Tamanho
do Texto

A Gênese de Kardec

151 anos de A Gênese, de Allan Kardec e a restauração promovida pela FEAL!

Dede julho de 2018 temos publicado um cuidadoso estudo de cada capítulo de A Gênese, destacando os itens adulterados e o tipo de adulteração feita. Nosso objetivo é que os espíritas façam o estudo comparativo, para terem a visualização e o entendimento do que significou esse crime; pois além de lesar o direito do autor sobre o conteudo de sua obra, lesou os espíritas, desvirtuando significativas e importantíssimas lições, decorrências e conclusões dos Princípios estudados e desenvolvidos por Kardec e os Espíritos da Codificação. Prosseguindo:

Analise, comparativamente, o capítulo XV- Os Milagres do Evangelho, de A Gênese legítima de Kardec, ed. FEAL 2018,
com as demais edições em português
Cristina Sarraf

Se você já tem A Gênese legítima de Kardec, em tradução para o português (Ed. FEAL 2018), compare-a com a que você já tinha – aquela em que na capa, você escreverá: adulterada. Nessa comparação irá constatar o alto grau da adulteração feita no último livro da Codificação, três anos após a desencarnação de Kardec. Poderá também medir o prejuizo trazido para o entendimento correto do Espiritismo, e a grande necessidade de reciclarmos nossos conhecimentos sobre essa obra e seu significado.
Erros de digitação, em qualquer edição, são apenas erros de digitação, a serem corrigidos.

No capítulo XV – Os milagres do Evangelho, nas edições adulteradas, encontramos 6 interferências. Dos 68 itens com que Kardec compôs esse capítulo, 4 sofreram algum tipo de alteração e houve supressão de 1 sub-item do título: 1 item foi retirado; 1 itens mudou de numeração; 1 item teve citação acrescentada; 2 itens tiveram frases acrescentadas.
Compare:
– subtítulo de kardec -> na adulterada foi retirado o item Observações preliminares;
– item 05 de Kardec -> na adulterada foi acrescentada citação no final do primeiro parágrafo;
– item 47 de Kardec -> na adulterada foi acrescentada uma frase no final do texto;
– item 67 de Kardec -> na adulterada foi retirado;
– item 68 de Kardec -> na adulterada passa a ser 67; foi acrescentada uma frase no final do texto.
——————————————————————————————————

Compare o capítulo XVI – Teoria da Presciência
Cristina Sarraf

Nas edições adulteradas de A Gênese, no capítulo XVI -Teoria da Presciência – encontramos 14 interferências. Dos 18 itens com que Kardec compôs esse capítulo, 9 sofreram alterações: 1 item teve palavra significativa trocada; 1 item foi excluído; 1 item teve dois parágrafos excluídos; 1 item teve uma frase excluída; 1 item teve partes transformadas em outro item; 1 item teve uma frase nudada de item; 2 item tiveram partes de um parágrafo excluídas; 1 item teve o texto trocado por outro que não é de Kardec; 4 itens tiveram a numeração modificada; .
Compare:
– item 03 de Kardec -> na adulterada a palavra visão circunscrita, foi trocada por vida circunscrita;
– item 05 de Kardec -> na adulterada o terceiro parágrafo e a primeira metade do quarto, foram
transformados em item 6; a segunda metade do quarto parágrafo foi suprimida;
– item 06 de Kardec -> na adulterada a primeira frase torna-se a última do item 6 ( que é o 5 de Kardec);
o restante do texto foi excluído;
– item 07 de Kardec -> na adulterada passa a ser 08; foi acrescentado outro texto como sendo 07;
– item 08 de Kardec -> na adulterada passa a ser 09;
– item 09 de Kardec -> na adulterada passa a ser 10;
– item 10 de Kardec -> na dulterada foi excluído;
– item 15 de Kardec -> na adulterada foi excluída uma frase do meio do segundo parágrafo;
– item 16 de Kardec -> na adulterada foi excluído o primeiro parágrafo; foi excluído o último parágrafo.

Agora compare o capítulo XVII – Predições do Evangelho
Cristina Sarraf
No capítulo XVII, nas edições adulteradas, encontramos 15 interferências. Dos 67 itens com que Kardec compôs esse capítulo, 7 sofreram algum tipo de alteração: 1 item teve dois parágrafos retirados; 2 itens tiveram frases retiradas; 1 item teve acréscimo de parágrafo; 1 item teve acréscimo de frase; 1 item teve a autoria da nota de rodapé retirada; 1 item teve acréscimo de citação; 1 item teve palavras significativas retiradas; 3 itens tiveram troca de palavras significativas, sendo trocadas 6 palavras significativas.
Compare:
– item 28 de Kardec -> na adulterada foi retirada a expressão edifício da fé e colocada da lei;
– item 32 de Kardec -> na adulterada foi trocada a palavra unidade, no final do primeiro prágrafo, pela
palavra unificação; foi retirado o quarto parágrafo; foi acrescentado outro parágrafo
no lugar do retirado; foi retirado o sexto parágrafo; no sétimo parágrafo foram
retiradas as palavras: ocupado e posta a palavra preocupado, Mestre e posta a palavra
Senhor, unidade e posta a palavra unificação;
– item 40 de Kardec -> na adulterada foi retirada a autoria de Allan Kardec, da nota de rodapé;
– item 46 de Kardec -> na adulterada, no início do texto, foi retirada a expressão Jesus não pôde e
acrescentada: Jesus não quis;
– item 54 de Kardec -> na adulterada foi retirada a última frase do terceiro parágrafo; foi acrescentada uma
frase no final do texto;
– item 59 de Kardec -> na adulterada foi acrescentada uma citação;
– item 67 de Kardec -> na adulterada foi retirada a expressão sem exceção, no primeiro parágrafo; foi retirada
uma frase, no primeiro parágrafo.
——————————————————————————-

Compare, agora, o capítulo XII – Gênese Mosaica
Cristina Sarraf

Nas edições adulteradas, no capítulo XII – Gênese Mosaica – encontramos 20 interferências. Dos 25 itens com que Kardec compôs esse capítulo, 11 sofreram algum tipo de alteração: 1 item foi excluído; 1 item foi composto por um texto que não é de Kardec; 9 itens mudararm de numeração; 1 item teve frase retirada; 1 item teve frase acrescentada; 1 item teve tres parágrtafos acrescentados; 1 item teve acréscimo de citação; 1 item teve dois parágrafos excluídos; 1 item teve frases que mudaram de numeração; 1 item teve parte de seu texto excluído.
Compare:
– item 12 de Kardec -> na adulterada foi excluído o segundo parágrafo; foi excluído o terceiro parágrafo;
– item 16 de Kardec -> na adulterada as primeiras tres frases tornam-se as últimas do item 15; foi excluído o
restante do texto;
– item 17 de Kardec -> na adulterada torna-se item 16; os tres últimos parágrafos tornam-se o 17; foram
acrescentados tres parágrafos; foi acrescentada citação;
– item 18 de Kardec -> na adulterada foi excluído; foi posto outro texto; foi numerado 19; foi retirada a
última frase do primeiro parágrafo;
– item 19 de Kardec -> na adulterada torna-se 20;
– item 20 de Kardec -> na adulterada torna-se 21;
– item 21 de Kardec -> na adulterada torna-se 22;
– item 22 de Kardec -> na adulterada torna-se 23;
– item 23 de Kardec -> na adulterada torna-se 24;
– item 24 de Kardec -> na adulterada torna-se 25; foi acrescentada uma frase no segundo parágrafo;
– item 25 de Kardec -> na adulterada torna-se 26.
———————————————————————————————–
Convidamos os amigos desse Jornal a não ficarem só com informações ouvidas e lidas, mas a “arregaçarem as mangas” e trabalharem no estudo comparativo que propomos, conferindo o nosso e desenvolvendo sua autonomia sobre esse assunto. Além disso, estudará esse último livro de Kardec, compreendendo os pontos chaves que ele abordou e desmistificando entendimentos equivocados, manipulados e desviados da verdade.

logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior