guerras

Tamanho
do Texto

Guerras e Conflitos: uma reflexão à Luz do Espiritismo

Vejo com atenção o frenesi de alguns sob o atual conflito bélico na Ucrânia onde a Rússia cerca e destrói o país a que chama de irmão. Interessante como um conflito geopolítico com uma extensa história pode ser resumido por alguns como um simples confronto reeditado da segunda guerra entre comunistas e nazistas.

Acontece que infelizmente as guerras no nosso mundo não cessaram. Claro que fazem quase 80 anos que não vivemos um confronto direto em escala mundial, mas vários países pelo mundo são assolados por batalhas que muitas vezes nem pediram, mas que matam seu povo, sua democracia e sua independência.

Mas quando vamos conseguir viver um mundo de paz e equilíbrio? Quando enfim conseguimos instaurar o planeta de regeneração, colocar de lado as guerras e os conflitos e trabalhar para reverter séculos de destruição? Amai-vos disse Jesus, amai os amigos e os inimigos, amai aquele que pensa diferente de ti, amei aquele que um dia te magoou.

Enquanto na Terra correr uma gota de sangue humano, vertida pela mão dos homens, o verdadeiro Reino de Deus ainda se não terá implantado aí, reino de paz e de amor, que há de banir para sempre do vosso planeta a animosidade, a discórdia, a guerra.(O Evangelho Segundo o Espiritismo)

O amor e a paz devem ser aprendidos e implantados em nós quanto indivíduos e quanto sociedade para que a discórdia e a guerra possa então dar lugar a reconstrução e a regeneração do nosso planeta.

Falamos muitas das guerras de grandes proporções bélicas envolvendo nações. Acontece que vivemos diariamente no mundo várias guerras que acontecem sob nós, mas achamos que está tudo bem. As várias minorias sociais como Mulheres, Negros, a comunidade LGBTQIA+, os imigrantes, todos sofrendo com pressões desumanos que levam muitas vezes a morte. E quem os suprime? Às vezes sua própria família, sua religião, seu Estado e pior, tudo muitas vezes em nome de Deus.

  1. Que devemos pensar das chamadas guerras santas? O sentimento que impele os povos fanáticos, tendo em vista agradar a Deus, a exterminarem o mais possível os que não partilham de suas crenças, poderá equiparar-se, quanto à origem, ao sentimento que os excitava outrora a sacrificarem seus semelhantes?

São impelidos pelos maus Espíritos e, fazendo a guerra aos seus semelhantes, contravêm à vontade de Deus, que manda ame cada um o seu irmão, como a si mesmo”

Todos somos irmãos e semelhantes perante a Deus. Precisamos impedir que nossas crenças e opiniões divergentes nos impeça de amar a todos, pois essas foram as instruções. Impedindo diariamente os conflitos e construindo sociedades mais humanas, solidárias e caridosas, podemos criar alianças de solicitude e não acordos bélicos. Precisamos baixar nossas armas para construir escolas que instruam, campos que acabem com a fome, ciências que curem o nosso corpo, nossa alma e a nossa ignorância. Cuidando e crescendo como sociedade e principalmente amando, deixaremos o tão penoso mundo de provas e expiações, deixaremos as guerras e os conflitos e reconstruiremos o Planeta Terra com instrução e amor.

Deseja saber mais sobre Guerras e conflitos? Acompanhe na programação do 1ª Mês Espírita Mundial um vídeo especial e esclarecedor sobre o assunto.

Confira também na programação outros temas interessantes do Espiritismo!

Faça a sua inscrição pelo site do evento para receber todas as informações, curiosidades e a programação completa do 1ª Mês Espírita Mundial que será realizado durante todo o mês de abril. Acesse: feal.com.br/mes-espirita-mundial

Dica de leitura Mundo Maior Editora
Unidades Feal

FUNDAÇÃO ESPÍRITA ANDRÉ LUIZ |||

Feal

Você gostou deste conteúdo?

Há décadas a FEAL - Fundação Espírita André Luiz assumiu o compromisso de divulgar conteúdos edificantes voltados ao bem estar dos seres humanos gratuitamente e, com a sua ajuda, sempre será.

Podemos contar com você?
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior