Tamanho
do Texto

O Espiritismo é pura mentira? – Parte II

O Espiritismo é pura mentira? – Parte II

 

Uma interessante colocação nos faz o teólogo Rohden:

“De resto, que espécie de Deus seria esse que se revelasse apenas a um povinho minúsculo, que, nesse tempo, não representava sequer 1% da humanidade, deixando na ignorância cerca de 99% do gênero humano? Como podiam essas centenas de milhões de homens, fora e longe de Israel – de cuja existência nem sabem até hoje -, como podiam eles chegar a conhecer Deus através da Bíblia?… E que fez Deus antes do início da Bíblia? – e depois do encerramento da mesma? A Bíblia, como livro escrito, começa uns 15 séculos antes de Cristo, e termina pelo ano 100 depois dele. Ora, poderíamos admitir que, no longuíssimo período anterior ao tempo de Abraão, Isaac e Jacó, Deus nada tenha tido a dizer à humanidade? E que, pelo ano 100 da era cristã, tenha ‘fechado o expediente’, à guisa de um funcionário público ou outro burocrata do século XX?… Quem admite semelhante Deus é ateu, porque um Deus tão imperfeito e limitado não é Deus nenhum” (Lampejos Evangélicos, págs. 188/189).

Resta-nos ainda mostrar porque dissemos essas coisas, para não nos colocarem como pessoa vã. Alguns exemplos;

  • Em várias passagens está dito que Deus arrependeu de alguma coisa que fez, apesar de ter afirmado: Eu sou Javé, e não mudo (Ml 3,6).
  • Como criou o Sol no quarto dia, somente a partir daí é que se pode falar em dia, entretanto narra-se Deus criando no primeiro dia a luz, a qual chamou Dia, como?
  • Apesar de ter colocado a dor do parto nas mulheres, as fêmeas dos animais acabaram por sofrer desse castigo?
  • Mesmo tendo castigado só ao homem no “tu és pó e ao pó hás de tornar”, os animais morrem, as plantas morrem, as mulheres morrem, o que não dá para se entender numa boa lógica.
  • Diz que castiga a culpa dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração, entretanto depois diz que os pais não morrerão pela culpa dos filhos, nem os filhos pela culpa dos pais, que cada um morrerá pelo seu próprio pecado em evidente contradição.
  • Faz um dilúvio acontecer sem que existisse água na terra para se cobrir o mais alto monte.
  • A passagem do mar Vermelho, com o mar dividindo em duas muralhas, falta conhecimento de geografia, pois a rota traçada do êxodo não passa pelo mar Vermelho.
  • Contradição entre as várias punições de matar com o “não matarás”.
  • Proíbe lavrar-se a terra usando uma junta de boi e jumento, pode?
  • Diz para não se admitir na assembléia do Senhor aquele a quem forem trilhados os testículos, ou cortado o membro viril.

Poderíamos alongar essa lista por muitas páginas, mas não é o nosso objetivo colocar tudo, apenas algumas delas para se ter uma idéia dos absurdos que estão na Bíblia.

Para pessoas comodistas é melhor viver assim, achando que vão reencarnar, assim podem fazer qualquer mal aos outras pois terão chance de recuperar-se em outra vida.

Comodismo, ter que se esforçar para ser cada vez melhor? E o perdão puro e simples é o que então? Comodismo maior é pensar que em vez de reencarnar para trabalhar pelo seu progresso espiritual achar que apenas o perdão de Deus resolverá tudo. Mas se a reencarnação é comodismo, preferimos o comodismo dela do que o trabalho para sair do inferno e sem conseguir, já que todos somos pecadores.

Do jeito que vocês pensam (opinião de vocês) estão chamando Jesus de mentiroso e duvidando do próprio Deus.

Falta-lhe capacidade de entender o que é realmente o Espiritismo. Nunca colocamos Jesus como mentiroso, mas aos que hoje dizem seguí-lo, esses o são, pois desvirtuam os seus ensinamentos, para atender interesses escusos. Lembra-se do que colocamos a respeito da reencarnação no texto anterior?

Vocês se acham os donos da verdade (mentira) que inventaram quase 1800 anos depois de Jesus.

Não inventamos nada, pois tudo o que dissemos de princípios Espíritas já existem desde que o mundo é mundo, pois tudo se encontra nas leis da natureza. O grande problema é os que querem de todos os meios fazer calar a verdade, como fizeram outrora com Galileu, os tempos são outros, não percebeu?

Se a doutrina espírita fosse verdadeira, Jesus teria dito no tempo que aqui viveu.

A pergunta que colocamos é: Jesus disse tudo? Soubesse também um pouquinho mais de Bíblia teria visto que Jesus disse: “Tenho ainda muitas coisas a vos dizer, mas não podeis compreender agora. Quando ele, o Espírito de Verdade, vier, vos conduzirá à verdade completa. Pois não há de falar por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas futuras” (Jo 16, 12-13). Apesar de que sobre algumas coisas tenha falado, como por exemplo, a questão da reencarnação. Mas como sabia que nem todos entenderiam, disse ao se referir a João Batista como a reencarnação de Elias: “ouça quem tem ouvido de ouvir”. Até hoje existe gente surda, é que constatamos.

Sejam humildes, não precisam aceitar doutrinas de homens (alan cardec) aceitem sim a doutrina do Santo Espírito de Deus.
Eu pertenço a Deus e só NELE eu encontrarei minha salvação. Tchau .

Falta humildade é a sua, que se julga o dono da verdade, verdade essa que quer impor a nós Espíritas. Não tem humildade suficiente para sair da letra que mata para entender o espírito da letra, única forma de conseguir entender quem está por trás como responsável por toda a organização da codificação Espírita. A passagem de João citada um pouco atrás poderá lhe dar uma dica: quer goste ou não, quer acredite ou não, para nós não faz a menor diferença, até mesmo porque só prestaremos contas de nossos atos a Deus, a Doutrina Espírita é o Consolador Prometido por Jesus, e ele próprio é o Espírito de Verdade, que reenvia ao mundo sua mensagem deturpada pelos fanáticos religiosos.

Conclusão

Nada vai derrubar os princípios Espíritas, pois todos eles estão firmados nas leis da natureza. O que vai ocorrer é justamente o contrário, ou seja, mais dia menos dia a ciência acabará por provar todas as teses Espíritas. Como não estamos mais na época da inquisição, onde as verdades eram caladas a troco da fogueira “santa”, elas acabarão por serem divulgadas para conhecimento de todos, já que a luz tem que ficar no velador.

E para finalizar, colocaremos mais um pensamento de Rohden:

“Quem defende uma Igreja ou determinada religião pode ser um bom teólogo, rabino ou sacerdote, mas não é religioso, pois ser religioso quer dizer descobrir Deus dentro de si, como Jesus, e viver em permanente conformidade com essa gloriosa descoberta, que é o amor incondicional e universal”. (Lampejos Evangélicos, pág. 89).

Nov/2003.

Referências bibliográficas:

  • Bíblia Sagrada, 68ª Edição, São Paulo, Ave Maria, 1989.
  • Bíblia Sagrada, Edição Pastoral, s.ed.; São Paulo, Paulus, 1991.
  • CHAVES, José Reis, A Face Oculta das Religiões, 1ª ed., São Paulo, Martin Claret, 2001.
  • Novo Testamento, s.ed., São Paulo, Loyola, 1984.
  • ROHDEN, Huberto, Lampejos Evangélicos, s.ed., São Paulo, Martin Claret, 1995.

 

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior