Tamanho
do Texto

Parábola do Avarento

Parábola do Avarento

 

“As terras de um homem rico produziram abundantemente. Ele, então, discorria
consigo: Que hei de fazer, pois não tenho onde recolher os meus frutos? Finalmente
disse: farei isto: derrubarei os meus celeiros, construirei outros maiores, e neles
guardarei toda a colheita e os meus bens. E direi à minha alma: tens muitos bens
em depósito para largos anos; descansa, come, bebe e regala-te. Deus, porém, disse
a esse homem: Insensato, nesta noite mesmo virão demandar tua alma; e as coisas
que ajuntaste, para quem serão? Assim acontece àquele que entesoura para si, e não
é rico em Deus” (Lucas, 12:16-21).

E’ determinação divina que o homem deva conquistar o pão com o suor do próprio
rosto. Isso equivale a dizer que, para atender às necessidades da vida física, ele
é obrigado a trabalhar, pois a natureza não lhe oferece, de mão beijada, quanto
baste para saciar-lhe à fome e a sede, nem tampouco os recursos com que se proteger
contra as intempéries.

Através dessa luta pela existência, que é uma bênção (e não maldição, como alguns
erroneamente supõem), o homem vai-se desenvolvendo em todos os sentido: ganha ciência,
aptidão e sensibilidade, resultando daí sua evolução e o progresso do meio em que
exerce suas atividades.

Infelizmente, porém, muitos se preocupam em demasia com esse problema, em detrimento
das questões de ordem espiritual, deixando-se levar pela ambição, pelo desejo insaciável
de acumular bens de fortuna, o que não raro se transforma em verdadeira obsessão.

A avareza, a sórdida e feroz avareza, passa a comandar-lhes as ações, sufocando
todo e qualquer sentimento nobre e altruísta que se contraponha à idéia fixa de
aumentar, aumentar continuamente, esses tesouros. . .

Esquecem-se de que, quando menos o esperarem serão arrebatados pela morte, tendo
que deixar aqui toda a fortuna que labutaram por acumular durante a vida, para que
outros a desfrutem ou esbanjem a seu bel-prazer.

Sê se compenetrassem dessa verdade, certamente não poriam tanto empenho em ajuntar
riquezas para uma vida efêmera, cuja duração não vai além de uns poucos anos. Buscariam,
antes, tornar-se ricos em Deus, pela prática constante da caridade, do amor ao próximo,
e pelo esforço diuturno no sentido de libertar-se daquilo que mais os amesquinha
e mais fortemente os agrilhoa à prisão terrestre: a cupidez, a usura, o apego às
coisas materiais.

“Ajuntai para vós tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem os consomem,
e onde os ladrões não penetram nem roubam” dissera o Mestre de outra feita.

Esses tesouros são as virtudes cristãs, são as boas qualidades do coração, que
devemos cultivar, se quisermos de fato assegurar-nos a vida eterna nos páramos celestiais.

As obras de benemerência e os esforços que se façam para formar um caráter reto
e puro constituem a grande colheita da vida.

Todo ato nosso em benefício de outrem, assim como todo cuidado em vencer nossas
imperfeições, suscita um impulso para cima, equivalente a um depósito de tesouro
no céu.

Busquemos, pois, no Evangelho de N. Senhor Jesus Cristo, a inspiração sobre como
gerir os “talentos” que nos tenham sido concedidos temporariamente, lembrando-nos
sempre do avarento da parábola, cuja alma, na mesma noite em que fazia planos para
“o futuro”, foi chamada pelo Senhor…

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior