Tamanho
do Texto

Saudando o Prof. Rivail

999

Amilcar Del Chiaro

    Muito se tem escrito sobre o nascimento de Hippolyte Léon Denizard Rivail,nascido a 3 de outubro de 1804, pois, Allan Kardec só viria a nascer mais tarde, a 18 de abril de 1857, quando Rivail adotou esse pseudônimo para lançar O Livro dos Espíritos. Comentar o porquê dessa decisão é desnecessário, mas com certeza não foi por querer esconder-se do público ou dos críticos. O fato de ele ter muitos livros assinados como H.L.D.Rivail, justifica plenamente a tentativa de não se confundir as obras, ou os seus objetivos. As primeiras tinham o objetivo de esclarecer a juventude, escolarizá-la. As segundas, visaram o espírito imortal e a sua iluminação. Era a pedagogia do espírito, ou da alma. Allan Kardec é o protótipo do educador, e nos deixou o roteiro de educação para o homem imortal e palingenésico, ou seja, o homem através das suas vidas sucessivas. Não se trata de uma só existência, mas de um conjunto de vidas que conduz a perfeição. Como Herculano Pires, procuramos mostrar a atualidade de Kardec, e a necessidade urgente de estudar a sua obra, postulando um Espiritismo sem peias, sem amarras, sem misticismos, sem donos da verdade, sem pruridos de vaidades. Neste 3 de outubro saudamos o Prof. Hippolyte Léon Denizard Rivail, pois como já dissemos, é ele quem aniversaria nesta data, mas sem ele não haveria Allan Kardec, que trouxe a missão de materializar na Terra, a maravilhosa Doutrina Espírita, missão que lhe custou muito sacrifício, mas que foi cumprida com galhardia. Como homenageá-lo? São muitos os meios e modos, mas o mais correto é estudar a sua obra, penetrá-la, compreendê-la e vivenciá-la. Mas estudar não é dar uma lida, uma passada de olhos, ou limitar-se ao Evangelho Segundo o Espiritismo. Estudando Kardec percebemos que o Espiritismo veio com uma missão, a de revolver e transformar o mundo.

Veio desencadear uma revolução baseada no amor e na educação. Uma das suas mais belas máximas é a amai-vos e instrui-vos. Allan Kardec percebeu facilmente a necessidade do homem ter conhecimentos para poder optar. Ao organizar o primeiro centro espírita do mundo, a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, o fez com a intenção de que ela fosse a cátedra do Espírito de Verdade Por que o século passado, quando o presente século tem muito mais condições de desenvolver as idéias? Certamente porque aquele era um momento crucial.

Cansado de ser tutelado pelo pensamento religioso dominante, os homens ansiavam por liberdade, onde não se falasse tanto em castigos e pecados, e por isso desacreditava da paternidade de Deus. Aquele era o momento que se iniciava a emancipação do pensamento, e só uma doutrina lógica, coerente, livre, poderia impedir a massificação do materialismo. A esse gigante do pensamento diremos apenas: Obrigado por você ter existido, e deixado para nós a mais bela e consoladora doutrina que o homem pode imaginar.

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior