Tamanho
do Texto

Se fosse Jesus no meu lugar?

Se fosse Jesus no meu lugar, o que Ele faria?

É uma pergunta e um questionamento que poderíamos ter por hábito para fazermos a nós mesmos diante dos desafios da vida, a fim de tomarmos decisões mais acertadas e mais felizes.

A Espiritualidade da Verdade responde a Allan Kardec, na questão nº 625 de O Livro dos Espíritos, que “Jesus é o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem para lhe servir de guia e modelo”.

Allan Kardec, em sua nota a essa questão, comenta que “para o homem, Jesus constitui o tipo de perfeição moral a que a Humanidade pode aspirar na Terra”; sendo, portanto, o mais perfeito modelo oferecido por Deus para o desenvolvimento dos nossos trabalhos em prol da nossa evolução espiritual.

Diante do exposto, fica bem esclarecido para todos nós, Espíritos imortais, que o modelo de perfeição moral a ser seguido é Jesus, através dos seus ensinamentos narrados nos Evangelhos, da sua conduta, do seu contato e diálogo com as pessoas, do seu posicionamento diante das questões que lhe eram apresentadas, do seu olhar e do seu sorriso e da sua seriedade, etc…

Em nosso cotidiano deparamos, quase sempre, com desafios que, do nosso ponto de vista, muitas das vezes ou quase sempre, julgamos de difícil resolução e acabamos até desistindo deles. Mas, se nos perguntarmos e nos questionarmos “se fosse Jesus em nosso lugar, o que Ele faria”, passaremos a refletir sobre Jesus e teremos uma visão melhor da vida e saberemos resolver confiantemente os nossos desafios.

Normalmente, convivemos com pessoas de fácil relacionamento, mas também com pessoas difíceis.

Quase sempre nos sentimos ofendidos por coisas, muitas das vezes, insignificantes ou por coisas que, para nós, são de grande importância.

Geralmente, nos irritamos diante de um engarrafamento no trânsito ou de uma fila num banco qualquer ou diante de uma advertência.

Muitas das vezes, nós nos trancamos em nossa casa mental e articulamos revidar uma ofensa, perdemos noites de sono, prejudicando a própria saúde, por não aceitar desaforos.

Todavia, se refletirmos e nos perguntarmos e nos questionarmos “se fosse Jesus em meu lugar, o que Ele faria”, certamente não perderemos tempo com esses tipos de desgastes emocionais acima relacionados. Tiraremos proveito de cada situação para o nosso aperfeiçoamento moral e espiritual. E evitaremos enfermidades diversas oriundas do campo psicossomático.

Que possamos estar, em todos os momentos da vida, ao lado de Jesus, sabendo que Ele está sempre ao nosso lado, pois nunca nos abandonou.

Que possamos relevar as palavras ofensivas, levando a vida “na esportiva” e com sabedoria para resolvermos os desafios na melhor forma possível, sempre seguindo os exemplos de Jesus.

Que possamos estar sempre seguindo Jesus como modelo de perfeição, praticando as boas ações, perdoando e se perdoando, amando e se amando, compreendendo e se compreendendo.

Que possamos sempre mentalizar Jesus em todas as situações da vida e sermos felizes trabalhando com Jesus, que é o caminho, a verdade e a vida, e que nos liberta para a felicidade para a qual todos nascemos.

Que possamos estar sempre agindo, convivendo e resolvendo os desafios da vida, ao modo de Jesus, nos esforçando em até mesmo imitá-lo em todos os momentos da vida.

Pensemos nisso e muita paz!

 

Autor: Yé Gonçalves

Contatos: yegoncalves@gmail.com 

 

Nota do autor: Yé Gonçalves é nome artístico de Hyerohydes Gonçalves dos Santos.

 

Comentários

logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_uniespirito logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior