adulterada foram acrescentadas palavras no final do penúltimo parágrado; foi

                                    excluído o último parágrafo; foi acrescentada uma nota de rodapé referente as palavras

                                    acrescentadas.

 

Compare agora o capítulo VII – Esboço Geológico da Terra

Nas edições adulteradas de A Gênese, no capítulo XVII – Esboço Geológico da Terra – encontramos 31 interferências. Dos 50 itens com que Kardec compôs esse capítulo, 20 sofreram alterações: 1 item teve um parágrafo passado para outro item; 1 item teve acréscimo de um parágrafo do item anterior; 9 itens tiveram exclusão do nome do autor, na nota de rodapé de Kardec; 1 item teve acréscimo de informações na nota de rodapé de Kardec; 1 item teve excluída a nota de rodapé de Kardec; 3 itens tiveram acréscimo de frase; 2 itens tiveram palavras retiradas; 1 item teve palavra significativa retirada; 1 item teve um parágrafo retirado; 3 itens tiveram acréscimo de uma frase; 1 item foi totalmente retirado; 8 itens tiveram a numeração modificada.

Compare:  

– item 03 de Kardec -> na adulterada o terceiro parágrafo foi transformado no primeiro do item 04;

– item 04 de Kardec -> na adulterada formou o restante do item 04, após o último parágrafo do item 03 de

                                    Kardec;

– item 07 de Kardec -> na adulterada não foi citado N.A. ou seja, Kardec, como o autor da nota de rodapé;

– item 09 de Kardec -> na adulterada não foi citado N.A. ou seja, Kardec, como o autor da nota de rodapé;

– item 18 de Kardec -> na adulterada foi acrescentada uma frase no final do texto;

– item 25 de Kardec -> na adulterada não foi citado N.A. ou seja, Kardec, como o autor da nota de rodapé;

– item 26 de Kardec -> na adulterada não foi citado N.A. ou seja, Kardec, como o autor da nota de rodapé;

– item 27 de Kardec -> na adulterada não foi citado N.A. ou seja, Kardec, como o autor da nota de rodapé;

– item 30 de Kardec -> na adulterada não foi citado N.A. ou seja, Kardec, como o autor da nota de rodapé;

– item 36 de Kardec -> na adulterada foram retiradas palavras da parte final do segundo parágrafo; foi retirada

                                    a palavra explicativa sobre/no alto nessa mesma região do texto; foi retirada a frase final

                                    do segundo parágrafo; foi retirado o terceiro parágrafo;

– item 41 de Kardec -> na adulterada foi acrescentada uma frase antes da segunda frase do segundo parágrafo;

– item 42 de Kardec -> na adulterada foi retirado todo o item;

– item 43 de Kardec -> na adulterada passa a ser item 42;

– item 44 de Kardec -> na adulterada passa a ser item 43; não foi citado N.A. ou seja, Kardec, como o autor da

                                     nota de rodapé;

– item 45 de Kardec -> na adulterada passa a ser item 44; foi excluída a nota de rodapé que ele fez:

– item 46 de Kardec -> na adulterada passa a ser item 45;

– item 47 de Kardec -> na adulterada passa a ser item 46:

– item 48 de Kardec -> na adulterada passa a ser item 47; não foi citado N.A. ou seja, Kardec, como o autor da

                                    nota de rodapé;

– item 49 de Kardec -> na adulterada passa a ser item 48;

– item 50 de Kardec -> na adulterada passa a ser item 49; foram retiradas palavras no final do primeiro

                                    parágrafo; foi acrescentada uma frase no final do primeiro parágrafo; foi retirada a

                                    última frase do terceiro parágrafo; não foi citado N.A. ou seja, Kardec, como o autor da

                                    nota de rodapé; foram acrescentados dados a nota de rodapé de Kardec.

 

Autora: Cristina Sarraf

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior