Tamanho
do Texto

Sexo nas obras de Chico Xavier

Chico Xavier será estudado em profundidade após a sua desencarnação. Afirmação
semelhante a esta ouvi de alguém, não lembro quem, porém, que vibra em minha mente
toda a vez que leio algo referente a Chico ou algumas de suas Obras.

O tema proposto, em princípio, será baseado em pesquisa nas 16 obras clássicas
psicografadas por Chico Xavier: Nosso Lar, Mensageiros… e, A Vida continua. Talvez
consulte outras; vamos ver o que acontece. Nota: Chico psicografou mais de 400 obras.

Serão excertos de notações e destaques referentes a: Sexo.

SEXO

EM “NOSSO LAR”

1. “Há casamento de amor, de fraternidade, de provação, de dever”, de missão
e de interesse puramente sexual.

2.“É necessário sobrepormos a tudo os princípios de natureza espiritual…..
Precisamos compreender o espírito de seqüência que rege os quadros evolutivos da
vida. Se atravessamos longa escala de animalidade, é justo que essa animalidade
não desapareça de um dia para outro. Empregamos muitos séculos para emergir das
camadas inferiores”.

3.“O sexo participa do patrimônio de faculdades divinas, que demoramos compreender.
A experiência do Casamento é muito sagrada… Não só a experiência do casamento,
mas toda a experiência do sexo, por afetar profundamente a vida da Alma. Toda a
experiência sexual da criatura que já recebeu alguma luz do Espírito, é acontecimento
de enorme importância para si mesma”. É por isso que o entendimento fraterno precede
a qualquer trabalho verdadeiramente salvacionista. Toda a Caridade, para ser divina,
precisa amparar-se na fraternidade”.

4.“Toda a experiência sexual da criatura que já recebeu alguma luz do espírito,
é acontecimento de enorme importância para si mesma. É por isso que o entendimento
fraterno precede a qualquer trabalho verdadeiramente salvacionista”.

COMENTÁRIOS

Toda a experiência sexual afeta profundamente a vida da alma.

EM “OS MENSAGEIROS”

COMENTÁRIOS

1…. Os impulsos de experimentação inferior, a inquietação sexual, as moléstias
desconhecidas, a loucura, invadem os lares terrestres.

2. Há que muito vigiar ao trazer pessoas estranhas para dentro de casa ou para
o convívio do Lar, pois que tais poderão estar ligadas a entidades malfazejas as
quais poderão propiciar arrastamentos as perversões sexuais.

EM “MISSIONÁRIOS DA LUZ”

1. A EPÍFISE: a epífise deve ser estudada em profundidade
pelo candidato a desenvolvimento e educação mediúnico. “As glândulas genitais segregam
os hormônios do sexo, mas a glândula pineal, se me posso exprimir assim, segrega
<hormônios psíquicos> ou <unidades-força> que vão atuar, de maneira positiva, nas
energias geradoras. Os cromossomos da bolsa seminal não lhe escapam a influenciação
absoluta e determinada”.

2. Existem bacilos psíquicos que produzem tortura sexual,
produzidos pela sede febril de prazeres inferiores.

3. Como atender a “santificada missão do sexo?”

4. No meretrício, onde se pratica somente sexo e não o
Amor somos acompanhados por espíritos obsessores.

5. “Ainda existe muita ignorância acerca da missão divina
do sexo. Para nós, porém, que desejamos valorizar as experiências, a paternidade
e a maternidade terrestres são sagradas. A faculdade criadora é também divindade
do homem. O útero materno significa, para nós outros, a porta bendita para a redenção;
para grande número de pessoas na Esfera do Globo, a visão celestial é símbolo de
repouso e alegria sem fim, enquanto, para muitos de nós, a visão terrestre significa
trabalho edificante e salutar. Não alcançaremos, porém, a terra prometida do serviço
redentor. Sem o concurso das forças criadoras associadas, do homem e da mulher”.

6. “Os que ultrajam o sexo, escrevendo, agindo ou falando,
já são grandes infelizes por si mesmos”.

7. “É necessário deslocar a concepção do sexo abstendo-nos
de situá-la tão-somente em determinados órgãos do corpo transitório das criaturas.
Vejamos o sexo como qualidade positiva ou passiva, emissora ou receptora da alma.
Chegados a esse entendimento, verificamos que toda manifestação sexual evolute com
o ser. Enquanto nos mergulhamos no charco das vibrações pesadas e venenosas, experimentamos,
nesse domínio, simplesmente sensações. À medida que nos dirigimos a caminho do equilíbrio
colhemos material de experiências proveitosas, oportunidades de retificação, força,
conhecimento, alegria e poder. Em nos harmonizando com as leis supremas, encontramos
a iluminação e a revelação, enquanto os Espíritos Superiores colhem os valores da
divindade. Substituamos as palavras <união sexual> por <união de qualidades> e observaremos
que toda a vida universal SE BASEIA NESSE DIVINO FENÔMENO, CUJA CAUSA RESIDE NO
PRÓPRIO DEUS, Pai Criador de todas as coisas e de todos os seres”.

a. “Essa <União de Qualidades>, entre os astros chama-se magnetismo planetário
da atração, entre as almas denomina-se amor, entre os elementos químicos é conhecida
por afinidade”. “… A paternidade e a maternidade são tarefas sublimes; não representam,
porém os únicos serviços divinos, no setor da Criação Infinita. O apóstolo que produz
no domínio da virtude, da Ciência ou da Arte, vale-se dos mesmos princípios de troca,
apenas com a diferença de planos, porque, para ele, a permuta de qualidades se verifica
em esferas superiores. Há fecundações físicas e psíquicas. As primeiras exigem as
disposições da forma, a fim de atenderem a exigência da vida, em caráter provisório,
no campo das experiências necessárias. As segundas, porém, prescindem do cárcere
de limitações e efetuam-se nos resplandecentes domínios da alma, em processo maravilhoso
de eternidade”.

8. As uniões sexuais que se efetuam a distancia do bem
e da ordem cai no crime e no desequilíbrio (loucura ou distonias mental).

9. “Sexo, na existência humana, pode ser um dos
instrumentos do amor, sem que o amor seja o sexo”.

10.“As formas físicas descendem das uniões físicas. As construções espirituais
procedem das uniões espirituais. A obra do Universo é filha de Deus. O sexo, portanto,
como qualidade positiva ou passiva dos princípios e dos seres, é manifestação cósmica
em todos os círculos evolutivos, até que venhamos a atingir o campo da Harmonia
Perfeita, onde essas qualidades se equilibram no seio da Divindade”.

EM “OBREIROS DA VIDA ETERNA”

1. Falta às teorias de Freud o conhecimento dos princípios
reencarnacionistas, bem assim como as de seus seguidores. As psicoses sexuais raramente
se verificam no campo biológico vulgar, mas quase invariavelmente no corpo perispiritual
preexistente, portador de sérias perturbações congênitas, em virtude das deficiências
de natureza moral, cultivadas com desvairado apego, pelo reencarnante, nas existências
transcorridas.

2. “No exame das causas da loucura, entre individualidades,
sejam encarnadas, sejam ausentes da carne, a ignorância quanto à conduta sexual
é dos fatores mais decisivos”.

3. O sexo participa do patrimônio de faculdades divinas,
que demoramos compreender. A experiência do Casamento é muito sagrada…, não só
a experiência do casamento, mas toda a experiência do sexo, por afetar profundamente
a vida da Alma. Toda a experiência sexual da criatura que já recebeu alguma luz
do Espírito, é acontecimento de enorme importância para si mesma”. É por isso que
o entendimento fraterno precede a qualquer trabalho verdadeiramente salvacionista.
Toda a Caridade, para ser divina, precisa amparar-se na fraternidade”.

EM “NO MUNDO MAIOR”

1. “A genética, mais hoje, mais amanhã, poderá interferir nas câmaras secretas
da vida humana, perturbando a harmonia dos cromossomos, no sentido de impor o sexo
ao embrião; todavia, não atingirá a zona mais alta da mente feminina ou masculina,
que manterá características próprias, independentemente da forma exterior ou das
convenções estatuídas”. “Mais de a metade dos milhões de espíritos encarnados na
Crosta da Terra, de mente fixa na região dos movimentos instintivos, concentram
suas faculdades no sexo, do qual se derivam naturalmente os mais vastos e freqüentes
distúrbios dos nervos”. “… Havendo conquistado a razão, acima do instinto, permanecem
nos desatinos da prepotência, seduzidas pelo capricho autoritário, famintas de evidencia
e realce, ainda que atidas a trabalho proveitoso e a paixões nobres muitas vezes…”.
“A esquizofrenia origina-se de sutis perturbações do organismo perispirítico”.

1. “No exame das causas da loucura, entre individualidades,
sejam encarnadas, sejam ausentes da carne, a ignorância quanto à conduta sexual
é dos fatores mais decisivos”.

2. “A sede do sexo não se acha no corpo grosseiro, mas
na alma, em sua sublime organização”.

3. “… Os processos rudes de atração transubstanciarem-se
nos anseios artísticos que dignificam o ser, o grito elevou-se ao cântico: e, estimulada
pela força criadora do sexo, a coletividade humana avança, vagarosamente embora,
para o supremo alvo do divino amor. Da espontânea manifestação brutal dos sentidos
menos elevados a alma transita para gloriosa iniciação. Desejo, posse, simpatia,
carinho, devotamento, renúncia, sacrifício constituem aspectos dessa jornada sublimadora”.

4. “O cativeiro nos tormentos do sexo não é problema que
possa ser solucionado por literatos ou médicos a agir no campo exterior: É questão
da alma, que demanda processo individual de cura, e sobre esta só o espírito resolverá
no tribunal da própria consciência”.

5. Para as escolas que defendem a perturbação da libido,
a aquisição de poder e a idéia de superioridade como causas de perturbações psíquicas;
pode-se dizer que todas elas têm certa dose de razão, faltando-lhes, todavia, o
conhecimento básico do reencarnacionismo.

6. “Mais de a metade dos milhões de espíritos encarnados
na Crosta da Terra, de mente fixa na região dos movimentos instintivos, concentram
suas faculdades no sexo, do qual se derivam naturalmente os mais vastos e freqüentes
distúrbios nervosos; constituem eles compactas legiões, nas adjacências da paisagem
primitiva da evolução planetária, irmãos nossos na infância do conhecimento, que
ainda não sabem criar sensações e vida senão mobilizando os recursos da força sexual”.

EM “AGENDA CRISTÔ

EXPERIÊNCIAS DIFÍCEIS: a beleza física pode provocar tragédias imprevisíveis
para a alma, se esta não possui discernimento”.

EM “LIBERTAÇÃO”

1.”O Espírito encarnado sofre a influenciação inferior, através das regiões em
que se situam o sexo e o estômago, e recebe os estímulos superiores, ainda mesmo
procedentes de almas não sublimadas, através do coração e do cérebro”.

2.”A mulher que se habituou a mercadejar com o vaso físico, olvidando as sagradas
finalidades da vida, apresenta máscara triste, sem sair da carne”.

EM “ENTRE A TERRA E O CÉU”

1.O ser humano se apaixonará um dia por alguém, por mais ou menos tempo; e, se
for vinculado ao sentido do sexo, provavelmente enlouquecerá descontrolando o centro
genésico impedindo uma visão mais ampla.

2.”Temos o centro genésico, em que se localiza o santuário do sexo, como templo
modelador de formas e estímulos”.

EM “AÇÃO E REAÇÃO”

  1. Freud “não pode ser rigorosamente aprovado, quando pretendeu, de certo modo, explicar
    o campo emotivo das criaturas pela medida absoluta das sensações eróticas”. Embora
    deva “ser louvado pelo desassombro com que empreendeu a viagem aos mais recônditos
    labirintos da alma humana”.
  2. “Criação, vida e sexo são temas que se identificam essencialmente entre si, perdendo-se
    em suas origens no seio da Sabedoria Divina. Por isso, estamos longe de padronizá-los
    em definições técnicas, inamovíveis. Não podemos, dessa forma, limitar às loucuras
    humanas a função do sexo, pois seríamos tão insensatos quanto alguém que pretendesse
    estudar o Sol apenas por uma réstia de luz filtrada pela fenda de um telhado”.
  3. Examinado como força atuante da vida, à face da criação incessante, o sexo, a
    rigor, palpitará em tudo, desde a comunhão dos princípios subatômicos à atração
    dos astros, porque então, expressará a força do amor”.
  4. “O sexo, pois, não poderia ausentar-se do reino espiritual que nos é conhecido,
    por ser substância mental, determinando mentalmente as formas em que se expressa.
    Representa desse modo, não uma energia fixa da natureza, trabalhando a alma ,
    e sim uma energia variável da alma, com que ela trabalha Natureza em que evolve,
    aprimorando a si mesma. apreciemo-la, assim, como sendo uma força do Criador na
    criatura, destinada a expandir-se em obras de amor e luz que enriqueçam a vida,
    igualmente condicionada à Lei de responsabilidade, que nos rege os destinos”.
  5. Segismundo Freud definiu o objetivo do impulso sexual como procura de prazer…
    Sim em se tratando das experiências primárias do Espírito, no mundo físico…
    Entretanto é indispensável dilatar a definição para arredá-la do campo erótico
    em que foi circunscrita. O sexo é a energia criadora do amor que assegura a estabilidade
    em todo o Universo. A alma em se aperfeiçoando busca sempre prazeres mais nobres.
    Temos, assim, o prazer de ajudar, de descobrir, de purificar, de redimir, de iluminar,
    de estudar, de aprender, de elevar, de construir, de ensinar e toda uma infinidade
    de prazeres, condizentes com os mais santificantes estágios do Espírito. Encontramos
    desse modo almas que se amam profundamente, produzindo inestimáveis valores para
    o engrandecimento do mundo, sem jamais se tocarem uma nas outras, do ponto de
    vista fisiológico, embora permutem constantemente os raios quintessenciados do
    amor para a edificação das obras.
  6. Na forma das algas verdes temos inaugurado a comunhão sexual no mundo.

A portentosa Obra Evolução em dois mundos trata em profundidade da evolução do
sexo e do amor. Portanto, teríamos que copiá-la ipse scriptus, o que seria perda
de tempo.

Registraremos apenas que a perda das características sexuais ocorrerá, espontaneamente,
quando as almas humanas tiverem assimilado todas as experiências necessárias à própria
sublimação, rumando após milênios de burilamento, para a situação Angélica, em que
o indivíduo deterá todas as qualidades nobres inerentes à masculinidade e à feminilidade,
refletindo em si, nos degraus avançados da perfeição, a glória divina do Criador.

EM “A CONDUTA ERSPÍRITA”

1. “Conduzir-se de modo a não se exceder em atividades superiores à própria resistência,
nem se confiar a intempestivas manifestações emocionais, que criam calamitosas depressões.
Os abusos das energias corpóreas também provocam suicídio lento”.

2. “Distinguir no sexo a sede de energias superiores que o Criador concede à
criatura para equilibrar-lhe as atividades, sentindo-se no dever de resguardá-la
contra os desvios suscetíveis de corrompê-la. O sexo é uma fonte de bênçãos renovadoras
do corpo e da alma”.

3. “Glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem
a Deus”.Paulo. (I Cor, 6:20).

EM “SEXO E DESTINO”

“O sexo é legado sublime em que o lar é refúgio santificante, esclarecendo, porém,
que o amor e o sexo plasmam responsabilidades naturais na consciência de cada um
e que ninguém lesa alguém nos tesouros afetivos, sem dolorosas reparações”. Emmanuel.

Comentários

logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_uniespirito logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior