Tamanho
do Texto

Operação Portas Abertas e Recepção de Visitas

Operação Portas Abertas e Recepção de Visitas

“E a multidão dos que criam no Senhor, tanto homens como mulheres, crescia
cada vez mais.” Atos 5:14

“Qual é o aspecto que deverá impressionar as visitas na igreja? Um cristão
bondoso e cortês, é o mais poderoso argumento que se pode apresentar em favor do
cristianismo.” Ellen White.

Esta última acertiva vale para qualquer templo, inclusive a casa espírita.
Local em que muitos vão por mera curiosidade, se bem recepcionados e orientados,
certamente voltarão.

O êxito não depende tanto do talento, como da energia e da boa vontade. Não é
a posse de brilhantes dotes que nos habilita a prestar um serviço aceitável, mas
desempenho consciencioso dos deveres diários, o espírito contente, o interesse
sincero, sem afetação, no bem estar dos outros.

Multiplicando o Interesse

Efetuar reuniões periodicas de avaliação. Dividir a equipe de recepção em
grupos, para responderem 2 perguntas:

    1. O que a visita não gosta;

Respostas mais comuns:

  • De ficar isolado.
  • Da indiferença.
  • De ser ignorado.
  • Palestras longas.
  • O expositor deve adequar a palestra para que as visitas não se sintam
    ofendidas.
  • Na saída, não gosta de ver grupinhos reunidos (panelinha).
  • Ser mal recebida, falta de atenção, falta de reverência.
  • Não gosta de ser pressionada.
  • Falta de cortesia.
  • Falta de calor humano.
  • Perguntas inadequadas.
  • Bajulação excessiva.
  • Anúncios demasiados.
  • Quando não é cumprimentado na chegada.
  • Falta de hospitalidade dos membros.
  • Desorganização.
  • Recepcionista carrancudo, não traz um sorriso nos lábios.
  • Olhar desconfiado (crítico).
  • Não gosta de ser entrevistada.
  • Recepção sem uma boa despedida.
  • Não gosta de ouvir críticas religiosas (falar de outras denominações).
    1. O que devemos fazer para melhorar a recepção.

Respostas mais comuns:

  • Treinamento dos recepcionistas.
  • Formar uma equipe para recepção.
  • Anotar o nome do visitante para futuro contato.
  • Dar atenção às visitas – recebê-la com sorriso, com um forte aperto de
    mão.
  • Explicar às visitas todas as atividades da casa.
  • Atenção na saída.
  • Convidar para conhecer outras atividades.
  • Usar de cordialidade e procurar fazer amizade nas unidades de ação.
  • Chamar a atenção da casa para a importância do visitante.
  • Calor humano da casa em geral.
  • Aparência pessoal.
  • Dar as boas vindas, mas evitar que a visita se levante perante o
    público.
  • Ter o boletim informativo da casa e uma lista de suas atividades.
  • Um bom testemunho por parte dos membros.

5 PASSOS PARA UMA BOA RECEPÇÃO AO VISITANTE NÃO ESPÍRITA:

1 – A RECEPÇÃO:

  1. Uma boa e grande equipe para a recepção, deverá ser previamente
    organizada.
  2. Uma escala deverá ser feita, estilo “rodízio” para as equipes de recepção.
  3. Chegar com antecedência ao local da recepção.
  4. Possuir crachá de “recepção” com a identificação do nome.
  5. Onde começa a recepção? Na calçada…
  6. Usar palavras de cortesia: Por favor, tenha bondade, seja bem-vindo, qual
    é o seu nome? de onde vem? posso acompanhá-lo, estamos felizes com sua
    presença, vou lhe mostrar o local para assistir à reunião, estas são as nossas
    atividades…

2 – INFORMAÇÃO PARA A VISITA:

  1. Ao chegar a visita, ter sempre à mão uma pequena lista das atividades da
    casa.
  2. Explicar o funcionamento e atividades disponíveis.
  3. Lembre-se: “A primeira e última impressão é a que fica”.

3 – AGRADECIMENTO PÚBLICO:

  1. O palestrante, ou dirigente, deverá sempre agradecer a presença de visitas
    do, sem necessariamente mencionar o nome delas. Isto evitará: erros na leitura
    dos nomes, esquecimento de alguma visita, ou constrangimento de visitantes.
  2. Se há o costume de se ler os nomes, que se crie um ambiente para isto, com
    uma agradável introdução ao fato, por ex: “Estamos felizes com as visitas que
    nos honram com sua presença,… agradecemos e lembramos que é sempre um prazer
    tê-los aqui para juntos.”…
    Neste caso a equipe de recepção deve colher estes nomes.

4 – NA SAÍDA:

  1. No encerramento de qualquer programa, é importantíssimo
    cumprimentar a visita. Procurar fazer amizade com ela. Perguntar como chegou
    ali, tem carona, convidá-la para uma conversa, etc.
  2. Convidá-la para a próxima reunião interessante.
  3. Ao convidar, o recepcionista deve comentar quando estará presente
    na casa novamente, criando empatia.

5 – DECISÃO:

  1. Convidar a pessoa a retornar.
  2. Não pressionar em momentos que não sejam oportunos.
  3. Ser perseverante, ainda que o resultado demore.

Volta para o índice

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior