Tamanho
do Texto

O Sândalo Que Perfuma O Machado

O Sândalo Que Perfuma O Machado

Se você já foi ou está sendo vítima da violência, e já não acredita nas
pessoas e instituições humanas, tranqüilize-se. Embora, aparentemente o mal
predomine na Terra, a lei do amor governa o universo. Apesar dos malvados,
violentos, criminosos, e dos fazedores de guerras, a vida continua, o planeta
continua seu caminho, mesmo com a destruição incessante.

Começamos um novo tempo, não importando que o novo século e milênio, já tenha
começado, ou se iniciará em um ano, pois, afinal de contas, calendário é uma
convenção humana, é apenas o suceder dos acontecimentos. Esse novo tempo, a Era
do Espírito, teve seu início em 1857, com Allan Kardec.

Mesmo com os diversos mentirosos e as promessas vãs dos políticos, os
desamores, os crimes passionais, o abandono da infância, a verdade triunfa sobre
o erro, e o amor se sobrepõe ao ódio. Apesar de tudo, Deus continua confiando na
humanidade.

Quando Jesus de Nazaré aconselhou a não resistir ao homem mau, e as doutrinas
hinduístas diz ao homem agredido, que ele deve ser como o sândalo que perfuma o
machado que o abate, estão dizendo a mesma coisa que Gandhi ensinaria já nesse
século: A NÃO VIOLÊNCIA. Contudo, a não violência; o perfume do sândalo no
machado algoz; assim como o voltar a outra face; não resistir ao homem mau; não
pode ser nunca covardia. O covarde não tem serenidade, não tem força, nem
equilíbrio, porque lhe falta exatamente o amor que se manifesta pela harmonia.

Cultivemos a paz em nossos corações para derrotarmos a violência, a maldade.
Podemos construir um mundo novo de paz e harmonia. Os espíritas estão equipados
para perceber essa verdade. Sabemos, com certeza, que o mal não tem
consistência. Ele só existe porque pela ausência do bem, que deveríamos fazer
prevalecer.

Estamos equipados, também, para identificar as influências dos espíritos
inferiores, outrora denominados demônios. Esses espíritos agem sobre nosso
pensamento, influenciando-nos maleficamente. Hoje, eles tem a sua influência
facilitada pelos usuários das drogas, que ampliam, embora de forma negativa, o
seu campo mediúnico.

Seria possível alguém evitar essas influências? Sim. É possível, embora seja
difícil. No dia a dia entramos em contato com pessoas e ambientes infestados por
influências de espíritos inferiores. Para melhor conhecer, identificar esses
espíritos, precisamos conhecer a classificação feita por Allan Kardec, na Escala
Espírita, que está em O Livro dos Espíritos – livro segundo – Mundo Espírita ou
dos Espíritos.

Para entender como podemos isentar-nos dessas influências, vamos valer-nos de
um pensamento oriental. Não podemos evitar que um pássaro pouse em nossa cabeça,
mas podemos evitar que ali faça o seu ninho.

É natural que sejamos influenciados negativamente por uma gama inumerável de
espíritos, mas não deixemos que eles façam morada em nossa mente.

Vamos amar carinhosamente toda humanidade, porém não precisamos sair por aí a
dizer: Eu te amo! Deixemos que todos leiam isso em nosso semblante, em nosso
sorriso, no brilho dos nossos olhos, em nossos atos de paz e bondade.

Verdade e Luz – Julho de 2000

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior